FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Leucemia" obteve 302 resultados.

Página:  de 31

05/02/2014

Revisões Internacionais

Leucemia aguda – Richard A. Larson

... J, Sugiura I, et al. High complete remission rate and promising outcome by combination of imatinib and chemotherapy for newly diagnosed BCR-ABL-positive acute lymphoblastic leukemia: a phase II study by the Japan Adult Leukemia Study Group. J Clin Oncol 2006;24:460–6. 143.de Labarthe A, Rousselot P, Huguet-Rigal F, et al; Group for Research on Adult Acute Lymphoblastic Leukemia (GRAALL). Imatini......

Ver Índice

26/10/2008

Revisões

Leucemias Crônicas

... às leucemias agudas, porém são mais resistentes a quimioterapia. · A LLC é a leucemia crônica originária das células linfóides mais comum. · A LLC é uma neoplasia maligna em que há a proliferação de linfócitos B maduros, porém imunoincompetentes, e que acomete principalmente idosos. A doença costuma ter uma evolução indolente, muitos pacientes não necessitando de tratamento. ·......

Ver Índice

21/07/2014

Revisões

Neoplasias linfoides

...danificadas pela tensão de cisalhamento ao realizar o esfregaço. Na apresentação, a hemoglobina e a contagem de plaquetas estão em geral normais. A medula óssea é variavelmente infiltrada por pequenos linfócitos, cujo imunofenótipo evidencia coexpressão do marcador de linhagem de linfócito B CD19 com o marcador de linfócito T CD5. Se a apresentação primária é a linfadenopatia e uma biópsia de li......

Ver Índice

23/06/2014

Revisões

Neoplasias mieloides

...ção do tratamento e um prognóstico acurado estão fortemente relacionados às informações desses estudos (Quadro 58.4). Os estudos moleculares que evidenciam anormalidades em certos genes, como mutação FLT3, nucleofosmin (NMP1), KIT ou CEBPA, bem como perfis de expressão de genes, apresentam prognóstico significativo em pacientes adultos com LMA (Quadro 58.5). Diagnóstico diferencial É necessá......

Ver Índice

22/04/2014

Revisões Internacionais

Leucemia mieloide crônica e outras neoplasias mieloproliferativas

... da TE 1. Contagem de plaquetas continuamente = 450 x 109/L* 2. Amostra de biópsia de medula óssea mostrando proliferação sobretudo da linhagem megacariocítica, com números elevados de megacariócitos maduros e aumentados; sem aumento significativo nem desvio à esquerda da eritropoiese ou da granulopoiese de neutrófilos 3. Não atender aos critérios da OMS para PV,† MP,‡ LMC,§ SMD¦ou outras neo......

Ver Índice

09/11/2015

Casos Clínicos

Metástase intracraniana de leucemia

...eja a Leucemia/Linfoma de células T, mas metástase cerebral é uma manifestação rara. O diagnóstico histológico é necessário, pois outras causas de lesão como abscessos cerebrais, fungos entre outras devem ser descartadas; neste caso, em particular, um paciente com condição associada à imunosupressão e com manifestação atípica de leucemia, a necessidade de biópisa torna-se imperativa. Metástase in......

Ver Índice

20/01/2017

Artigos

Decitabina em Leucemia Mielóide Aguda e Síndrome Mielodisplásica

...iores entre os indivíduos com um perfil de citogenética de risco desfavorável em relação àqueles com risco intermediário ou perfil de citogenética de risco favorável (29 de 43 [67%] versus 24 de 71 [34%], P<0,001) e entre os indivíduos com mutações de TP53 em comparação com aqueles com o tipo selvagem de TP53 (21 de 21 [100%] versus 32 de 78 [41%], P <0,001). Estudos anteriores têm demonstr......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...ose média: 25 a 150 mg/dia. t Dose de 10 mg três vezes por dia e 20 mg ao deitar, como início do esquema de administração. Aspectos farmacocinéticos clinicamente relevantes t Período de latência: usualmente pode levar 2 a 3 semanas para o início da resposta terapêutica. t Pico sérico em torno de 4 horas. Deve ser dado ao deitar (efeito sedativo máximo durante o sono). t Meia-vida: 9 a 26 ......

Ver Índice

29/01/2016

Revisões Internacionais

Genética molecular do câncer

... na Linha Germinal CCND1 Amplificação, translocação cromossômica. Ciclina D, controle do ciclo celular. Carcinoma de mama e outros carcinomas, linfoma de células B, adenomas paratireoideos. ND BCR-ABL Translocação cromossômica Tirosina quinase quimérica não receptora. LMC, LLA (células T) ND RET Translocação cromossômica Receptores de tirosina qui......

Ver Índice

31/07/2012

Revisões Internacionais

Anemia: defeitos de produção – Elizabeth A. Price, Stanley L. Schrier

...ene codificador do receptor de célula T em uma série mostrou que 9 em 14 pacientes apresentavam um distúrbio clonal de LGL.95 Provavelmente, estas células LGL fazem a mediação direta da inibição da eritropoiese.92,94 Em até 20% dos casos, talvez a APCV possa ser um pródromo das síndromes mielodisplásicas ou da leucemia mieloide aguda.92,95 A eritroblastopenia também ocorre em um pequeno percentua......

Ver Índice

Página:  de 31

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal