Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Vacina Dupla dt" obteve 32 resultados.

Página:  de 4

18/06/2012

Remédios

Vacina Contra Difteria e Tétano

...USO INJETÁVEL – DOSES ADULTOS E CRIANÇAS COM MAIS DE 7 ANOS: usar a apresentação Adultos. CRIANÇAS ATÉ 7 ANOS: usar a apresentação Pediátrica. 1 dose aos 2 meses, 4 meses e 6 meses de idade. 1º reforço com 15 meses de idade. 2º reforço com 5 a 6 anos de idade. Depois disso, reforços a cada 10 anos, com vacina dupla de adultos. Cuidados especiais Risco na gravidez Classe C. Am......

Ver Índice

02/08/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Vacina contra Difteria e Tétano

...PLA DT (Butantan); VACINA CONTRA DIFTERIA E TÉTANO (Sanofi-Pasteur) USO INJETÁVEL Injetável Adulto 5 UI/10 mL VACINA DUPLA (DT) Injetável Infantil VACINA DUPLA (DT); VACINA CONTRA DIFTERIA E TÉTANO (Sanofi-Aventis) Armazenagem Antes de Aberto Sob refrigeração (2-8°C). O QUE É [toxoide diftérico + toxoide tetânico; vacina dupla]. PARA QUE SERVE Difteria e tétano (prevenção......

Ver Índice

20/08/2013

Revisões

Imunização em pacientes adultos

... com estrutura bem definida, com alto peso molecular, denominadas imunoglobulinas – que recebem o nome de anticorpos quando são capazes de reagir com o antígeno responsável pelo seu aparecimento (imunidade humoral). As respostas de imunidade humoral são mais duradouras quando há participação de linfócitos T-auxiliares na ativação de linfócitos B. Três classes de imunoglobulinas séricas (IgM, IgG......

Ver Índice

18/06/2012

Remédios

Vacina Contra Difteria, Tétano e Coqueluche

...s de 7 anos que já tiveram coqueluche (nesse caso, usar a vacina dupla infantil); doença do sistema nervoso central; doença grave febril; encefalopatia progressiva; epilepsia não controlada. Avaliar riscos x benefícios História familiar de convulsões; suspeita de doença neurológica. Reações que podem ocorrer (sem incidência definida) GASTRINTESTINAL: falta de apetite. LOCAL DA INJEÇÃO: ......

Ver Índice

02/08/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Vacina contra Difteria, Tétano e Coqueluche

... Reações que Podem Ocorrer (sem incidência definida) GASTRINTESTINAL: falta de apetite. LOCAL DA INJEÇÃO: vermelhidão e enduração no local da injeção (um nódulo pode se formar e durar várias semanas). SISTEMA NERVOSO CENTRAL: calafrios; convulsão; doença do cérebro; febre; irritação; mal-estar; sonolência. OUTRO: choque anafilático; vômito. Atenção ao Utilizar Outros Produtos A vacina ......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Difteria

...ntes do Anexo 1. Proteção da População Logo que se tenha conhecimento da suspeita de casos de difteria deve-se desencadear um bloqueio vacinal seletivo com DTP e/ou dT nas áreas onde o paciente esteve no período de transmissibilidade. Coletar material de comunicantes para pesquisa de portadores e iniciar a quimioprofilaxia dos comunicantes íntimos. É importante lembrar que a vacina DTP é indi......

Ver Índice

24/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 4 – Sistema de Vigilância Epidemiológica de Eventos Adversos Pós-vacinais

...idite Inflamação das parótidas – região submandibular – normalmente acompanhada de febre e mal-estar 38 Poliomielite associada à vacina Paralisia flácida aguda que ocorre entre 4-40 dias após a apl é de 4-85 dias 48 Polirradiculite (síndrome de Guillain-Barré) Inflamação profissional habilitado e realização de exames complementares 18 Púrpura trombocitopênica ......

Ver Índice

24/09/2014

Revisões Internacionais

HIV e SIDA - Christopher J. Hoffmann, Joel E. Gallant

...troviral reg­imens for the initial treatment of HIV-1 infection: a randomized controlled trial. JAMA 296:769, 2006 97. Nettles RE, Kieffer TL, Kwon P, et al: Intermittent HIV-1 viremia (blips) and drug resistance in patients receiving HAART. JAMA 293:817, 2005 98. Stosor V, Palella FJ, Berzins B, et al: Transient viremia in HIV-infected patients and use of plasma preparation tubes. Clin In......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...nos, com consequente aumento no numero de casos da SRC nesses períodos. No Brasil, a vacina tríplice viral (Rubéola, Sarampo e caxumba) foi implantada de forma gradativa, tendo sido iniciada em 1992, no estado de São Paulo, estendida para a totalidade das demais unidades federadas em 2000. Em 1992, foram notificados 2.286 (1,5/100.000 habitantes) casos de Rubéola. Em 1997, a incidência desta doenc......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...uspensão de seu uso, pela possível inadequação da resposta imunológica; uso de sangue ou seus derivados - recomenda-se que as pessoas só sejam vacinadas após 3 meses da data da transfusão; vigência de doenca aguda febril grave, para que sinais e sintomas agravados não sejam atribuídos ou confundidos como efeitos adversos da vacina. Durante a gravidez de maneira geral, não se recomenda a administra......

Ver Índice

Página:  de 4

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal