FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 6" obteve 2196 resultados.

Página:  de 220

27/01/2015

Casos Clínicos

Caso Clínico – Qual o diagnóstico hematológico deste caso?

...s pelo corpo há dois dias. Ao exame físico na chegada estava em Glasgow 15 FC 76 bpm, PA 120x70mHg, FR 14cpm, SatO2 95% em ar ambiente, Temperatura 3,2°C, enchimento capilar normal, ausculta pulmonar normal, ausculta cardíaca normal, propedêutica abdominal normal, inspeção cutânea demonstra hematomas em membros inferiores e superiores de variados tamanhos. Foram solicitados exames laboratoriai......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...as pareadas, não detectar soroconversão dos anticorpos IgG. Quando o resultado for IgM negativo em amostra tardia, o caso é descartado apenas se não for gestante. · Vínculo epidemiológico - Quando o caso tiver como fonte de infeccao um ou mais casos descartados pelo critério laboratorial ou quando, na localidade, ocorrerem outros casos, surtos ou epidemia de outra doenca exantemática f......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...éola não pode ser confirmado nem descartado com segurança, esse caso representa uma falha do sistema de vigilância epidemiológica. Descartado · Laboratorial - Quando o resultado do exame laboratorial: - for negativo para IgM especifica para Rubéola; - for positivo para outra doenca; - em duas amostras pareadas, não detectar soroconversão dos anticorpos IgG. Quando o ......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

... foi agredido, não sendo necessário aguardar resultados de exames laboratoriais para confirmação do caso suspeito. É necessária, ainda, a captura e o envio de amostras de animais da área de atuação para o diagnóstico laboratorial e/ou comprovação da circulação viral. As informações sobre as coberturas vacinais dos animais da área endêmica, quando disponíveis, são importantes para o processo de de......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...is de aplicação, preferindo-se a região glútea. Por via endovenosa, não há necessidade de diluição e a aplicação, com agulha fina (calibre 25x8) ou “scalp” deve ser lenta (duração de 5 minutos). Esta é a melhor via, pois permite a aplicação de doses mais adequadas e não tem o inconveniente da dor local. Contra-indicação – não deve ser administrado em gestantes, cujo tratamento consiste em cuidado......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

...ade existentes no paciente por ocasião do diagnóstico. 29 - Nº DE TRONCOS NERVOSOS ACOMETIDOS – Registrar o nº de troncos nervosos espessados examinados por ocasião do diagnóstico. 30 - FORMA CLÍNICA – Anotar o nº correspondente à classificação clínica, segundo classificação de Madrid, do caso por ocasião do diagnóstico. 31 - AVALIAÇÃO DA INCAPACIDADE NO DIAGNÓSTICO – Anotar o nº correspondente......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

... · Os profissionais de saúde que executam o procedimento de verificação de óbito. · Outros profissionais que entram em contato com pacientes suspeitos de infecção por Influenza A (H1N1). 2.2. EPI: Máscara de Proteção Respiratória – tipo Respirador Como ainda não há uma definição clara sobre as formas de transmissão do H1N1, todos os profissionais envolvidos na assistência direta a......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...tato próximo de caso suspeito ou confirmado Para a caracterização de contato, inicialmente toma-se por referência em que momento ocorreu a exposição à fonte de infecção - ou seja, ao caso suspeito ou confirmado. Verificar, portanto, se houve exposição durante o período de transmissibilidade da doença (um dia antes e até sete dias após a data de início dos sintomas do caso suspeito ou confirmado) ......

Ver Índice

10/09/2009

Biblioteca Livre

5 Vigilância Epidemiológica

...chimento da ficha de notificação; • classificação do caso como autóctone ou importado; • avaliação entomológica quando for indicada; • desencadeamento das medidas de controle de acordo com a situação apresentada. 5.7 CONDUTA FRENTE A UM SURTO Na Região Endêmica, onde a transmissão da malária é expressiva, o aparecimento de surtos nas áreas de alto risco malarígeno é freq......

Ver Índice

12/08/2009

Biblioteca Livre

Glossário

...e: os de incidência e os de prevalência. TAXA (OU COEFICIENTE) DE MORTALIDADE: medida de freqüência de óbitos em uma determinada população, durante um intervalo de tempo específico. Ao serem incluídos os óbitos por todas as causas, tem-se a taxa de mortalidade geral. Caso se inclua somente óbitos por determinada causa, tem-se a taxa de mortalidade específica. TAXA (OU COEFICIENTE) DE NATALIDADE:......

Ver Índice

Página:  de 220

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal