FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Manifestacoes Neuropsiquiatricas do Lupus Eritematoso Sistemico" obteve 10 resultados.

Página:  de 1

27/07/2016

Revisões

Manifestações Neuropsiquiátricas do Lúpus Eritematoso Sistêmico

... da doença. Além disso, preditores para o desenvolvimento de novos ou agravamento de lesões da substância branca existentes incluem antecedente de envolvimento do SNC, títulos elevados de anticorpos antifosfolípides, dose de corticosteroide total, entre outros fatores. Exames com tomografia por emissão de pósitrons / PET, Espectroscopia MR e cintilografia de perfusão e tomografia computadorizada......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Lúpus Eritematoso Sistêmico

...stações articulares, serosite e febre associada a doença. · Os antimaláricos são utilizados independente da manifestação, pois induzem mais freqüentemente remissões prolongadas. São drogas de primeira escolha em pacientes com manifestações cutâneas e articulares. · Os quadros hematológicos como plaquetopenia e hemólise requerem doses altas de prednisona nas fases iniciais. Nos ca......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Lúpus Eritematoso Sistêmico

...a na deficiência de G6PD. O uso da azatioprina deve ser considerado nos quadros cutâneos mais graves, mas está particularmente indicado quando existe vasculite associada. O metotrexate é uma excelente indicação na existência de quadros cutâneos e articulares. Os quadros hematológicos como plaquetopenia e hemólise requerem doses altas (de 0,6 a 1 mg/kg/dia) de prednisona nas fases iniciais. Nos ca......

Ver Índice

13/06/2016

Revisões

Lúpus Eritematoso Sistêmico

...a de morte em pacientes com LES, mas séries recentes têm mostrado que o risco cardiovascular é aumentado nesses pacientes e pode ser a maior causa de mortalidade com uma coorte de mulheres com LES mostrando que causas cardiovasculares representaram 48% das mortes. O reconhecimento de que a aterosclerose está intimamente ligada com o sistema imunológico se reflete na associação bem descrita de mui......

Ver Índice

01/10/2008

Revisões

Mialgia

...tica caracteriza o período de infecção, enquanto a fase em que há declínio da temperatura e diminuição dos sintomas corresponde à fase de remissão e dura 48 horas para o P. falciparum e P. vivax (febre terçã) e 72 horas para o P. malarie (febre quartã). Caso o paciente não receba terapêutica adequada pode evoluir para as formas graves complicadas, caracterizadas por hipoglicemia, convulsões, vômit......

Ver Índice

08/08/2012

Revisões Internacionais

Lúpus eritematoso sistêmico – Michael D. Lockshin

...nifestações comuns do LES ativo. Alguns pacientes apresentam febre alta (> 40 ºC). No entanto, mesmo com febre alta, os calafrios são incomuns e, quando ocorrem, sugerem a ocorrência de infecção. Assim como as manifestações órgão-específicas do lúpus, os sintomas variam consideravelmente durante o dia e no decorrer das semanas. Em cerca de 1/3 dos pacientes com lúpus, a exposição solar (geralme......

Ver Índice

09/01/2014

Revisões Internacionais

Menopausa – Susan D. Reed, Eliza L. Sutton

... Câncer de cólon Dieta rica em fibras, para prevenção primária (e não secundária) de pólipos Aspirina,* se houver história familiar de adenoma ou câncer de cólon Remoção de pólipos adenomatosos A TH* é efetiva, mas não é recomendada para esta indicação† Triagem periódica‡ por exame de sangue oculto nas fezes ou sigmoidoscopia Diabetes melito Prática regular de exercícios ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...inuar por 3 dias, seguido de 75 mg/m2 de docetaxel, infusão intravenosa durante 1 hora, no dia 1, seguido de 75 mg/m2 de cisplatina, infusão intravenosa durante 1 a 3 horas, no dia 1, seguido por 750 mg/m2/ dia, infusão intravenosa contínua por 24 horas, nos dias de 1 a 5. Repetir o ciclo a cada 3 semanas. Aspectos farmacocinéticos clinicamente relevantes t Liga-se em 90% às proteínas plasmá......

Ver Índice

17/11/2008

Revisões

Febre Reumática

...iestreptolisina O ou ASLO, antidesoxirribonuclease B ou antiDNAase B, anti-hialuronidase etc.) * Velocidade de hemossedimentação (VHS) e/ou proteína C reativa (PCR) e/ou alfa-1 glicoproteína ácida. Deve-se salientar que o período de latência de 2 a 3 semanas entre a infecção estreptocócica e a manifestação de febre reumática leva à redução considerável da positividade da cultura d......

Ver Índice

22/07/2009

Revisões

Doença Mista do Tecido Conectivo

... ex., alterações pulmonares) ou do próprio órgão, como estenoses. DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL Os diagnósticos diferenciais mais importantes são as outras doenças difusas do tecido conectivo, desde que afastados quadros infecciosos e neoplásicos, como já citado. Dentre essas síndromes, LES, DPM, ES e DRe podem se confundir. Os pacientes, como já comentado, podem apresentar manifestações dessas do......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal |

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.