FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Daunorrubicina liposomal

Daunorrubicina

(liposomal) (Injetável) (substância ativa)

Referência: Daunoxome (United Medical)

Genérico: não

 

citrato de daunorrubicina liposomal equivalente a daunorrubicina 

Uso injetável

Injetável 50 mg/25 mL: Daunoxome

 

Armazenagem antes de aberto

Refrigeração (2-8°C). Não congelar.

Proteção à luz: sim, necessária.

 

O que é

antineoplásico [antraciclina produzida por Streptomyces coeruleorubidus; antibiótico antineoplásico].

 

Para que serve

sarcoma de Kaposi relacionado à AIDS (estágio avançado)

 

Como age

mecanismo não bem compreendido mas parece ligado à inibição da síntese de DNA e RNA. A daunorrubicina é mais ativa na fase S da divisão celular.

 

Como se usa

Uso injetável – Preparação

Daunorrubicina (liposomal) 50 mg/25 mL – Infusão intravenosa

Diluição

Diluente: Glicose 5%. Volume: para obter uma concentração de 1mg/mL.

Estabilidade após diluição com Glicose 5% refrigeração (2-8º C): 6 horas.

Tempo de infusão: 60 minutos. Não utilizar filtros em linha

 

Uso injetável – Doses

•doses em termos de daunorrubicina.

•uso segundo protocolos de quimioterapia.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe D

 

Amamentação

pelo risco potencial de efeitos adversos na criança, não amamentar.

 

Não usar o produto

hipersensibilidade a daunorrubicina; infecção grave; risco de vida, em decorrência de mielossupressão; paciente que já recebeu dose cumulativa máxima recomendada de doxorrubicina ou daunorrubicina

 

Avaliar riscos x Benefícios

mielossupressão (iniciar terapia apenas se os benefícios do tratamento superarem os riscos); uso de medicamento mielossupressor (maior risco de infecções ou possíveis complicações hemorrágicas); doença cardíaca pré-existente ou terapia prévia com doxorrubicina ou outra antraciclina (aumentam o risco de cardiotoxicidade); insuficiência hepática ou renal (pode aumentar a toxicidade).

 

Reações mais comuns (sem incidência definida):

Dermatológico: perda de cabelos reversível, celulite grave e descamação de pele (áreas necrotizadas) por extravasamento do medicamento; suor excessivo.

Gastrintestinal: náusea; diarreia; dor abdominal; falta de apetite; vômito.

Hematológico: neutropenia; trombocitopenia.

Musculoesquelético: rigidez; dor nas costas.

Respiratório: rinite; tosse; dificuldade de respirar.

Sistema nervoso central: dor de cabeça; neuropatia; febre.

Relacionadas à infusão: pode ocorrer dor nas costas, vermelhidão e aperto no peito geralmente nos primeiros 5 minutos da infusão. Essas reações geralmente desaparecem com a interrupção da infusão e não voltam a aparecer se a administração é retomada a uma velocidade menor; parecem estar relacionadas ao lipídeo da preparação liposomal.

 

Atenção com outros produtos.

A Daunorrubicina (liposomal)

•é utilizada em pacientes que geralmente recebem diversos medicamentos. Até o momento não foram estabelecidas interações da daunorrubicina liposomal com outros medicamentos.

 

Outras considerações importantes:

•a urina fica vermelha durante 1 ou 2 dias, no início do tratamento. Não se trata de sangramento.

•a queda dos cabelos é transitória. Eles voltam a crescer após o tratamento.

•evitar contato com pessoa que esteja com infecção.

•tomar grande quantidade de líquidos durante o uso do produto.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal