FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Manual de Implementacao do Checklist Parte ii Antes de Iniciar a Cirurgia" obteve 13 resultados.

Página:  de 2

17/07/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Manual de Implementação do Checklist: Parte II - Antes de Iniciar a Cirurgia

...simplesmente declarar que não há nada fora do rotineiro a ser lembrado; · Revisão do cirurgião: pode dizer se haverá alguma perda sanguínea volumosa, em que momento precisará de equipamentos especiais ou sobre fases da cirurgia que serão críticas; · Revisão do anestesista: o anestesista pode dizer o que está planejado para possíveis perdas sanguíneas, ou que o paciente tem alguma......

Ver Índice

17/07/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Manual de Implementação do Checklist: Parte II - Antes de Iniciar a Cirurgia

...bióticos. 5. Disponibilidade de exames de imagem · Exames de imagem podem ser críticos para garantir a realização de inúmeras cirurgias, incluindo as ortopédicas, as de coluna, as torácicas e muitos procedimentos e ressecções tumorais; · Deve-se perguntar ao cirurgião se ele precisa de algum exame de imagem, caso não seja necessário, deixar este item checado como “não ......

Ver Índice

04/07/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Manual de Implementação do Checklist da Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...klist provavelmente vai ter de orientar a equipe através deste processo de verificação. Uma possível desvantagem de ter uma única pessoa conduzir o Checklist é que uma relação antagônica poderá ser estabelecida com os outros membros da equipe cirúrgica. O coordenador do Checklist pode e deve impedir que a equipe avance para a próxima fase da cirurgia até que cada item esteja satisfatoriamente abo......

Ver Índice

04/07/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Manual de Implementação do Checklist da Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

... ou profissional da saúde que participe da cirurgia. A verificação é dividida em três fases, cada uma correspondendo a um determinado período de tempo no fluxo normal de um procedimento. O período (1) Antes da Indução Anestésica, o período após a indução e (2) Antes de Iniciar a Cirurgia , e os períodos durante ou imediatamente após o fechamento da ferida operatória, mas (3) Antes do ......

Ver Índice

10/07/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Manual de Implementação do Checklist: Parte I - Antes da Indução Anestésica

...o ou esquerdo, um lado da tireóide, pulmão direito ou esquerdo) ou quando há várias opções ou níveis (um dedo específico, uma vértebra específica, uma lesão de pele específica); · Pode-se marcar o local correto, ou marcar com a palavra “NÃO” os locais que não devem ser operados. 3. Checagem do Equipamento Anestésico · A pergunta é feita ao anestesista; · ......

Ver Índice

10/07/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Manual de Implementação do Checklist: Parte I - Antes da Indução Anestésica

...venosas (cristalóides e/ou colóides). Link para o documento da OMS OBS.: Seguimos no MedicinaNet as recomendações da própria OMS quanto à divulgação de qualquer material oriundo de seu website (http://www.who.int/about/copyright/en/), que permite a veiculação livre de seus materiais para fins educacionais. Manual de Implementação do Checklist: Parte I - Antes da Indução Anestésica Lucas......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 2 – Desenho e avaliação de programas

...entos CABG. 2. Definições da NHSN de infecções associadas a sítios cirúrgicos. 3. Definições do programa Apollo de infecções associadas a sítios cirúrgicos (essas definições são semelhantes às da NHSN). Apollo é a base de dados nacional utilizada pelo Centro de Tratamento Cardíaco. Acompanhamento 1. O Comitê de Controle de Infecções recebe relatórios trimestrais. Sempre que as t......

Ver Índice

14/05/2013

Hospitalar

Papel do enfermeiro na segurança do paciente e nos resultados do atendimento

...de segurança a fim de influenciar as decisões sobre a carga de trabalho. O ideal é limitar as horas extras e os turnos prolongados de trabalho tanto quanto possível: as horas extras e os turnos acima de 12 horas têm sido associados com o aumento nos erros, e o risco começa a se elevar a partir de 8,5 horas.2 A equipe de enfermagem está muitas vezes prestes a cometer um erro causado por falhas no ......

Ver Índice

14/05/2013

Hospitalar

Papel do enfermeiro na segurança do paciente e nos resultados do atendimento

...iares continuariam a verificar os sinais vitais e trabalhar com os pacientes críticos, os AAPs proporcionariam olhos e mãos extras na unidade para responder rapidamente às necessidades do paciente. Responsabilidades dos AAPs · Responder aos chamados da campainha · Auxiliar os pacientes nas atividades da vida diária, como o uso do vaso sanitário e a arrumação do leito · ......

Ver Índice

02/07/2015

Revisões Internacionais

Tratamento de Sintoma em Medicina Paliativa

...ca o tecido subjacente e causa úlceras por pressão [ver Tabela 11].81 Em pacientes terminais, os principais sítios deste tipo de úlcera são a orelha e a pele sobre a coluna dorsal (ápice de cifose), sacro, trocânter femoral maior, cabeça da fíbula e maléolo. Outras causas incluem forças de cisalhamento, atrito e umidade.81 Urina e fezes conhecidamente contêm substâncias que podem irritar a epiderm......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal