FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 6" obteve 2320 resultados.

Página:  de 232

27/01/2015

Casos Clínicos

Caso Clínico – Qual o diagnóstico hematológico deste caso?

...pem a polimerização de fibrina e a ligação do fibrinogênio à superfície das plaquetas (através da glicoproteína IIb-IIIa), interferindo assim na formação do coágulo de fibrina e na agregação de plaquetas. A coagulopatia de consumo, combinada com a alta concentração de produtos da degradação da fibrina leva à grave diátese hemorrágica, e explica o fato de que a terapia de suporte com Plasma Fresco......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

... sintomas e a data do recebimento da ultima dose da vacina, com o componente contra a Rubéola, mesmo que não tenha sido realizada coleta de amostra. Os critérios para descarte como associação temporal a vacina são os seguintes: - febre com temperatura que pode chegar a 39°C ou mais, com início entre o 5º e o 12º dias após a vacinação e duração média de 1 a 2 dias, podendo chegar até 5 dias; ......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...rampo surgido a partir do contato com o caso índice. A confirmação deve ser laboratorial e a coleta de espécimes clínicos para a identificação viral deve ser realizada no primeiro contato com o paciente. · Caso autóctone - Caso novo ou contato de um caso secundário de Rubéola após a introdução do vírus no país. A confirmação deve ser laboratorial e a coleta de espécimes clínicos para a identi......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

...dias 0, 3, 7, 14 e 28), as cinco doses devem ser administradas no período de 28 dias a partir do início do tratamento. • Quando o paciente faltar para a segunda dose: aplicar no dia que comparecer e agendar a terceira dose com intervalo mínimo de 2 dias. • Quando o paciente faltar para a terceira dose: aplicar no dia que comparecer e agendar a quarta dose com intervalo mínimo de 4 dias......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...orrência da leishmaniose visceral na região, alertando sobre os sinais clínicos e os serviços para o diagnóstico e tratamento; • capacitação das equipes, englobando o conhecimento técnico, os aspectos psicológicos e a prática profissional em relação à doença e aos doentes; • adoção de medidas preventivas considerando o conhecimento da doença, atitudes e práticas da população (clientela......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

...não mais será computada no coeficiente de prevalência. Características Reação adversa Recidiva Intervalo de tempo Ocorre geralmente durante a quimioterapia ou dentro de seis meses após completado o tratamento Ocorre, normalmente, muito depois do término da quimioterapia, em geral depois de um intervalo de um ano Aparecimento Súbito e inesperado Lento e insid......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...amente com swab de rayon. Não deverá ser utilizado swab de algodão, pois o mesmo interfere nas metodologias moleculares utilizadas. As amostras de secreção respiratória coletadas devem ser mantidas em temperatura adequada de refrigeração (4 a 80°C) e encaminhadas aos LACENs no mesmo dia da coleta. 4. Transporte e Acondicionamento de Amostras Todas as unidades coletoras (Hospitais de Referê......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...ir todas as superfícies das mãos (seguir a quantidade recomendada pelo fabricante). • Friccionar as palmas das mãos entre si. • Friccionar a palma da mão direita contra o dorso da mão esquerda entrelaçando os dedos e vice-versa. • Friccionar a palma das mãos entre si com os dedos entrelaçados. • Friccionar o dorso dos dedos de uma mão com a palma da mão oposta, segurando os......

Ver Índice

10/09/2009

Biblioteca Livre

5 Vigilância Epidemiológica

...oratorial do caso; • preenchimento da ficha de notificação; • classificação do caso como autóctone ou importado; • avaliação entomológica quando for indicada; • desencadeamento das medidas de controle de acordo com a situação apresentada. 5.7 CONDUTA FRENTE A UM SURTO Na Região Endêmica, onde a transmissão da malária é expressiva, o aparecimento de surtos nas área......

Ver Índice

12/08/2009

Biblioteca Livre

Glossário

...imentos, solo e fômites. VETOR BIOLÓGICO: vetor no qual se passa, obrigatoriamente, uma fase do desenvolvimento de determinado agente etiológico. Erradicando-se o vetor biológico, desaparece a doença que transmite. VETOR MECÂNICO: vetor acidental que constitui somente uma das modalidades da transmissão de um agente etiológico. Sua erradicação retira apenas um dos componentes da transmissão da do......

Ver Índice

Página:  de 232

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal