Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 7" obteve 1565 resultados.

Página:  de 157

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...is clínicos ou complicações, de forma isolada ou associada: catarata/glaucoma congênita ou cardiopatia congênita ou surdez. é preconizado que todos os casos suspeitos de SRC tenham amostras coletadas para se proceder ao diagnostico laboratorial. · Aborto ou perda fetal devido à infecção pelo vírus da rubéola - Caso de abortamento ou de natimorto resultante de gestação durante a qual se compro......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

... Tem curso benigno e toda sua importância epidemiológica esta relacionada à Síndrome da Rubéola Congênita (vide capitulo especifico), quando a doenca ocorre nos cinco primeiros meses da gestação que pode resultar em aborto, natimorto, malformações congênitas (cardiopatias, surdez, catarata). Agente Etiológico Vírus RNA, gênero Rubivirus, família Togaviridae. Reservatório O homem. Mod......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sarampo

...te comunicados à Secretaria de Vigilância em Saúde/MS. PRIMEIRAS MEDIDAS A SEREM ADOTADAS Assistência Médica ao Paciente Geralmente ocorre em unidades básicas de saúde. A hospitalização é necessária quando há infecção bacteriana (complicações) e em indivíduos imunocomprometidos, principalmente crianças desnutridas. Qualidade da Assistência Os casos deverão ser atendidos na rede de ......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

... de raiva. Caso descartado – caso notificado cujos resultados de exames laboratoriais foram negativos, afastando a hipótese de raiva, ou pacientes com evolução incompatível com raiva. Relatório Final Os dados da investigação deverão ser consolidados em um relatório com as principais conclusões, das quais destacam-se: • intervenção sobre a fonte de infecção: dados de cobertura vac......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

... conhecer a dispersão do vetor no município, a fim de apontar nos municípios sem casos autóctones de leishmaniose visceral as áreas receptivas para realização do inquérito amostral canino e, nos municípios com transmissão da leishmaniose visceral, orientar as ações de controle do vetor. 1. Metodologia Utiliza-se armadilha de isca luminosa. A unidade de pesquisa para a zona rural será a loc......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

...ica. Algumas características de um caso suspeito: • uma ou mais lesões de pele com alteração de sensibilidade; • perda de sensibilidade nas mãos ou pés; • um ou mais nervos periféricos espessados; • nervos doloridos; • câimbra e/ou formigamento. Para a descoberta de casos é fundamental que se divulgue junto à população os sinais e sintomas da doença e a existên......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

... objetos de uso pessoal. - Evitar tocar olhos, nariz ou boca. - Lavar as mãos freqüentemente com água e sabonete, especialmente depois de tossir ou espirrar. - Evitar contato próximo[2] com outras pessoas. · Informar a vigilância epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o Hospital de Referência sobre o encaminhamento do indivíduo. · A vigilância epidemi......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...rá ser utilizada a técnica de swab combinado de nasofaringe e orofaringe, exclusivamente com swab de rayon. Não deverá ser utilizado swab de algodão, pois o mesmo interfere nas metodologias moleculares utilizadas. As amostras de secreção respiratória coletadas devem ser mantidas em temperatura adequada de refrigeração (4 a 8°C) e encaminhadas aos LACEN no mesmo dia da coleta. 4. Transporte e......

Ver Índice

10/09/2009

Biblioteca Livre

5 Vigilância Epidemiológica

...ão de malária, no período de 8 a 30 dias antes dos primeiros sintomas. Área não-endêmica: toda pessoa que apresente quadro de paroxismo febril com os seguintes sintomas: calafrios, tremores, cansaço, mialgia e que seja procedente de área de transmissão malárica, 8 a 30 dias antes dos primeiros sintomas. b) Confirmado por critério clínico laboratorial Todo caso suspeito com presença de parasi......

Ver Índice

12/08/2009

Biblioteca Livre

Glossário

...SIA: conjunto de medidas empregadas para impedir a proliferação microbiana. ANTITOXINA: anticorpos protetores que inativam proteínas solúveis tóxicas de bactérias. ANTRÓPICO: tudo o que possa ser atribuído à atividade humana. ANTROPONOSE: infecção com transmissão restrita aos seres humanos. ANTROPOZOONOSE: infecção transmitida ao homem, por reservatório animal. ARBOVIROSES: viroses transmitid......

Ver Índice

Página:  de 157

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal