FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Bezlotoxumabe para Prevenir Infecção Recorrente por Clostridium Difficile

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 14/09/2017

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

 

A infecção por clostridium difficile é a causa mais comum de diarreia infecciosa em pacientes hospitalizados. As recorrências são comuns após a antibioticoterapia. O actoxumabe e o bezlotoxumabe são anticorpos monoclonais humanos contra as toxinas A e B de clostridium difficile, respectivamente, e poderiam ser usados para evitar a recorrência de casos.

 

O Estudo

 

Foram realizados dois estudos duplos-cegos (Modify I e Modify II), randomizados, controlados com placebo, envolvendo 2.655 adultos que receberam antibióticos orais padrão para tratamento de infecção por clostridium difficile primária ou recorrente. Os participantes receberam uma infusão de bezlotoxumabe (10mg/kg), actoxumabe mais bezlotoxumabe (10mg/kg cada) ou placebo. O desfecho primário foi infecção recorrente (novo episódio após a cura clínica inicial) dentro de 12 semanas após a infusão na população de intenção de tratar modificada.

A taxa de recorrência de infecção por clostridium difficile foi significativamente menor com bezlotoxumabe isolado do que com placebo (Modify I: 17% versus 28%; diferença ajustada de -10.1 pontos percentuais, IC 95%, -15,9 a -4,3, P <0,001; Modify II: 16% versus 26%, diferença ajustada de -9,9 pontos percentuais, IC 95%, -15,5 a -4,3, P <0,001) e foi bem menor com actoxumabe mais bezlotoxumabe do que com placebo (Modify I: 16% versus 28%, diferença ajustada de -11,6 pontos percentuais, IC 95%, -17,4 a -5,9, P <0,001; Modify II: 15% versus 26%, diferença ajustada de -10,7 pontos percentuais, IC 95%, -16,4 a - 5,1, P <0,001). As taxas de eventos adversos foram semelhantes entre os grupos; os eventos mais comuns foram diarreia e náuseas.

 

Aplicação Prática

 

Entre os participantes que receberam o tratamento com antibióticos para infecção por clostridium difficile primária ou recorrente, o uso de bezlotoxumabe foi associado a uma taxa substancialmente mais baixa de infecção recorrente do que o placebo e com um perfil de segurança semelhante ao do placebo. A adição de actoxumabe não melhorou a eficácia.

 

Bibliografia

 

Wilcox MH et al. Bezlotoxumab for Prevention of Recurrent Clostridium difficile Infection. N Engl J Med 2017; 376:305-317.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal