Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Cloridrato de Dobutamina" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

24/05/2010

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Cloridrato de Dobutamina

... minutos. • Duração da ação: 10 minutos após uma única dose e até 1 semana após dose múltipla. • Meia-vida: 2 minutos. • Metabolismo: hepático. • Excreção: renal. EFEITOS ADVERSOS2,5,7 • Taquiarritmias, ansiedade, tremores, dor anginosa (1 a 3%), hipertensão, palpitação (1 a 3%), extra-sistolia (5%). • Reação no local da injeção, flebite. • Hipocalemia......

Ver Índice

16/07/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Dobutamina

...eres (em experimentos animais não foram demonstrados riscos). Amamentação Não sabe se é excretado no leite. Não Usar o Produto Estenose subaórtica hipertrófica idiopática; feocromocitoma; fibrilação ventricular; taquiarritmias. Avaliar Riscos X Benefícios Arritmias ventriculares; glaucoma de ângulo fechado; hipovolemia; infarto do miocárdio. REAÇÕES MAIS COMUNS (ocorrem em pelo ......

Ver Índice

07/04/2010

Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006

Cloridrato de Hidroxocobalamina

... dopamina, fentanila, nitrito de sódio, nitroglicerina, pentobarbital, propofol, tiosulfato de sódio, tiopental. • Compatibilidade com: cloreto de sódio a 0,9%, glicose a 5% e Ringer lactato. • A diluição deve chegar à concentração de 2,5 g/100 mL. SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO Consta no documento: “Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total......

Ver Índice

24/05/2010

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Cloridrato de Dopamina

...ção: renal (80%). EFEITOS ADVERSOS1,2,4,5 • Angina, bradicardia reflexa, hipertensão ou hipotensão, palpitações, arritmias ventriculares (especialmente em altas doses). • Cefaléia, náusea e vômito, dispnéia. INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS1,2,5 • Aumento de efeito de dopamina: bloqueadores adrenérgicos alfa e beta, cocaína, inibidores da MAO, antidepressivos tricíclicos, antiad......

Ver Índice

07/04/2010

Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006

Sulfato de Magnésio

...ra controle de hipomagnesemia, administrar inicialmente por dispositivo de infusão controlado; monitorar para sinais de toxicidade pelo magnésio. • Categoria de risco na gravidez (FDA): A (ver apêndice A). ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO1,2,4,5 Adultos Constipação Intestinal • 5 a 10 g, em um copo de água, preferivelmente antes do café da manhã. • O limite de dose para adultos é ......

Ver Índice

05/12/2011

Remédios

Atomoxetina

...pinefrina. Como se usa USO ORAL - DOSES • doses em termos de atomoxetina. Adultos • iniciar com 40 mg por dia. Após pelo menos três dias, a dose pode ser aumentada para 80 mg por dia. Se após 2 a 4 semanas não for obtida a resposta desejada, a dose pode ser aumentada para 100 mg por dia. • Limite de dose para adultos: 100 mg por dia. Idosos • segurança e eficáci......

Ver Índice

21/12/2011

Remédios

Dobutamina

...a); DOBUTAL (Biochímico) Cloridrato de dobutamina equivalente a dobutamina Uso injetável Injetável (solução) 250 mg/20 mL DOBUTREX; G Armazenagem antes de aberto Temperatura ambiente (15-30°C). Não congelar. Aparência da solução: incolor. Proteção à luz: sim, necessária. Manter o produto na caixa fechada. O que é Vasopressor; estimulante cardíaco [catecolamina; inotrópico positi......

Ver Índice

23/02/2009

Casos Clínicos

Tromboembolismo pulmonar

...ez Classe B. Monitoração A monitoração de lesão hepática (ALT) é indicada, principalmente no uso IV. Função renal com Clcr menor que 50 mL/min orienta redução da dose para metade. Estreptoquinase e Alteplase - rTPa Modo de Ação Quebram a fibrina em moléculas menores, inativando o coágulo já formado. Indicações e Nível de Evidência É indicado no infarto com supra em duas derivaçõe......

Ver Índice

21/06/2010

Casos Clínicos

Drogas Antiparkinsonianas

...iminuição da progressão da doença. O objetivo do tratamento é maximizar o controle dos sintomas e minimizar as consequências, a longo prazo, da doença e das complicações relacionadas as medicações. MANEJO E MEDICAÇÕES PARA O CONTRLE DO PARKINSON Educação O Parkinson é uma doença crônica e progressiva, de forma que é importante prover ao paciente informações para compreensão e manter algu......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal