FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Alcool e Doenca Coronariana" obteve 86 resultados.

Página:  de 9

22/11/2009

Artigos

Álcool e doença coronariana

...C95%) de doença coronariana de acordo com o consumo de álcool (análise multivariada), para homens e mulheres. Nunca Ex Baixo Moderado Alto Muito Alto Homens n 25 59 69 135 159 33 RR (IC) 1,00 0,90 (0,56-1,44) 0,65 (0,41-1,04) 0,49 (0,32-0,75) 0,46 (0,30-0,71) 0,50 (0,29-0,85) Mulheres n 52 1......

Ver Índice

26/03/2012

Revisões Internacionais

Insuficiência cardíaca – Mariell Jessup (MD)

... para o transplante cardíaco. O uso dos DSV para tratamento permanente em casos de insuficiência cardíaca severa é agora tido como terapia de destino e está sendo estudado para uma variedade de dispositivos.176,177 Um desses DSV de lado esquerdo foi aprovado para uso como terapia de reposição permanente para casos de insuficiência cardíaca em estágio D.21,178 Programas de monitoramento, teste......

Ver Índice

26/03/2012

Revisões Internacionais

Fibrilação atrial – Gregory F. Michaud (MD) e Roy M. John (MD, PhD)

...T) Investigators. N Engl J Med 1989;321:406–12. 99. Lafuente-Lafuente C, Mouly S, Longas-Tejero MA, et al. Antiarrhythmic drugs for maintaining sinus rhythm after cardioversion of atrial ?brillation: a systematic review of randomized controlled trials. Arch Intern Med 2006;166:719–28. 100. Lee JT, Kroemer HK, Silberstein DJ, et al. The role of genetically determined polymorphic drug me......

Ver Índice

20/01/2014

Revisões Internacionais

Ressuscitação cardíaca – Terry J. Mengert

...tração de adrenalina ou vasopressina e atropina; na ausência de circunstâncias extenuantes (p. ex., hipotermia, submersão em água fria ou superdosagem de fármaco); e se nenhuma outra condição prontamente tratável for identificada. Tratamento pós-ressuscitação imediato Até mesmo quando a ressuscitação é bem-sucedida, a situação do paciente permanece tênue e é essencial que ele(a) continue rece......

Ver Índice

26/06/2009

Casos Clínicos

Síndrome metabólica

...g VO a cada 12 horas Paciente com história de angina, sem medicações antianginoisas de manutenção e com níveis pressóricos de 140/92 mmHg. A medicação é utilizada para manter a frequência cardíaca em torno de 60 bpm; se necessário, outras drogas anti-hipertensivas podem ser adicionadas. Metformina 500 mg VO após almoço e jantar A metformina pode ser benéfica em diminuir o risco de evol......

Ver Índice

21/10/2014

Revisões Internacionais

Hipertensão – Gary L. Schwartz

...eador gangliônico; início da ação em 1 a 5 min e fim da ação em 10 min; é comum haver taquifilaxia com a infusão prolongada; os efeitos colaterais incluem retenção urinária, íleo paralítico, boca seca, visão turva e hipotensão ortostática Diazóxido Bolo de 1 a 150 mg/kg, IV, durante 10 min; repetir a intervalos de 10 a 15 min, se necessário Considerado obsoleto; dilatador arteriolar ......

Ver Índice

21/10/2014

Revisões Internacionais

Hipertensão – Gary L. Schwartz

...e (JNC 7), a PA normal (o nível associado a um risco mínimo) para adultos com 18 anos de idade ou mais corresponde a uma PA sistólica inferior a 120 mmHg e a uma PA diastólica abaixo de 80 mmHg [Tabela 1].7 PAs que variam entre 120 e 139 mmHg em sístole ou 80 e 89 mmHg em diástole são consideradas pré-hipertensivas. Adultos com PA nesta faixa apresentam risco aumentado de desenvolvimento de doença......

Ver Índice

22/03/2013

Revisões Internacionais

Distúrbios cerebrovasculares – Scott E. Kasner; Heather E. M

...ica, diagnóstica e terapeuticamente distintas, sendo discutidas em outra seção [ver Causas incomuns de acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico, adiante]. Mecanismos comuns de acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico Cardioembolia. Resulta mais comumente da fibrilação atrial, trombo mural ventricular esquerdo, acinesia ventricular pós-infarto do miocárdio, miocardiopatia dilatada e doen......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

D

... Aproximadamente metade é administrada como primeira dose e o restante em intervalos de 6 a 8 horas, monitorando a resposta clínica antes de cada dose subsequente. t Dose de manutenção: 0,125 a 0,500 mg, por via oral, a cada 24 horas. A dose pode ser aumentada a cada duas semanas com base na resposta clínica. Taquicardias supraventriculares t Digitalização rápida: 0,750 a 1,500 mg, por via o......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

F

...a: pode resultar em sintomas de retirada (cólicas abdominais, náuseas, vômitos, lacrimejamento, rinorreia, ansiedade, inquietação, elevação da temperatura ou piloereção) e decréscimo da efetividade da codeína, quando em uso prolongado do opioide. Uso concomitante é contraindicado. Pacientes devem estar sem usar opioides, no mínimo, por 7 a 10 dias antes de iniciar tratamento com naltrexona. t Ago......

Ver Índice

Página:  de 9

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal