FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Gerenciamento de Risco e Seguranca do Paciente" obteve 241 resultados.

Página:  de 25

30/05/2017

Revisões Internacionais

Abordagem aos Pacientes Geriátricos

...usia é a perda auditiva simétrica relacionada à idade, sendo a causa mais comum de perda de audição em idosos.20 Muitos fatores contribuem para esse tipo de doença, incluindo os intrínsecos (fatores genéticos, hipertensão, diabetes melito) e os extrínsecos (ruídos, medicamentos ototóxicos, dieta).20 Fatores como rigidez e flacidez do tímpano e dos ossículos, degeneração do órgão de Corti, perda de......

Ver Índice

14/05/2013

Hospitalar

Usando os padrões da Joint Commission para gerenciar o fluxo de pacientes e prevenir a superlotação

...tempo. Identificando os processos fundamentais do fluxo, o hospital pode determinar quais são os impedimentos e onde eles ocorrem. Por exemplo, os pacientes podem estar sendo admitidos inadequadamente em algumas unidades de internação. Os médicos podem, ainda, transferir seus pacientes para a unidade de telemetria, mesmo que não requeiram monitoração, porque a proporção entre enfermeiros e pacien......

Ver Índice

14/05/2013

Hospitalar

Usando os padrões da Joint Commission para gerenciar o fluxo de pacientes e prevenir a superlotação

... condição do paciente, é realizada dentro de 24 horas após a admissão na internação. 5. Uma triagem do estado funcional, quando justificada pelas necessidades ou pela condição do paciente, é realizada dentro de não mais de 24 horas após a admissão na internação. Alguns desses elementos podem ter sido completados anteriormente, mas devem satisfazer os seguintes critérios: 6. ......

Ver Índice

22/03/2017

Revisões Internacionais

Disfunção Sexual Masculina

...sildenafila pode causar alterações visuais. Uma espécie de descoloração visual azul ocorre em, aproximadamente, 3% de homens e, em geral, desaparece dentro de 3 horas. Atualmente, há relatos da incidência de neuropatia óptica isquêmica anterior não arterítica (Noian) em homens que tomam inibidores da fosfodiesterase. Entretanto, a Noian é causada por muitos fatores de risco metabólico que também l......

Ver Índice

14/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS – Sistema de Resiliência

...ntinuamente previne, detecta, atenua ou melhora seus riscos e incidentes. Ou seja, a resiliência é um estado em constante mutação, onde não basta apenas voltar à situação anterior, mas deve-se ocupar uma situação mais ampla. Podemos imaginar um muro que impede a entrada de pessoas indesejadas, mas que pode ser atravessado à força. A resiliência seria a capacidade de reconstruir este muro, porém ma......

Ver Índice

10/07/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Objetivos da Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...strumentos ou compressas em feridas cirúrgicas. 8. A equipe irá garantir a identificação precisa de todos os espécimes cirúrgicos. 9. A equipe irá se comunicar efetivamente e trocará informações críticas sobre o paciente para garantir uma condução segura da cirurgia. 10. Hospitais e sistemas de saúde pública estabelecerão uma rotina de vigilância quanto à capacidade cirúrgi......

Ver Índice

10/07/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Objetivos da Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...utilizar métodos conhecidos para evitar danos pela administração de agentes anestésicos, ao mesmo tempo em que garante analgesia ao paciente. 3. A equipe irá reconhecer e se preparar efetivamente para o risco de perda da via aérea ou função respiratória. 4. A equipe irá reconhecer e se preparar efetivamente para o risco de elevada perda de sangue. 5. A equipe irá evitar ......

Ver Índice

08/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS – Informações Descritivas

...nto da utilização dos recursos para cuidar do paciente, conseqüências na mídia ou jurídicas, e nunca conseqüências clínicas ou terapêuticas; Esquema 1: Estrutura Conceitual – Informações Descritivas OBS.: Seguimos no MedicinaNet as recomendações da própria OMS quanto à divulgação de qualquer material oriundo de seu website (http://www.who.int/about/copyright/en/), que permite a veicula......

Ver Índice

04/03/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução - Primum Non Nocere

...urinária associada à sondagem vesical · Úlcera de pressão · Infecção associada a cateter venoso · Mediastinite pós-revascularização do miocárdio · Queda da cama Brasil: uma Estimativa Apesar de não existirem dados estatísticos nacionais sobre eventos adversos causados aos pacientes, poderíamos calcular que se tivermos um evento adverso (como......

Ver Índice

04/03/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução - Primum Non Nocere

... mundo, chegando recentemente ao Brasil, com a filiação de alguns hospitais ao projeto. Tanto a campanha inicial quanto a campanha das “5 Milhões de Vidas” são baseadas em grupos ou pacotes de intervenções (“bundles”, na definição do IHI) bem estruturados em evidências científicas de excelente custo–benefício. Cada um deles foca em uma situação de grande importância no meio hospitalar e com impac......

Ver Índice

Página:  de 25

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal