FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Ácido Fólico

Última revisão: 07/04/2010

Comentários de assinantes: 0

>Reproduzido de:>>>>>

>Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006 [>Link Livre para o Documento Original>>]>>>>>

>Série B. Textos Básicos de Saúde>>>>>

>MINISTÉRIO DA SAÚDE>>>>>

>Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos>>>>>

>Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos>>>>>

>Brasília / DF2008>>>>>

>>> >>>>

>Ácido Fólico>>>>>

>>> >>>>

>Caroline Batista Franco Ribeiro>>>>>

>>> >>>>

>>Na Rename 2006: itens 11 e 14.1>>>>>

>>> >>>>

>>APRESENTAÇÕES>>>>>>>

>      >>>Comprimido 5 mg.>>>>

>      >>>Solução oral 0,2 mg/mL.>>>>

>>> >>>>

>>INDICAÇÕES>1,4-6>>>>>>>>

>      >>>Tratamento de anemia megaloblástica associada à deficiência de ácido fólico.>>>>

>      >>>Suplemento para prevenção de defeito do tubo neural na gravidez.>>>>

>      >>>Profilaxia e tratamento em situações de deficiência de ácido fólico, como em estados hemolíticos crônicos ou em diálise renal.>>>>

>> >>>

>>CONTRA-INDICAÇÕES>1,4>>>>>>>>

>      >>>Anemia megaloblástica não diagnosticada ou outro estado de deficiência de vitamina B12, em que o uso de ácido fólico pode resultar em melhora aparente da anemia, mas não impede a progressão das manifestações neurológicas.>>>>

>      >>>Anemia aplásica e anemias normocíticas.>>>>

>      >>>Hipersensibilidade ao ácido fólico.>>>>

>> >>>

>>PRECAUÇÕES>1>>>>>>>>

>      >>>Resistência a tratamento pode ocorrer com reduzida hematopoiese, alcoolismo e deficiência de outras vitaminas.>>>>

>      >>>Cautela em gestantes que usam anticonvulsivantes como fenitoína, fenobarbital e primidona, pois reduz a eficácia destes.>>>>

>      >>>Categoria de gravidez: A.>>>>

>> >>>

>>ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO>1-3,5,6>>>>>>>>

>Adultos>>

>>Tratamento de Anemia Megaloblástica>>>>>>>

>      >>>5 mg/dia, por via oral, durante 4 meses; após, a mesma dose a cada 7 dias.>>>>

>      >>>Doses de até 15 mg/dia podem ser necessárias em estados de absorção; casos de resistência podem requerer doses maiores.>>>>

>      >>>Na gravidez: 5 mg/dia, até o termo.>>>>

>> >>>

>>Prevenção de Defeito Fetal do Tubo Neural na Gravidez>>>>>>>

>      >>>Prevenção primária: 0,4 a 0,5 mg/dia, por via oral, desde 1 mês antes da concepção até a semana 12 da gravidez.>>>>

>      >>>Prevenção secundária (história de deficiência de ácido fólico em gravidez anterior): 4 a 5 mg/dia, por via oral, desde 1 mês antes da concepção até a semana 12 da gravidez.>>>>

>      >>>Em mulheres sem suplemento e que se suspeitam grávidas, prescrever imediatamente até a semana 12 da gravidez.>>>>

>> >>>

>>Prevenção de Deficiência de Ácido Fólico>>>>>>>

>      >>>0,15 a 0,2 mg/dia, por via oral.>>>>

>      >>>Em gravidez e lactação: 0,8 mg/dia, por via oral.>>>>

>      >>>Em estados hemolíticos crônicos: 5 mg, por via oral, a cada 1 a 7 dias, dependendo do estado da doença.>>>>

>> >>>

>>Tratamento de Deficiência de Ácido Fólico>>>>>>>

>      >>>Dose deve ser individualizada de acordo com a gravidade da deficiência.>>>>

>>> >>>>

>Crianças>>

>>Tratamento de >Anemia Megaloblástica>>>>>>>>

>      >>>Neonatos: 0,5 mg/kg/dia, por via oral, durante 4 meses; após, a mesma dose a cada 7 dias.>>>>

>      >>>1 a 12 meses: 0,5 mg/kg/dia (máximo 5 mg), por via oral, durante 4 meses; após, a mesma dose a cada 7 dias.>>>>

>      >>>Maiores de 1 ano: a mesma dose do adulto.>>>>

>> >>>

>>Prevenção de >Deficiência >de >Ácido Fólico>>>>>>>>

>      >>>1 mês a 12 anos: 0,25 mg/kg/dia (máximo de 10 g), por via oral.>>>>

>      >>>acima de 12 anos: 5 a 10 mg/dia, por via oral.>>>>

>>> >>>>

>>Tratamento de >Deficiência >de >Ácido Fólico>>>>>>>>

>      >>>Dose deve ser individualizada de acordo com a gravidade da deficiência.>>>>

>>> >>>>

>>ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES>4-6>>>>>>>>

>      >>>Quase completamente absorvido pelo trato gastrintestinal.>>>>

>      >>>Pico de efeito: 0,5 a 1,0 hora.>>>>

>      >>>Biotransformação em fígado e plasma.>>>>

>      >>>Eliminação renal.>>>>

>>> >>>>

>>EFEITOS ADVERSOS>4-6>>>>>>>>

>      >>>Reação alérgica, incluindo broncoespasmo, eritema, febre, mal-estar geral, >rash >cutâneo ou prurido (incidência rara).>>>>

>      >>>Náusea, distensão abdominal, desconforto, flatulência, gosto desagradável na boca (doses altas).>>>>

>      >>>Distúrbios do sono, confusão, irritabilidade, agitação, dificuldade de concentração, depressão (doses altas).>>>>

>>> >>>>

>>INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS>1,2,4-6>>>>>>>>

>      >>>Diminui o efeito de fenitoína e seu pró-fármaco fosfenitoína, primidona e fenobarbital, podendo necessitar reajuste de doses e monitoramento.>>>>

>      >>>Pirimetamina pode perder sua eficácia, devendo haver substituição do ácido fólico por ácido folínico.>>>>

>      >>>Sulfassalazina pode diminuir a absorção do ácido fólico.>>>>

>      >>>Redução das concentrações de ácido fólico pode ser induzida por contraceptivos orais, sulfassalazina, antituberculosos, álcool e antagonistas de ácido fólico, como metotrexato, pirimetamina, triantereno, trimetoprima e sulfonamidas. Monitorar e, se necessário, aumentar a suplementação.>>>>

>      >>>A resposta hematopoiética de ácido fólico é antagonizada por cloranfenicol.>>>>

>>> >>>>

>>ORIENTAÇÕES AOS PACIENTES>1,4,5,13>>>>>>>>

>      >>>Ensinar que são fontes alimentares principais de ácido fólico: vegetais verdes, cereais, frutas, fígado.>>>>

>      >>>Alertar que o aquecimento destrói o ácido fólico dos alimentos (50% a 90%).>>>>

>      >>>Orientar para notificar em caso de aparecimento de manifestações neurológicas, gastrintestinais e alérgicas.>>>>

>> >>>

>>ASPECTOS FARMACÊUTICOS>13>>>>>>>>

>      >>>Manter ao abrigo de ar e luz e à temperatura ambiente, de 15 a 30°C. Não congelar.>>>>

>      >>>Incompatibilidade com agentes oxidantes e redutores e íons de metais pesados.>>>>

>> >>>

>>ATENÇÃO: não deve ser administrado em caso de doença maligna dependente de folato.>>>>>>

>> >>>

>>SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO>>>>>>>

>Consta no documento:>>>>

>Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”>>>>

>O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.>>>>

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.