FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Sindrome do Neuronio Motor Superior" obteve 24 resultados.

Página:  de 3

15/09/2008

Revisões

Propedêutica Neurológica

...o na pesquisa de rigidez de nuca, ocorre ligeira flexão das coxas e das pernas. · Sinal de Kernig: consiste na impossibilidade de permitir a extensão passiva das pernas quando o paciente está em decúbito dorsal, e as coxas são semifletidas, formando ângulo de 90o com o tronco. B) Irritação radicular · Sinal de Lasègue: caracteriza-se por dor lombar irradiada para a face......

Ver Índice

17/11/2016

Revisões

Esclerose lateral Amiotrófica

...ados, a sobrevida foi prolongada com riluzole por 3-6 meses. O riluzole é a única droga de eficácia comprovada para o tratamento desta desordem, embora os estudos sejam antigos. O riluzole tem efeitos pequenos, mas significativos sobre a função dos pacientes, detectável com tamanhos de amostra muito além que o necessário para realizar o seu benefício de sobrevivência. A dose utilizada é de 50 mg d......

Ver Índice

26/05/2015

Revisões Internacionais

Neuroftalmologia

... a vinte e quatro meses para o aparecimento dos sintomas, e alterações em tecidos proximais induzidas por radiação. A progressão se dá ao longo de semanas a meses e a recuperação espontânea é rara. Os corticosteroides podem ajudar a diminuir o edema no nervo óptico afetado. A neuropatia óptica hereditária de Leber (NOHL) se manifesta como perda visual subaguda a aguda, tipicamente na 2ª ou 3ª déc......

Ver Índice

19/05/2014

Revisões

Doenças neuromusculares

...e inferiores, sinal de Babinski e atrofia e fasciculações na língua (Fig. 95.1 A, B e C). O exame de eletroneuromiografia evidenciou disfunção dos motoneurônios inferiores e superiores. Na ressonância magnética nuclear constatou-se intensa hiperintensidade do trato piramidal na sequência axial T1. O paciente faleceu em um ano por insuficiência respiratória. Figura 95.1 Atrofia da muscula......

Ver Índice

07/09/2008

Revisões

Coma e Alteração no Estado de Consciência

...es pupilares. Controle Pupilar pelo Sistema Nervoso Parassimpático Inicia-se no mesencéfalo, no núcleo de Edinger-Westphal, de onde saem as fibras que vão acompanhar o III nervo e que atingem o gânglio ciliar na órbita e deste a musculatura concêntrica da pupila, responsável pela miose, constrição pupilar. O sistema nervoso parassimpático funciona por meio de estímulos luminosos, compondo o r......

Ver Índice

04/11/2014

Revisões

Trauma raquimedular

...12 torácicos, cinco lombares, cinco sacrais e um coccígeo). O primeiro par emerge entre o occipital e o atlas (CI), de modo que, na coluna cervical, o nervo sobressai cranialmente a sua vértebra correspondente. Somente a partir do primeiro segmento torácico, o nervo espinal emerge caudalmente a sua vértebra correspondente. Cada raiz nervosa recebe informações sensitivas de áreas da pele denominad......

Ver Índice

19/10/2018

Revisões Internacionais

Síndromes de Dor Além das Cefaleias

...plicar o fenômeno dos músculos focais doloridos. Os fatores perpetuadores potenciais incluem distúrbios metabólicos locais, adesão de traumatismos anteriores produzindo atrito e traumatismos adicionais, isquemia local crônica e sensibilização do SNC.51 A dor miofascial é inespecífica e talvez seja muito difícil diferenciá-la de outras causas de dor. O Quadro 20 contém a apresentação clínica d......

Ver Índice

18/11/2014

Revisões

Reabilitação da lesão da medula espinal

...e capaz de produzir contração útil em músculos paralisados, promovendo ganho funcional. O estímulo elétrico concentra-se no nervo e pode ser aferente ou eferente. Na estimulação aferente, o estímulo passa pela medula espinal e causa a contração muscular por via reflexa. Na estimulação eferente, o estímulo reside no nervo, que provoca despolarização da placa motora e contração muscular (Lianza, 199......

Ver Índice

29/08/2009

Revisões

Miopatias Hereditárias

...ltado de esvaziamento gástrico precoce, podem ocorrer náuseas, vômitos e saciedade precoce. Do ponto de vista laboratorial, observam-se aumento de CK, alterações ao ECG, eletromiografia com descargas miotônicas e padrão miopático, hiperglicemia e catarata ao exame de “lâmpada de fenda”. Distrofia Fáscio-escápulo-umeral A distrofia fáscio-escápulo-umeral é uma afecção lentamente progressiva e ......

Ver Índice

25/11/2010

Revisões

Polimiosite e Dermatomiosite

...oração do tratamento, uma vez que diminui antes da melhora clínica e, na reativação da doença, seu aumento precede a fraqueza muscular. Em quadros muito avançados, quando já houve consumo da massa muscular, a CK pode ser normal, o que indica mau prognóstico. Em geral, atinge até 50 vezes o limite superior; incrementos superiores a 100 vezes colocam o diagnóstico em questão. Na miosite por corpúsc......

Ver Índice

Página:  de 3

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal