Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Pramipexol

PRAMIPEXOL (ORAL) (nome genérico) (substância ativa)

 

Referência

SIFROL (Boehringer Ingelheim)

 

Genérico

Não

 

Dicloridrato de PRAMIPEXOL

Uso oral

Comprimido 0,125 mg

SIFROL

 

Comprimido 0,25 mg

SIFROL

 

Comprimido 1 mg

SIFROL

 

O que é

Antiparkinsoniano; antidiscinético [agonista dos receptores da dopamina].

 

Para que serve

Doença de Parkinson (idiopática).

 

Como age

É um agonista (“estimulante”) da dopamina.

 

Como se usa

USO ORAL - DOSES

     doses em termos de dicloridrato de PRAMIPEXOL.

     iniciar com subdoses e aumentá-las progressivamente, para evitar intolerância e queda de pressão ao mudar de posição (hipotensão postural).

 

ADULTOS (com função renal normal):

Dose inicial: 0,125 mg, 3 vezes no primeiro dia; 0,250 mg, 3 vezes no segundo dia; 0,5 mg, 3 vezes no terceiro dia; 0,75 mg, 3 vezes no quarto dia; 1 mg, 3 vezes no quinto dia; 1,25 mg, 3 vezes no sexto dia; 1,5 mg, 3 vezes no sétimo dia.

Manutenção: geralmente bem rolerado entre 1,5 e 4,5 mg por dia, divididos em 3 tomadas (sozinho, ou junto com levodopa).

 

IDOSOS: pacientes com mais de 65 anos podem ter maior risco de desenvolver alucinações.

 

PACIENTE COM DIMINUIÇÃO DA FUNÇÃO RENAL: pode ser necessário diminuir doses.

 

CRIANÇAS: eficácia e segurança não estabelecidas.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe C.

 

Amamentação

Não se sabe se é eliminado no leite; pelo risco potencial de graves efeitos adversos na criança, não amamentar. O produto pode também inibir a lactação.

 

Avaliar riscos x benefícios

Alucinações prévias (podem ser agravadas); diminuição da função renal (ajustar doses); história de complicações fibróticas prévias com derivados do ergot (pode haver recaída); problema de retina (fazer acompanhamento com oftalmologista); queda de pressão ao mudar de posição (pode agravar).

 

Reações mais comuns (sem incidência definida)

SISTEMA NERVOSO CENTRAL: alucinações; fraqueza; insônia; movimentos anormais do corpo; sonolência.

GASTRINTESTINAL: náusea.

CARDIOVASCULAR: queda de pressão ao mudar de posição.

 

ATENÇÃO: ocorreram alguns casos de pacientes caindo repentinamente no sono (mesmo durante atividades como operação de veículos).

O PRAMIPEXOL pode causar ou exacerbar movimentos anormais do corpo (discinesia), particularmente se desencadeados pela levodopa (neste caso, reduzir a dose de levodopa).

 

Atenção com outros produtos

O PRAMIPEXOL:

 

     pode ter sua eliminação diminuída por: cimetidina; diltiazem; quinidina; quinina, ranitidina, triantereno, verapamil. Pode ser necessário ajustar a dosagem.

     pode ter sua eficácia reduzida por: antagonista da dopamina. Monitorar o paciente.

 

Outras considerações importantes

     cuidado ao dirigir ou executar tarefas que exijam atenção.

     não descontinuar o uso do produto abruptamente (geralmente o produto é descontinuado em 1 semana).

     não fazer mudanças corporais bruscas. Levantar devagar da cama ou da cadeira.

     monitorar o paciente, particularmente quanto a queda de pressão no início do tratamento.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal