Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Influenza a H1n1 Protocolo de Manejo Clinico e Vigilancia Epidemiologica da Influenza" obteve 11 resultados.

Página:  de 2

08/08/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de manejo clínico e vigilância epidemiológica da Influenza

... através de técnicas adequadas de comunicação, são atividades desenvolvidas desde o início do processo de investigação. Do mesmo modo, medidas de prevenção e controle podem ser tomadas imediatamente, mesmo que de forma provisória, se existem evidências consistentes das possíveis causas do surto. III. MEDIDAS GERAIS DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE DOENÇA RESPIRATÓRIA AGUDA a) Informações gerais As......

Ver Índice

16/05/2010

Revisões

Influenza A (H1N1) – Ações da Atenção Primária à Saúde - 25-03-10

...nte: Fluxograma de atendimento com classificação de risco dos casos de Síndrome Gripal assistidos pelas equipes de Atenção Primária à Saúde (adaptado: MANCHESTER,1997) Os indivíduos que apresentarem sintomas gripais inicialmente devem ser acompanhados pela Atenção Primária. Deverão ser encaminhados para o hospital os pacientes que apresentarem um ou mais dos sinais e sintomas abaixo: ......

Ver Índice

16/05/2010

Revisões

Protocolo de Manejo Clínico de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) - 22-04-10

.... Para crianças acima de um ano de idade e menor que 12 anos, com menos de 40 kg, as doses variam de acordo com o peso, durante 5 dias, conforme especificação a seguir. Tabela de dosagem por peso e frequência diária Peso Dose Frequência Menos de 15 kg 30 mg Duas vezes ao dia De 15 a 23 kg 45 mg Duas vezes ao dia De 23 a 40 kg 60 mg Duas vezes ao ......

Ver Índice

12/09/2009

Revisões

Revisão sobre gripe suína - Influenza A (H1N1)

...as restritas não indicam que o vírus adquiriu capacidade de transmissão entre humanos, necessária para causar uma pandemia. Nível de alerta 4 Foi identificada a capacidade de transmissão entre humanos de um vírus influenza animal ou derivado de uma recombinação genética de vírus humano-animal capaz de causar um surto comunitário. A capacidade de causar surtos comunitários sustentados em um......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...ica • A unidade básica de saúde também será responsável pela dispensação diária do Oseltamivir. Se for afastado o diagnóstico de influenza, a unidade de saúde deverá devolver o restante da droga não utilizada ao hospital de referência ou para a vigilância epidemiológica, conforme o fluxo de distribuição do Oseltamivir vigente em cada Unidade Federada 3.5. Isolamento hospitalar Na atual ......

Ver Índice

21/06/2013

Biblioteca Livre

Protocolo de Tratamento de Influenza – 2013

... última exposição conhecida. *Considera-se exposição a pessoa que teve contato com caso suspeito ou confirmado para influenza. 6.1 Indicações da quimioprofilaxia para influenza • Pessoas com risco elevado de complicações (item 1.2.3), não vacinadas ou vacinadas há menos de duas semanas, após exposição a caso suspeito ou confirmado de influenza; • Crianças com menos de 9 ano......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Influenza Pandêmica A(H1N1)2009

...impacto indireto na diminuição do absenteísmo no trabalho e dos gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias, das internações hospitalares e da mortalidade evitável. · Influenza sazonal - A vacina utilizada no Brasil é constituída por três tipos de cepas dos vírus influenza, sendo dois tipos de vírus de influenza A e um vírus de influenza B. Para conferir proteção adeq......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...da mão enluvada com o dedo indicador oposto (sem luvas) e retire a outra luva. 2.4. EPI: Proteção para os Olhos ou Protetor de Face Os óculos de proteção (ou protetor de face) devem ser utilizados para prevenir a exposição do profissional a respingo de sangue, secreções corporais e excreções. Por isso devem ser utilizados quando o profissional de saúde atuar em procedimentos com risco de gera......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Influenza

...a de síndrome gripal; - orientar os cuidadores a observar se há crianças com tosse, febre e dor de garganta, principalmente quando há notificação de surto de síndrome gripal na cidade; os cuidadores devem notificar os pais quando a criança apresentar os sintomas citados; - evitar o contato da criança doente com as demais. Recomenda-se que a criança doente fique em casa, a fim de evitar......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Influenza

...idêmico e alta morbidade, com elevadas taxas de hospitalização em idosos ou pacientes portadores de doenças debilitantes crônicas. Recentemente, tem sido destacado seu potencial pandêmico, resultado da emergência, a intervalos de tempo não muito bem definidos, de novos subtipos virais. Isso configura duas situações epidemiológicas distintas, classificadas como Influenza Sazonal e Influenza Pandêmi......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal