FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Proximetacaina" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

04/02/2015

Remédios

Proximetacaína

...a cardíaca; hipotireoidismo; idoso; paciente extremamente doente. Reações que podem ocorrer (sem incidência definida) Oftálmico: avermelhamento da conjuntiva; erosão epitelial da córnea; inflamação grave na córnea; lacrimejamento; opacificação permanente da córnea; retardamento da cicatrização das erosões da córnea; sensação temporária de agulhadas ou queimação; sensibilidade à luz. Uso p......

Ver Índice

10/12/2010

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Cloridrato de Proximetacaína

...os Estratégicos Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos Brasília / DF – 2008 Cloridrato de Proximetacaína Fernando de Sá Del Fiol Silvio Barberato Filho Na Rename 2006: item 19.1 APRESENTAÇÃO • Colírio 0,5%. INDICAÇÕES5 • Dor ocular aguda em trauma ocular não penetrante. • Anestesia para cirurgia corneana superficial, remoção de corp......

Ver Índice

17/09/2015

Biblioteca Livre

Anestésico Local

...e anestésico (proximetacaina) com a tetracaína a 0,5% em pacientes submetidos à facoemulsificação com incisão sem sutura, em 40 pacientes selecionados aleatoriamente, autores observaram que naqueles que usaram proximetacaína houve menor queixa de desconforto (sensação de picada e ferroada) com relação ao grupo da tetracaína, com significativa diferença estatística, porém sem perda do efeito analgé......

Ver Índice

17/09/2015

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Anestésico Local

...ecionados aleatoriamente, autores observaram que naqueles que usaram proximetacaína houve menor queixa de desconforto (sensação de picada e ferroada) com relação ao grupo da tetracaína, com significativa diferença estatística, porém sem perda do efeito analgésico. Ainda, a proximetacaína apresenta menor toxicidade corneana, quando comparada com a oxibuprocaína a 0,4% e lidocaína a 2% a 4%. Para a......

Ver Índice

17/09/2015

Biblioteca Livre

Agentes Diagnósticos

...to rígidas e em vários outros procedimentos de diagnóstico oftalmológico. É aplicado na forma de uma solução de 1% ou 2% colírio ou como papéis de sódio estéril impregnado com fluoresceína. Também pode ser dado como um anestésico local geralmente na forma de uma solução de 0,25% com cloridrato de lidocaína, cloridrato oxibuprocaína, ou cloridrato proximetacaína. Na apresentação de 2%, usar com pre......

Ver Índice

17/09/2015

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Agentes Diagnósticos

...roduzir midríase e cicloplegia em exames oftalmológicos. Apresenta início de ação mais rápida e com menor duração de efeito do que a atropina: midríase é produzida dentro de 20 a 40 minutos de uso e dura cerca de 6 horas; cicloplegia é máxima no período de 30 minutos com curta duração, e recuperação completa da acomodação visual em 6 horas no máximo. Há relatos de que a tropicamida não produz cicl......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...r via oral, em dose única, no 6º dia. t De 11 a 14 anos (30 a 49 kg): 150 mg, por via oral, dividido a cada 12 horas, durante 5 dias, combinada a sulfato de quinina 1,25 g, por via oral, dividido a cada 12 horas, durante os primeiros 3 dias, e primaquina 30 mg, por via oral, em dose única, no 6º dia. t Maiores de 15 anos (= 50 kg): 100 mg, por via oral, a cada 12 horas, durante 5 dias, combinad......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

P

... Metabolismo: hepático. t Pico de concentração plasmática: 10 a 60 minutos. t Início de efeito: menos de 1 hora. t Duração da ação: 4 a 6 horas. t Excreção: renal, 1% a 4% na forma não alterada. t Meia-vida de eliminação: neonatos, 2 a 5 horas; adultos, 1 a 4 horas. Efeitos adversos t São raros e geralmente brandos em doses terapêuticas. t Asma. t Exantema. t Distúrbios sanguíneos......

Ver Índice

07/05/2014

Revisões

Exame de fundo de olho

...la zoster: clareamento da retina e hemorragias intrarretinianas. Distingue de infecção por citomegalovírus (CMV) pela rápida progressão, lesões multifocais e acometimento precoce de camadas profundas da retina. Coriorretinite por toxoplasma: inflamação moderada à severa da câmara anterior, ausência de hemorragias; cicatrizes pigmentadas. Normalmente multifocal e bilateral. Cerca de 30 a 50% dos p......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal