FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Bortezomibe

Última revisão: 05/06/2010

Comentários de assinantes: 0

Bortezomibe (INJETÁVEL) (nome genérico) (substância ativa). Informações sobre contra-indicações, efeitos colaterais/adversos, posologia, indicações, interações medicamentosas e formas de administração.

 

MARCA COMERCIAL

VELCADE (Jassen-Cilag)

 

GENÉRICO

Não

 

USO INJETÁVEL

Injetável (pó) 3,5 mg

VELCADE

 

Armazenagem Antes de Aberto

Tmperatura ambiente (15-30°C).

Proteção à luz: sim, necessária.

 

O QUE É

O Bortezomibe é antineoplásico [inibidor da proteosoma 26S].

 

PARA QUE SERVE

Mieloma múltiplo (tratamento).

 

COMO AGE

Inibe o proteossomo 26S que impede a proteólise e causa a ruptura dos mecanismos de homeostase, o que pode levar à morte celular.

 

COMO SE USA

Uso Injetável – Via Intravenosa Direta

Bortezomibe (pó) 3,5 mg

RECONSTITUIÇÃO

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9%. Volume: 3,5 mL.

Estabilidade após reconstituição: Temperatura até 25°C: 8 horas.

 

TEMPO DE INJEÇÃO: 3 a 5 segundos.

 

USO INJETÁVEL - DOSES

Adultos

Tratamento – Regime de 21 Dias

1,3 mg/m2, 2 vezes por semana, durante 2 semanas (dias 1, 4, 8 e 11); seguido por período de 10 dias de descanso.

 

Tratamento – Regime de 35 Dias

1,3 mg/m2, 1 vez por semana, durante 4 semanas (dias 1,8,15 e 22); seguido por um período de 13 dias de descanso.

 

ATENÇÃO: as doses devem ser admnistradas entre um período de no mínimo 72 horas entre elas.

 

Ajuste de Dose de Acordo com Neuropatia Periférica

Ajustar a dose se ocorrer neuropatia periférica grave. A dose ajustada deve ser administrada por 2 semanas, seguido de período de 10 dias de descanso.

 

Gravidade da neuropatia

Manifestações

Ajuste de dose

GRAU 1

Parestesia e/ou perda dos reflexos, sem dor ou perda da função

Sem modificações na dose

Com dor

1 mg/m2, 2 vezes por semana

GRAU 2

Interferência com a função mas sem interferências com as atividades do dia-à-dia

1 mg/m2, 2 vezes por semana

Com dor

Descontinar temporariamente até resolução das manisfestações de toxicidade.

Retomar o tratamento com 0,7 mg/m2, 1 vez por semana.

GRAU 3

Interferências com as atividades do dia-a-dia

Descontinar temporariamente até resolução das manisfestações de toxicidade.

Retomar o tratamento com 0,7 mg/m2, 1 vez por semana.

GRAU 4

Debilitante

Descontinar o tratamento

 

Ajuste de Dose de Acordo com Efeitos Hematológicos e Não Hematológicos

Descontinar temporariamente o tratamento na ocorrência de toxicidade hematológica grau 4 (ex: trombocitopenia grau 4 [plaquetas < 25.000/ mm3]) ou não-hematológica grau 3 (qualquer efeito que não seja neuropatia periférica). Após resolução da toxicidade, retomar o tratamento com 25% da última dose utilizada. A dose ajustada deve ser administrada 1 vez por semana, durante 2 semanas, seguido de período de 10 dias de descanso.

 

CUIDADOS ESPECIAIS

Risco na Gravidez

Risco D: Há evidências de risco em fetos humanos. Só usar se o benefício potencial justificar o risco potencial, em situações de risco de vida ou em casos de doenças graves para as quais não se possa utilizar drogas mais seguras, ou se estas drogas não forem eficazes.

 

Amamentação

Não se sabe se é distribuído no leite. Risco potencial para o lactente; não amamentar.

 

Não Usar o Produto

Hipersensibilidade ao Bortezomibe, boro ou manitol; crianças menores de 18 anos (eficácia e segurança não estabelecidas).

 

Avaliar Risco X Benefícios

Função hepática diminuída; função renal diminuída (principalmente pacientes com clearance de creatinina < 13 mL/min ou aqueles submetidos à hemodiálise).

 

Reações Mais Comuns (sem incidência definida)

SISTEMA NERVOSO CENTRAL: fraqueza; neuropatia periférica; desordem psiquiátrica; dor de cabeça; insônia; tontura; ansiedade.

GASTRINTESTINAL: diarreia; diminuição da fome; constipação; vômito; falta de apetite; má-digestão.

HEMATOLÓGICO: diminuição das plaquetas no sangue; anemia; inchaço; diminuição dos neutrófilos no sangue; pressão baixa.

MUSCULO-ESQUELÉTICO: dor nas juntas; dores nos membros; parestesia e disestesia (ver Apêndice); dor óssea; dor muscular; dor nas costas.

RESPIRATÓRIO: dificuldade para respirar; infecção do trato respiratório; tosse; pneumonia.

DERMATOLÓGICO: erupção na pele; coceira.

OUTRO: desidratação; visão borrada.

 

Atenção ao Utilizar Outros Produtos

O Bortezomibe:

      Pode aumentar o risco de hipotensão com: agentes hipotensores.

      Pode aumentar ou diminuir a ação de: antidiabéticos orais.

 

OUTRAS CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES

      Tomar água regularmente (evitar desidratação).

      Cuidadeo ao dirigir ou executar tarefas que exijam atenção.

      Pacientes diabéticos devem medir a concentração de glicose no sangue frequentemente e informar qualquer alteração incomum ao seu médico.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal