Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 7" obteve 1480 resultados.

Página:  de 148

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...panhar IgM – Descartar o caso Após 28 dias IgM + Confirmar o caso IgM – Não se pode afirmar que não houve infecção; realizar IgG IgG + Confirmar o caso IgG – Descartar o caso Quadro 28. Gestante assintomática contato de Rubéola Coleta da amostra Resultado Classificação do caso Até 28 dias IgM + Acompanhar – recém-nascido (RN......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...uniformes para todos os casos suspeitos de Rubéola, com o preenchimento da ficha de investigação epidemiológica; visitar imediatamente o domicilio para coleta de sangue e complementação dos dados da ficha; identificar outros possíveis casos suspeitos, realizando extensa busca ativa; aprazar e realizar a revisita para avaliar a evolução do caso; classificar o caso conforme os critérios estabelecido......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sarampo

...após. O período de maior transmissibilidade é o de 2 dias antes e 2 dias após o início do exantema. O vírus vacinal não é transmissível. Período de Incubação Geralmente, de 10 dias (variando de 7 a 18 dias), desde a data da exposição até o aparecimento da febre, e cerca de 14 dias até o início do exantema. Susceptibilidade e Imunidade A susceptibilidade ao vírus do sarampo é geral. Os la......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

...tentamente o fácies, presença de hiperacusia, hiperosmia, fotofobia, aerofobia, hidrofobia e alterações do comportamento. Diagnóstico Laboratorial A confirmação laboratorial em vida, dos casos de raiva humana, pode ser realizada pelo método de imunofluorescência direta (IFD) em impressão de córnea, raspado de mucosa lingual (swab) ou tecido bulbar de folículos pilosos, obtidos por biópsia de ......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

... documento: “Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.” O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente. Leishmaniose Visceral Leishmaniose Visceral CAPÍTULO 6 – Doenças......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

...alta por cura. 7) OUTROS REINGRESSOS – Situações em que o paciente recebeu algum tipo de alta e retorna requerendo tratamento específico, exceto recidiva. Ex.: casos que receberam alta estatística (saída administrativa) em anos anteriores e reapareceram com a doença em atividade; casos considerados equivocadamente como falecidos; casos multibacilares tratados erroneamente como paucibacilares, que......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...ofissionais de saúde que prestam assistência direta ao paciente (ex: médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, fisioterapeutas, equipe de radiologia, entre outros). · Toda a equipe de suporte, que necessitem entrar no quarto/unidade de isolamento, incluindo pessoal de limpeza, nutrição e responsáveis pela retirada de produtos e roupas sujas da unidade de isolamento. Porém re......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...S DE MANEJO DE CASOS NOS SERVIÇOS DE SAÚDE 1. Ações no âmbito dos serviços de saúde 1.1. Atenção Primária de Saúde • Quando da suspeição de casos na comunidade ou durante o acolhimento/triagem na Unidade Básica de Saúde e nas Unidades de Pronto Atendimento: • Investigar a história de exposição (viagens internacionais à áreas afetadas e/ou contato com caso suspeito ou confirmado nos ú......

Ver Índice

10/09/2009

Biblioteca Livre

5 Vigilância Epidemiológica

...o pode ser acidental ou deliberada e, nesse caso, pode ter objetivos terapêuticos ou de pesquisa. • Caso críptico: caso de malária diagnosticado em área com transmissão interrompida quando não se consegue comprovar o local de infecção. Para a manutenção da vigilância é necessário: 5.4 SISTEMA DE INFORMAÇÃO – NOTIFICAÇÃO A malária é uma doença de notificação em todo País, na área não-e......

Ver Índice

12/08/2009

Biblioteca Livre

Glossário

...VIGILÂNCIA SANITÁRIA: observação dos comunicantes durante o período máximo de incubação da doença, a partir da data do último contato com um caso clínico ou portador, ou da data em que o comunicante abandonou o local em que se encontrava a fonte primária de infecção. Não implica restrição da liberdade de movimentos. VIRULÊNCIA: grau de patogenicidade de um agente infeccioso. ZOOANTROPONOSE: infe......

Ver Índice

Página:  de 148

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal