FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 1" obteve 2372 resultados.

Página:  de 238

27/01/2015

Casos Clínicos

Caso Clínico – Qual o diagnóstico hematológico deste caso?

... produção. Os produtos de degradação da fibrina que são gerados consequentemente, interrompem a polimerização de fibrina e a ligação do fibrinogênio à superfície das plaquetas (através da glicoproteína IIb-IIIa), interferindo assim na formação do coágulo de fibrina e na agregação de plaquetas. A coagulopatia de consumo, combinada com a alta concentração de produtos da degradação da fibrina leva à......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...ntato com o paciente. · Caso autóctone - Caso novo ou contato de um caso secundário de Rubéola após a introdução do vírus no país. A confirmação deve ser laboratorial e a coleta de espécimes clínicos para a identificação viral deve ser realizada no primeiro contato com o paciente. O vírus identificado deve circular no país por mais de 12 meses. Assim, o país deixa de ser uma área livre da cir......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...atal devem ser afastados de atividades habituais durante o periodo de transmissibilidade. Gestantes suscetíveis devem ser afastadas do contato com casos e comunicantes durante o periodo de transmissibilidade e incubação da doenca. · Pessoas hospitalizadas – Isolamento de contato. SÍNDROME DA RUBÉOLA CONGÊNITA Aspectos Clínicos e Epidemiológicos Descrição A Síndrome da Rubéola Congênita......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sarampo

...lantar e não provocando descamação. Diagnóstico Laboratorial É realizado mediante detecção de anticorpos IgM no sangue na fase aguda da doença, desde os primeiros dias até quatro semanas após o aparecimento do exantema. Os anticorpos específicos da classe IgG podem eventualmente aparecer na fase aguda da doença e geralmente são detectados durante muitos anos após a infecção. Técnicas de D......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

... que durante a investigação teve seu diagnóstico confirmado laboratorialmente por outra etiologia, ou todo caso suspeito que não tenha evoluído para óbito. Notificação Todo caso humano suspeito de raiva é de notificação individual, compulsória e imediata aos níveis municipal, estadual e federal. PRIMEIRAS MEDIDAS A SEREM ADOTADAS Assistência Médica ao Paciente Toda pessoa com histórico ......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...ivíduo de área sem ocorrência de transmissão, com febre e esplenomegalia, desde que descartados os diagnósticos diferenciais mais freqüentes na região. Caso humano confirmado: • Critério clínico-laboratorial – a confirmação dos casos clinicamente suspeitos deverá preencher, no mínimo, um dos seguintes critérios: » encontro do parasito nos exames parasitológicos direto e/ou cultura......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

...de, município ou estado); • número de casos de hanseníase em registro ativo; • número de contatos intradomiciliares de casos novos; • casos de hanseníase com incapacidades físicas. Indicadores epidemiológicos Indicadores* Construção Utilidade Parâmetros 1. Coeficiente de detecção anual de casos novos, por 10 mil hab. Casos novos residentes diagnostic......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...caixas (térmicas) de paredes rígidas, que mantenham a temperatura adequada de refrigeração (4 a 8°C) até a chegada ao LACEN. O LACEN deverá acondicionar a amostra em caixas específicas para Transporte de Substâncias Infecciosas, preferencialmente em gelo seco. Na impossibilidade de obter gelo seco, para esta Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional, a amostra poderá ser congelada ......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...da de refrigeração (4 a 8ºC) até a chegada ao LACEN. O LACEN deverá acondicionar a amostra em caixas específicas para Transporte de Substâncias Infecciosas, preferencialmente em gelo seco. Na impossibilidade de obter gelo seco, para esta Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional, a amostra poderá ser congelada a -70ºC e encaminhada em gelo reciclável. O envio e a comunicação com a......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Difteria

...e pele dos comunicantes, a fim de realizar cultura de Corynebacterium diphtheriae; • verificar a situação vacinal dos comunicantes, considerando as doses registradas na caderneta de vacinação e, se necessário, iniciar ou atualizar o esquema vacinal com a DTP, DTP+Hib ou dT, de acordo com as orientações a seguir: História vacinal Menores de 7 anos 7 anos ou mais < 1 ......

Ver Índice

Página:  de 238

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.