Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Equipe de Resposta Rapida e Sinais de Alerta" obteve 20 resultados.

Página:  de 2

20/10/2008

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Equipe de Resposta Rápida e Sinais de Alerta

...e um sistema que preza por alta sensibilidade, mas baixa especificidade. Deve haver educação permanente ao staff do hospital quanto ao uso dos sinais de alerta e como e quando acionar a ERR. O foco ficaria sobre a equipe de enfermagem, que inclusive deve ser encorajada a participar ativamente da ERR se houver interesse. Entretanto, a maior barreira a ser superada é a resistência de médicos assis......

Ver Índice

25/10/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Equipe de Resposta Rápida e Sinais de Alerta - Campanha “5 Milhões de Vidas”

...para a chamada da Equipe de Resposta Rápida A pronta notificação do time é um evento crucial, devendo, portanto, ser confiável. As instituições podem escolher dentre vários métodos: · Campainha a beira do leito (apesar de ser um método confiável, pode requerer presença adicional e desnecessária de membro da equipe no quarto do paciente). Opção: pode haver uma campainha especi......

Ver Índice

25/10/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Equipe de Resposta Rápida e Sinais de Alerta - Campanha “5 Milhões de Vidas”

... sinais e sintomas de instabilidade fisiológica por algum período de tempo antes de uma parada cardíaca: ü 70% (45/64) dos pacientes apresentam evidências de deterioração respiratória nas 8 horas que antecedem a parada (Schein RM, Hazday N, Pena M, et al. Clinical antecedents to in-hospital cardiopulmonary arrest. Chest. 1990;98:1388-1392) ü 6% (99/150) dos pacientes apresentam sinais e sin......

Ver Índice

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Equipe de Resposta Rápida

...Dr. Lucas Santos Zambon discorre sobre equipe de resposta rápida e sinais de alerta......

Conteúdo em vídeo

20/01/2014

Revisões Internacionais

Ressuscitação cardíaca – Terry J. Mengert

...ós a administração de todas as medicações através de um acesso IV periférico, fornecer um bolo de 20 mL de salina e manter o membro que contém a linha IV elevado por 10 a 15 segundos (quando possível) Considerar a instalação de um acesso venoso central, se a ressuscitação for prolongada Estar atento a cada infusão IV fornecida ao paciente Suspender todas as medicações não essenciais iniciadas......

Ver Índice

30/11/2008

Revisões

Cardiopatias Valvares

... secundárias à FA. Eventos tromboembólicos são bem menos comuns do que na EM. O quadro clínico da IM aguda grave é caracterizado por sintomas mais intensos, relacionados à congestão pulmonar aguda e ao baixo débito cardíaco efetivo. Assim, podem ocorrer edema agudo dos pulmões, com dispnéia intensa, expectoração rósea e franca insuficiência respiratória. Também pode sobrevir o choque cardiogênico......

Ver Índice

26/04/2009

Revisões

Peculiaridades da psiquiatria no idoso

...is tempo na cama e menos tempo dormindo, são acordadas mais facilmente do que pessoas jovens, tendem a ir dormir mais cedo e também acordar mais cedo e são menos tolerantes a mudanças da rotina de sono, como as que ocorrem em viagens. Por essas razões, fadiga diurna e cochilos durante o dia são comuns. A Tabela 6 mostra alguns fatores que influenciam no sono. Tabela 6: Fatores que perturbam o ......

Ver Índice

16/02/2012

Revisões Internacionais

Diabetes melito tipo 1

...ica que leva à geração de múltiplos mediadores dos numerosos efeitos intracelulares citoplasmáticos e nucleares da insulina [Figura 4]. A insulina regula as atividades e a síntese de enzimas-alvo. A sensibilidade de tecidos-alvo à insulina é outro principal determinante da ação da insulina. Existe uma alça de retroalimentação entre a responsividade à insulina em tecidos-alvo e a secreção de insuli......

Ver Índice

25/05/2012

Revisões Internacionais

Abordagem dos envenenamentos e das dosagens excessivas de medicamentos

... inalação de partículas ou vapores pode causar irritação, broncoespasmo e pneumonite química. A ingesta pode causar lesão na mucosa, incluindo perfuração e constrições Ácido fluorídrico O íon fluoreto altamente eletronegativo causa lesões tissulares profundas que podem ter início tardio; a absorção sistêmica pela pele ou após ingesta pode causar hipocalcemia ou hiperpotassemia fatais185,18......

Ver Índice

04/06/2012

Revisões Internacionais

Abordagem de distúrbios clínicos em pacientes geriátricos – Robert M. Palmer, MD, MPH, FACP

...plicou o comprometimento da mobilidade, incontinência, subnutrição e comprometimento da consciência como fatores de risco significativos para o desenvolvimento de úlceras de pressão. No caso de pacientes hospitalizados confinados ao leito ou à cadeira de rodas, os fatores de risco incluem hipoalbuminemia, incontinência fecal e fraturas. Em geral, o comprometimento da mobilidade constitui o fator d......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal