FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Introdução

Última revisão: 17/05/2009

Comentários de assinantes: 0

Reproduzido de:

Dermatologia na Atenção Básica de Saúde / Cadernos de Atenção Básica Nº 9 / Série A - Normas de Manuais Técnicos; n° 174 [Link Livre para o Documento Original]

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretaria de Políticas de Saúde

Departamento de Atenção Básica

Área Técnica de Dermatologia Sanitária

BRASÍLIA / DF – 2002

 

INTRODUÇÃO

A transformação do Guia para o Diagnóstico e Tratamento das Principais Dermatoses da Infância de Interesse Sanitário para Dermatologia na Atenção Básica à Saúde, vem atender a uma expressiva demanda dos profissionais da rede básica de saúde, uma vez que as doenças de pele continuam figurando entre as três primeiras causas de demanda aos serviços de saúde. Esta edição, revisada e ampliada, vem atender além das crianças, a população de qualquer faixa etária.

É importante lembrar que a pele é o maior órgão do corpo humano, uma barreira importante entre nosso organismo e o meio exterior. Além de ser capaz de despertar sensações, expressa um sem número de significativos sinais e sintomas, que são de auxilio fundamental na identificação de doenças.

As doenças que acometem a pele podem estar restritas a ela ou, por vezes a pele expressa sinais e sintomas como a primeira manifestação, ou manifestação tardia de doenças sistêmicas.

Não menos importante é lembrar que o exame físico da pele deve ser feito sob iluminação adequada, preferentemente sob luz natural e quando não for possível sob luz fluorescente. Deve-se valorizar sinais com alteração da cor (acromia, hipocromia, hipercromia, eritema...), com alteração da espessura (atrofia, hiperceratose...), a presença ou ausência de sintomas como prurido, dor e ardor. Todos são elementos auxiliares no diagnóstico e conseqüente instituição da terapêutica adequada.

Esse guia não tem a pretensão de ser um compêndio dermatológico, tem somente a intenção de servir de auxilio aos colegas profissionais de saúde, ratificando que por vezes os mecanismos de Referência e Contra Referência poderão e deverão ser acionados para atender os pacientes que necessitarem de assistência especializada.

Além do agradecimento aos editores e autores, registro de forma especial o agradecimento ao Centro Nacional de Epidemiologia e a Fundação Alfredo da Mata, pelo material cedido para composição de parte desse material.

Registro ainda a preocupação da ATDS em selecionar dermatologistas experientes, de algum modo ligados à área de Saúde Pública e com representatividade de todas as regiões do país, com vistas a conferir visão epidemiológica nacional ao guia.

Três capítulos finais foram incluídos de modo a auxiliar na utilização deste Guia no campo, são eles:

 

      Recomendações para Uso de Corticosteróides.

      Glossário Dermatológico.

      Documentação Fotográfica.

 

 

Gerson Fernando Mendes Pereira

Coordenador da Área Técnica de Dermatologia Sanitária

 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO

Consta no documento:

“Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”

O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal