FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Profilaxia de Trombose Venosa Profunda Tvp" obteve 21 resultados.

Página:  de 3

06/12/2013

Revisões Internacionais

Tromboembolia venosa

...ologia da insuficiência cardíaca direita na embolia pulmonar (EP) aguda. VD = ventrículo direito; VE = ventrículo esquerdo. Resumindo, a EP pode causar: (1) aumento da resistência vascular pulmonar, como resultado da obstrução vascular, agentes neuro-humorais ou barorreceptores existentes na artéria pulmonar; (2) comprometimento das trocas gasosas atribuível ao espaço morto alveolar aumenta......

Ver Índice

12/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Profilaxia de Trombose Venosa Profunda e Embolia Pulmonar – Abordagem Custo-efetiva

...onada. Esta é preferível pelo menor custo, sendo utilizada na dose de 5.000 unidades a cada 8 horas. Cirurgias com Risco Particularmente Alto de Tromboembolismo Nas cirurgias em pacientes com múltiplos fatores de risco para tromboembolismo venoso, é recomendado que a profilaxia medicamentosa seja associada a métodos mecânicos. Cirurgias em Pacientes com Alto Risco de Sangramento Nos paci......

Ver Índice

12/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Profilaxia de Trombose Venosa Profunda e Embolia Pulmonar – Abordagem Custo-efetiva

...ibilidade do primeiro e pela necessidade de monitoramento relacionada à segunda medicação. PACIENTES CLÍNICOS Apesar de o tromboembolismo venoso ser considerado principalmente em pacientes com cirurgia e trauma recente, 50 a 70% das embolias pulmonares ocorrem em pacientes clínicos, e este risco pode ser reduzido em 70% com profilaxia adequada. Recomendações · Indicar profilaxia nos pa......

Ver Índice

12/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Profilaxia de Trombose Venosa Profunda e Embolia Pulmonar – Abordagem Custo-efetiva

...são gradual. Queimaduras Pacientes com queimaduras e fatores de risco adicionais para tromboembolismo venoso (idade avançada, obesidade, queimaduras extensas ou em membros inferiores, pacientes com trauma em membros inferiores associados, utilização de cateter femoral, imobilidade prolongada) devem receber profilaxia com heparina de baixo peso molecular ou heparina não-fracionada. Em paciente......

Ver Índice

12/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Profilaxia de Trombose Venosa Profunda e Embolia Pulmonar – Abordagem Custo-efetiva

...bidade, em decorrência de síndrome pós-trombótica e hipertensão pulmonar secundária. Sem profilaxia adequada, 40 a 60% dos pacientes clínicos e cirúrgicos de alto risco desenvolvem trombose venosa profunda (TVP) e uma parcela destes pacientes desenvolverá tromboses mais proximais, com maior risco de embolia pulmonar. Logo, é necessário que todo paciente internado tenha o seu risco de tromboembol......

Ver Índice

06/04/2011

Artigos

Pacote de Intervenções para Melhoria de UTI

... recebia as intervenções para a mudança de prática de uma ou outra prática. Os pares escolhidos foram: 1. Prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV) – elevação da cabeceira =30° - e prevenção de trombose venosa profunda (TVP) – anticoagulantes ou meias elásticas; 2. Barreiras estéreis à passagem do cateter venoso central (CVC) – “bundle” com 7 itens - e testes de respiração espon......

Ver Índice

19/03/2013

Revisões

Acessos vasculares

...terapia. Além disso, é possível colher exames e utilizá-lo para a administração de outras drogas, poupando o paciente de punções venosas sem sucesso. Figura 10. Cateter tipo port-o-cath. Complicações Os acessos vasculares, entre eles “ports”, “Hickmans” e “permcaths ”, apresentam baixo índice de complicações; porém, mesmo sendo raras, podem ser importantes, portanto nunca se de......

Ver Índice

12/03/2014

Artigos

Tromboembolismo Venoso em Pós-Operatório: Análise deste Indicador de Qualidade

...ventos de TEV por falta de diagnóstico, em um hospital com adesão de profilaxia baixa, demostraria que este hospital oferece riscos a seus pacientes. Uma vez que trabalhar segurança do paciente é diminuir os riscos de eventos adversos (só tornando sua ocorrência a nível zero, quando viável), sugiro a utilização do indicador de processo neste caso em específico. Bibliografia 1. ......

Ver Índice

28/02/2014

Revisões Internacionais

Distúrbios trombóticos – Lawrence L.K. Leung

... resultar de uma combinação de deficiência de proteína C e uma ou mais mutações pró-trombóticas.11 A trombose venosa cerebral provavelmente responde pelos casos de infarto hemorrágico encefálico que ocorrem em adultos jovens com deficiência de proteína C. A deficiência de proteína S também leva ao desenvolvimento de trombose venosa, inclusive de trombose na veia mesentérica. A gestação e o uso d......

Ver Índice

04/03/2015

Revisões

Novos Anticoagulantes no Tratamento do Tromboembolismo Venoso

...ina são atribuídas ao seu início lento de ação, efeitos farmacológicos variáveis ??e numerosas interações com alimentos e medicamentos. Estas deficiências levaram ao desenvolvimento de novos anticoagulantes orais. Recentemente, diversas opções têm sido estudadas, e em várias situações clínicas, incluindo fibrilação atrial, profilaxia de TEV e tratamento de TEV. É importante ressaltar as diferenças......

Ver Índice

Página:  de 3

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal