Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Isoniazida

Última revisão: 06/01/2010

Comentários de assinantes: 0

Reproduzido de:

Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006 [Link Livre para o Documento Original]

Série B. Textos Básicos de Saúde

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos

Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos

Brasília / DF – 2008

 

Isoniazida

 

Paloma Michelle de Sales

 

Na Rename 2006: item 5.1.15

 

APRESENTAÇÃO

      Comprimido 100 mg.

 

INDICAÇÕES1,5

      Tratamento da tuberculose.

      Profilaxia de tuberculose.

 

CONTRA-INDICAÇÕES5

      Doença hepática aguda.

      Hepatite associada ao uso prévio de Isoniazida.

      Hipersensibilidade a Isoniazida ou algum componente da fórmula.

 

PRECAUÇÕES1,4,5

      Cautela em pacientes com insuficiência renal crônica (ver apêndice D), doença hepática crônica, diabetes melito, porfiria, dependência crônica de álcool.

      Atentar para os sintomas prodrômicos de hepatite associada ao fármaco: fadiga, anorexia, mal-estar, náusea e vômito.

      A suplementação de piridoxina previne o aparecimento de neurite periférica.

      Fazer periodicamente exames oftalmológicos, mesmo na ausência de sintomas.

      Lactação (ver apêndice B).

      Categoria de risco na gravidez (FDA): C.

 

ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO162

Tratamento da Tuberculose

      Ver monografia Isoniazida + rifampicina.

      Nos primeiros 2 meses de terapia, pirazinamida, rifampicina e Isoniazida são administrados diariamente; nos 6 meses seguintes, rifampicina e Isoniazida são administrados diariamente ou em 2 vezes por semana.

 

Profilaxia para tuberculose

Tipo

Dose única diária

Duração

Primária

Adulto: 300 mg

2 até 6 meses

Criança: 5 mg/kg

2 até 6 meses

Idoso: considerar se há indicação

 

Secundária

10 mg/kg, até 400 mg

12 meses

 

Ajuste de Dose em Insuficiência Renal e Hepática

      Ver monografia Isoniazida + rifampicina.

 

ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES5

      Meia-vida: 2 a 5 horas (acetiladores lentos) e 30 a 100 minutos (acetiladores rápidos).

      Metabolismo: hepático.

      Excreção: urina (75% a 95%), fezes e saliva.

 

EFEITOS ADVERSOS1,5

      Hipertensão, palpitação, taquicardia, vasculite.

      Náusea, vômito, diarréia e dores abdominais.

      Reações de hipersensibilidade, urticária, febre, rash, artralgias, eritema multiforme, xerostomia, erupções acneiformes, prurido e síndrome de Stevens-Johnson.

      Neuropatia periférica.

      Agranulocitose, anemia hemolítica, trombocitopenia e aplasia medular.

      Neurite óptica, visão borrada.

      Psicose tóxica e convulsão.

      Hepatotoxicidade.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS5

      Aumento de efeito de Isoniazida: ácido paraminossalicílico, etionamida.

      Diminuição de efeito de Isoniazida: etanol.

      Isoniazida aumenta a toxicidade de paracetamol, carbamazepina, diazepam, petidina, fenitoína, rifampicina, teofilina, varfarina.

      Isoniazida reduz os efeitos de enflurano, itraconazol, cetoconazol, levodopa.

      A eficácia dos contraceptivos orais fica reduzida durante o tratamento antituberculoso, e controle alternativo do planejamento familiar deve ser oferecido.

 

ORIENTAÇÕES AOS PACIENTES1,5

      Orientar para ingerir o medicamento com estômago vazio ou 1 hora antes ou 2 horas após as refeições. Alimentos reduzem a absorção.

      Alertar para não ingerir bebida alcoólica durante o tratamento.

 

ASPECTOS FARMACÊUTICOS5

      Deve-se manter a temperatura de até 25 ºC, protegido de calor, umidade e ao abrigo de luz.

 

ATENÇÃO: profilaxia com Isoniazida pode evitar o aparecimento de doença clínica em comunicantes bacilíferos e em pessoas de alto risco, especialmente imunodeficientes.

 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO

Consta no documento:

“Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”

O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal