FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Corrimento Vaginal" obteve 29 resultados.

Página:  de 3

25/10/2009

Biblioteca Livre

5 Síndromes Clínicas Principais

...concepcional: o dispositivo intra-uterino (DIU) pode representar um risco três a cinco vezes maior para o desenvolvimento de uma DIP se a paciente for portadora de cervicite; • Já ter tido DIP: pacientes com salpingite prévia têm uma chance aumentada em 23% de desenvolver um novo episódio infeccioso; • Ter parceiro sexual portador de uretrite. Para o diagnóstico clínico, é necessár......

Ver Índice

04/09/2009

Revisões

Sangramento Genital Anormal

...es. A maioria dos casos será investigada e tratada no âmbito primário de atenção de saúde; entretanto, algumas pacientes podem requerer hospitalização em razão de hipovolemia, sangramento profuso, anemia grave e/ou tratamento de doenças específicas, como as neoplasias ginecológicas. O ciclo menstrual normal varia de acordo com a idade e a população estudada. Em média, o ciclo menstrual normal dur......

Ver Índice

23/11/2018

Revisões

Vulvovaginite

... serem fortemente colonizadas por espécies de cândida. A candidíase vulvovaginal é rara na pré-menarca, mas é comum em crianças menores de 2 anos de idade. Deve-se considerar a hipótese de diabetes melito juvenil não diagnosticada ou outras formas de imunossupressão se a candidíase for diagnosticada em uma criança que já utiliza o banheiro sozinha. A incidência diminui após a menopausa, a menos q......

Ver Índice

18/12/2013

Revisões

Doenças sexualmente transmissíveis

...icites As infecções mais comuns associadas a corrimento uretral ocorrem devido a Neisseria gonorrhoeae e C. trachomatis. Outras DSTs causadoras de uretrite incluem Mycoplasma genitalium, Ureaplasma urealyticum e tricomoníase. Gonorreia Definição. A gonorreia é uma uretrite causada por N. gonorrhoeae, diplococo gram-negativo intracelular. Epidemiologia. A distribuição dessa doença é unive......

Ver Índice

25/10/2009

Biblioteca Livre

2 Abordagem Integral ao Portador de DST

...astados, agachada ou deitada). • o anel móvel deve ser apertado e introduzido na vagina. Com o dedo indicador ele deve ser empurrado o mais profundamente possível para alcançar o colo do útero; a argola fixa (externa) deve ficar aproximadamente 3 cm para fora da vagina; durante a penetração o pênis deve ser guiado para o centro do anel externo; • deve ser utilizado um novo preservativo......

Ver Índice

20/06/2009

Revisões

Cólica Menstrual

...os casos de dismenorreia primária que não melhoram com o tratamento e cujos exames complementares não conseguem detectar alterações. · Histeroscopia: padrão de referência para a avaliação do canal cervical e da cavidade uterina. DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL O principal diagnóstico diferencial é entre a dismenorreia primária (benigna, funcional) e a secundária (sintoma de doença pélvica orgân......

Ver Índice

24/10/2018

Casos Clínicos

Doença Inflamatória Pélvica com Abscesso Tuboovariano

...ncapacidade de tratamento e seguimento ambulatoriais), deve ser prescrita cefoxitina intravenosa associada à doxiciclina via oral. Alternativamente, pode ser prescrita clindamicina associada à gentamicina endovenosos. Pacientes que tenham outra etiologia cirúrgica suspeita ou sinais de peritonite por rotura de abscesso devem ser prontamente encaminhadas à avaliação de cavidade. É comum a ocorrênc......

Ver Índice

19/01/2009

Revisões

Infecção do Trato Urinário

... classificação apresenta importância na forma de tratamento. A ITU é a infecção bacteriana mais comum no ser humano. É a 2ª infecção mais frequente, só sendo ultrapassada pela gripe, que é de origem viral. Embora as ITU geralmente sejam fáceis de diagnosticar e curar, uma série de fatores devem ser levados em conta para se conseguir a melhor forma de tratamento. As recomendações para o diagnóstic......

Ver Índice

14/07/2014

Revisões

Infecção urinária

...m antimicrobianos está indicada para pacientes com mais de três infecções por ano. Referência 1. Nicolle LE, Bradley S, Colgan R, Rice JC, Schaeffer A, Hooton TM, et al. Infectious Diseases Society of America guidelines for the diagnosis and treatment of asymptomatic bacteriuria in adults. Clin Infect Dis.2005;40(5):643-54. Leituras Recomendadas Colgan R, Nicolle LE, McGlone A, Hooton TM......

Ver Índice

28/01/2015

Remédios

Metronidazol (vaginal)

...ação ocular). Metronidazol (vaginal) – Associações (ver orientações dos fabricantes) G: tem Genérico Colpistatin – tricomonicida vaginal; fungicida vaginal – tricomoníase vaginal; monilíase (candidíase) vaginal – creme. Cada 4 g contém: metronidazol 250 mg + nistatina 100.000 UI + cloreto de benzalcônio 5 mg. Aché. Flagyl Nistatina – tricomonicida vaginal fungicida vaginal – tricomoníase va......

Ver Índice

Página:  de 3

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.