FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Leishmaniose Visceral lv" obteve 32 resultados.

Página:  de 4

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...mente exigem a suspensão do tratamento. Porém, nas doses de 20mg/Sb+5/kg/dia, o antimonial pode atingir o limiar de toxicidade, podendo levar a alterações cardíacas ou renais que obriguem a suspensão do tratamento. Por isso, deve-se proceder ao acompanhamento eletrocardiográfico prévio e semanal e avaliação da função renal, especialmente em pacientes acima de 50 anos. É aconselhável que a medicaçã......

Ver Índice

31/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral (LV)

...nsmissão direta da LV de pessoa a pessoa. Período de Incubação É bastante variável tanto para o homem, como para o cão. No homem varia de 10 dias a 24 meses; em média, de 2 a 6 meses, e, no cão, varia de 3 meses a vários anos, com média de 3 a 7 meses. Período de Transmissibilidade O vetor poderá se infectar enquanto persistir o parasitismo na pele ou no sangue circulante dos animais res......

Ver Índice

31/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral (LV)

... anos, com média de 3 a 7 meses. Período de Transmissibilidade O vetor poderá se infectar enquanto persistir o parasitismo na pele ou no sangue circulante dos animais reservatórios. Complicações As mais frequentes são de natureza infecciosa bacteriana. Dentre elas, destacam-se: otite média aguda, otites, piodermites e afecções pleuropulmonares, geralmente precedidas de bronquites, traque......

Ver Índice

03/06/2014

Revisões Internacionais

Infecções por protozoários – Wesley C. Van Voorhis

... congestiva. É comum observar anormalidades eletrocardiográficas, particularmente o bloqueio de ramo direito. Os exames de enema ou de deglutição de bário podem mostrar um megaesôfago ou doença de megacólon. Outros métodos, além da PCR ou do xenodiagnóstico, raramente conseguem detectar organismos no sangue. De modo semelhante, é difícil demonstrar os parasitas em tecidos afetados. Comumente, apen......

Ver Índice

15/05/2017

Revisões Internacionais

Febre Após Retorno de Viagem

...ão estão associadas a enfermidades febris agudas. A esquistossomose pode causar complicações neurológicas, ainda que elas não ocorram durante a fase febril aguda da enfermidade. Febre e sintomas respiratórios As infecções respiratórias, durante e/ou depois de viagens, são muito comuns e ocorrem em 20% ou mais de viajantes. Um estudo que envolveu viajantes norte-americanos descobriu que 26%......

Ver Índice

05/06/2009

Biblioteca Livre

Co-morbidades e Co-infecções no paciente com HIV

...e reconstituição imune após a TARV24, ocasionando piora nas provas de função hepática, possivelmente pelo aumento do processo inflamatório25. Pacientes co-infectados HIV/HBV podem evoluir com “HBV oculto”, caracterizado por carga viral baixa de HBV DNA e HBsAg negativo26, 27. A co-infecção HIV/HBV está associada à pior resposta do HBV ao tratamento com alfa-interferon e ao aumento de hepatotoxici......

Ver Índice

04/12/2014

Remédios

Anfotericina B (LIPOSSOMAL)

... Água Estéril para Injeção. Volume: 12 mL. Agitar por 30 segundos ou até que todo o pó seja disperso. Atenção: reconstituir somente com Água Estéril para Injeção, pois outros diluentes podem provocar a precipitação do produto. Aparência da solução reconstituída: suspensão amarela translúcida. Estabilidade após reconstituição refrigeração (2°-8°C): 24 horas. Diluição Diluente: Glicose 5%. Vol......

Ver Índice

04/06/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Anfotericina B (LIPOSSOMAL)

...diluição com Glicose 5%: iniciar a infusão até 6 horas após a diluição, proteger da luz. TEMPO DE INFUSÃO: 2 horas. Se a droga for bem tolerada, o tempo pode ser reduzido para 1 hora. Se houver desconforto, o tempo de infusão deve ser aumentado. ATENÇÃO: não utilizar filtro de linha com poro de diâmetro menor que 1 µm. Se necessário, lavar o cateter com Glicose 5% antes da infusão. USO IN......

Ver Índice

09/12/2009

Biblioteca Livre

Referências Bibliográficas

... do Maranhão - Brasil: avaliação terapêutica e correlação do perfil imunológico entre pacientes e seus familiares. 1998. Tese (Doutorado em Doenças Infecciosas e Parasitárias)–Escola Paulista de Medicina, São Paulo, 1998. ______. Leishmaniose cutânea difusa: revisão. Anais Brasileiros de Dermatologia, v.73, p. 565-576, 1998. ______. Disseminated cutaneous leishmaniasis in a field clinic in Bahia......

Ver Índice

29/08/2009

Casos Clínicos

Medicações antiparasitárias

... não imunizados, deve ser tratado como malária severa. · Tratamento: em infecções por Plasmodium vivax e ovale, indica-se a combinação de cloroquina e primaquina. Já em pacientes com infecção mista do Plasmodium vivax e falciparum, o tratamento de escolha é com quinino e doxiciclina. Para infecções somente por Plasmodium falciparum, a droga de escolha é a mefloquina via oral e, em pacien......

Ver Índice

Página:  de 4

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.