FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Claudicacao Intermitente" obteve 32 resultados.

Página:  de 4

03/02/2016

Casos Clínicos

Claudicação Intermitente

...posta ao tratamento clínico, que consiste em exercícios e terapia farmacológica. Numerosos estudos têm mostrado que a revascularização bem sucedida pode melhorar substancialmente a qualidade de vida do paciente, mas o paciente deve ser capaz de se beneficiar do tratamento (isto é, capacidade de realizar exercício ou ter o estado funcional não limitado por uma outra causa, tal como angina, doenç......

Ver Índice

04/04/2014

Revisões Internacionais

Arteriopatias periféricas – Mark A. Creager

...ca A causa mais frequente de AP é a aterosclerose. A patologia da aterosclerose que afeta os membros é similar à patologia da aterosclerose da aorta, artérias coronárias e artérias cerebrais extracranianas. Dentre os pacientes que apresentam sintomas de AP, cerca de 80% apresentam estenose arterial femoral-poplítea; 30% têm lesões nas artérias aorta ou ilíaca; e 40% apresentam estenose arterial t......

Ver Índice

15/03/2016

Revisões Internacionais

Doenças arteriais periféricas

...evidence-based review. Circulation 2007;116:2203–15. 59. Krankenberg H, Schluter M, Steinkamp HJ, et al. Nitinol stent implantation versus percutaneous transluminal angioplasty in superficial femoral artery lesions up to 10 cm in length: the Femoral Artery Stenting Trial (FAST). Circulation 2007;116:285–92. 60. Mwipatayi BP, Hockings A, Hofmann M, et al. Balloon ang......

Ver Índice

06/11/2013

Revisões

Doença Vascular Periférica

... Gelijns A, Morrissey N, Dayal R, McKinsey JF, et al. An analysis of the outcomes of a decade of experience with lower extremity revascularization including limb salvage, lengths of stay, and safety. J Vasc Surg. 2010;51(4):878-85. Falluji N, Mukherjee D. Contemporary management of infrapopliteal peripheral arterial disease. Angiology. 2011;62(6):490-9. Fowkes FG, Low LP, Tuta S, Kozak J. Ankle-......

Ver Índice

01/03/2010

Artigos

Enxaqueca e doença cardiovascular

...imo, o estudo traz novas perguntas: 1) a frequência e a intensidade das crises tem alguma influência sobre o risco de DCV?, 2) o tratamento profilático reduz o risco cardiovascular?, 3) o uso de anti-inflamatórios durante as crises pode ter algum impacto adicional no risco cardiovascular? Bibliografia 1. Bigal ME, Kurth T, Santanello N, Buse D, Golden W, Robbins M, Lipton RB. Migraine and......

Ver Índice

22/08/2012

Revisões Internacionais

Cefaleia – Randolph W. Evans

... para tratar é de 9) em termos de prevenção de recidivas e é ineficaz para o tratamento agudo da dor de enxaqueca.31 As opções de medicações incluem as seguintes: 1. 4 ou 6 mg de sumatriptano; SC 2. 0,5 a 1 mg de DHE; SC, IM, via intravenosa (IV) (o DHE e os triptanos não devem ser administrados dentro de um período de 24 horas após a administração de cada um) 3. Metoclopramina 10......

Ver Índice

09/10/2015

Artigos

Angioplastia com Paclitaxel para Doença Arterial Periférica

...meabilidade primária da lesão-alvo em 12 meses (definida como ausência de reestenose ou necessidade de revascularização da lesão-alvo). O ponto final primário de segurança (eventos adversos) foi um composto de ausência de morte perioperatória por qualquer causa e ausência aos 12 meses de morte relacionada com o membro (ou seja, a morte de uma complicação médica relacionada a um membro), amputação ......

Ver Índice

15/10/2018

Revisões Internacionais

Cefaleia e Dor Facial

...cido acetilsalicílico ou acetaminofeno, isoladamente ou em combinação com cafeína; aos medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (Aines); ao isometepteno em combinação com outros agentes; ou ao butalbital com outros agentes. Entretanto, o uso excessivo de qualquer uma dessas medicações poderá levar à CEM. O uso frequente de butalbital também poderá resultar em dependência ou em síndromes de ......

Ver Índice

07/06/2017

Revisões

Doença de Buerger

...a é caracterizada por um trombo altamente inflamatório, composto por uma variedade de tipos celulares: linfócitos, neutrófilos, células gigantes e microabscessos ocasionais. A inflamação é tipicamente mais intensa no próprio coágulo do que dentro das paredes dos vasos sanguíneos afetados. A necrose fibrinoide, uma marca registrada da maioria das vasculites sistêmicas, está ausente na TAO. O Quadr......

Ver Índice

27/10/2011

Artigos

Tabagismo e doença arterial periférica em mulheres

...pos, os riscos relativos foram de 2,52 (IC95% 1,49-4,25), 6,75 (IC95% 4,33-10,52) e de 11,09 (IC95% 6,94-17,72). Comparado com as fumantes atuais, os riscos relativos para quem estava abstinente a menos de 10 anos, entre 10 e 20, mais de 20 anos ou por toda a vida, foram de 0,39 (IC95% 0,24-0,66), 0,28 (IC95% 0,17-0,46), 0,16 (IC95% 0,10-0,26) e 0,08 (IC95% 0,05-0,12), respectivamente. A análise......

Ver Índice

Página:  de 4

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal