FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Dexametasona Oftalmico" obteve 11 resultados.

Página:  de 2

11/12/2014

Remédios

Dexametasona (oftálmico)

... da córnea; amolecimento da córnea ou da esclerótica; aumento da pressão intraocular; aumento da suscetibilidade para infecções da córnea por vírus ou fungos, bem como para ulceração e glaucoma (aumento da pressão intraocular); catarata; dilatação das pupilas; diminuição na acuidade visual e no campo visual, após muito tempo de uso do produto; inchaço; infecção; inflamação na córnea; interferência......

Ver Índice

04/12/2014

Remédios

Ciprofloxacino (oftálmico; otológico)

...ia. Colírio úlcera da córnea; infecção aguda: iniciar com 2 gotas no saco conjuntival de cada olho, cada 15 minutos, durante as primeiras 6 horas. No restante do 1o dia, pingar 2 gotas a cada 30 minutos. No 2º dia, 2 gotas a cada 1 hora. Do 3o a 14o dia, 2 gotas a cada 4 horas. conjuntivite bacteriana: iniciar com 1 ou 2 gotas a cada 2 horas, nos 2 primeiros dias de tratamento. Do 3o ao 7o dia, ......

Ver Índice

10/02/2015

Remédios

Tobramicina (oftálmico)

...tálmico) (substância ativa) Referência: Tobrex (Alcon) Genérico: assinalado com G Similar: Tobracular (Legrand); Tobragan (Allergan); Tobranom (União Química) Uso oftálmico Colírio 0,3% (3 mg/mL): Tobrex; G Pomada oftálmica 0,3% (3 mg/g): Tobrex O que é antibacteriano [aminoglicosídeo]. Para que serve blefarite bacteriana; blefaroconjuntivite bacteriana; conjuntivite bacteriana......

Ver Índice

17/11/2014

Remédios

Ácido Bórico

...opiônico + ácido bórico + nistatina + neomicina + tirotricina). Ativus. LUCRETIN – anti-séptico ginecológico – po. cada 100 g contém: ácido bórico 77,55 g + alumem amoniacal 18,22 g + ácido salicílico 4 g. Farmasa. POMADERME – anti-séptico tópico – pomada (zinco + ácido bórico + talco + óleo de cação). Legrand. RENU GOTAS UMIDIFICANTES – anti-séptico para lentes – solução (ácido bórico + edetat......

Ver Índice

22/08/2012

Revisões Internacionais

Cefaleia – Randolph W. Evans

...s lábios. Normalmente, estímulos não dolorosos podem desencadear a dor ao atuarem nestas zonas. Tais estímulos podem ser conversar, mascar, lavar o rosto, escovar os dentes, fazer a barba, movimentos faciais e ar frio. Após um paroxismo de dor, ocorre um período refratário com duração de alguns minutos, durante o qual a estimulação da zona deflagradora não desencadeia dor. Caretas ou espasmos faci......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

S

...ohnson, alopecia. t Febre. t Náusea (20%), vômito, diarreia (15 a 30%), dor abdominal (20%). t Elevação das enzimas hepáticas e bilirrubina, icterícia esclerótica (2 a 6%), pancreatite. t Distúrbios na condução cardíaca. t Cefaleia (20 a 25%), insônia, depressão, neuropatia periférica. t Urolitíase. t Mialgia (4%), fadiga. Interações de medicamentos t Alho: aumento do risco de falha ......

Ver Índice

07/09/2008

Revisões

Coma e Alteração no Estado de Consciência

...de consciência, podemos encontrar diferentes tipos de pupilas. Nas encefalopatias difusas ou multifocais, as pupilas em geral são normais, salvo as causas tóxico-metabólicas discriminadas acima. DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL E EXAMES COMPLEMENTARES Após a estabilização do doente e avaliação clínica inicial (incluindo glicemia capilar), geralmente será possível incluir o doente em um de ......

Ver Índice

06/01/2014

Revisões Internacionais

Doenças virais agudas do sistema nervoso central

...licações da infecção, estão a retinite, encefalite,51 mielite progressiva e polirradiculopatia. Geralmente, a encefalite produzida pelo CMV é subaguda e caracteriza-se por cefaleia, convulsões, demência progressiva e enfraquecimento difuso. Desta forma, o déficit neurológico pode ser difuso, focal ou ambos. Assim como outros herpesvírus, o CMV pode estabelecer uma infecção latente em indivíduos ......

Ver Índice

28/01/2014

Revisões Internacionais

Hipófise – Shlomo Melmed

... com níveis séricos de sódio superiores a 145 mEq/L permite estabelecer um diagnóstico provável. Neste contexto, o DDAVP deve ser administrado imediatamente por via parenteral. Na situação oposta, uma hiponatremia decorrente da secreção de vasopressina após a cirurgia transesfenoidal também deve ser prevista por meio do acompanhamento dos níveis séricos de sódio. O diabetes insípido e um diabetes ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

F

...ordo com a necessidade, gravidade e resposta clínica. Aspectos farmacocinéticos clinicamente relevantes t Início da resposta nas reações alérgicas agudas: 8 e 24 horas após administração intramuscular, permanecendo por 4 dias. t Até 65% da dose é excretada na urina em 24 horas. t Meia-vida de eliminação varia com a idade: 2,3 a 9,5 horas (até 2 anos); 2,8 a 7,5 horas (de 8 a 16 anos); e 3 a......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal