Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Gliconato de Cálcio

Última revisão: 19/12/2010

Comentários de assinantes: 0

Reproduzido de:

Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006 [Link Livre para o Documento Original]

Série B. Textos Básicos de Saúde

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos

Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos

Brasília / DF – 2008

 

Gliconato de Cálcio

 

Rachel Magarinos-Torres

 

Na Rename 2006: item 9

 

APRESENTAÇÃO

      Solução injetável 10% (0,45 mEq/mL).

 

INDICAÇÕES1-6

      Tratamento e prevenção de hipocalcemia.

      Tetania hipocalcêmica.

      Correção de distúrbios cadíacos de hipercalemia.

      Ressuscitação cardíaca.

      Suplementação de cálcio.

 

CONTRA-INDICAÇÕES1-6

      Condições associadas a hipercalcemia e hipercalciúria.

      Calculose renal.

      Hipofosfatemia.

      Risco de intoxicação digitálica.

 

PRECAUÇÕES1

      Evitar administração intravenosa rápida e extravasamento.

      Cautela em idosos e pacientes com insuficiência renal, histórico de nefrolitíase, uso de digitálicos, hiperfosfatemia grave, sarcoidose, insuficiência respiratória, acidose e hipercoabilidade sangüínea.

      Pode produzir parada cardíaca, se administrado em velocidade superior à indicada.

      Monitorar o cálcio sérico em idosos e pacientes com insuficiência renal (ver Apêndice D – Fármacos e Nefropatias) ou em uso de altas doses de vitamina D.

      Manter o paciente em repouso após a administração intravenosa a fim de evitar tontura.

      Não utilizar por vias intramuscular, intracardíaca ou subcutânea.

      Lactação.

      Categoria de risco na gravidez: C.

 

ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO1-6

Adultos

Tratamento de Hipocalcemia Grave e Tetania Hipocalcêmica

      10 mL da solução injetável de Gliconato de Cálcio a 10% (1 g de Gliconato de Cálcio), por injeção intravenosa lenta (1 mL/minuto), repetindo, caso necessário, por administração intravenosa lenta ou infusão intravenosa contínua, até 40 mL/dia (4 g de Gliconato de Cálcio).

 

Crianças

Tratamento de Hipocalcemia Grave e Tetania Hipocalcêmica

      0,5 mL/kg da solução injetável de Gliconato de Cálcio a 10%, por injeção intravenosa lenta (1 mL/minuto), repetindo, caso necessário, por administração intravenosa lenta ou infusão intravenosa contínua, até 20 mL/dia (2 g de Gliconato de Cálcio).

 

ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES4,5,6

      Solubilidade aumenta em meio ácido.

      Atravessa a placenta e distribui-se no leite materno.

      Excreção: renal (20%) e fecal (cálcio não-absorvido).

 

EFEITOS ADVERSOS1-6

      Relacionados a hipercalcemia: anorexia, náuseas, vômitos, constipação, dor abdominal, fraqueza muscular, poliúria, nefrocalcinose, cálculos renais, arritmia cardíaca, bradicardia e coma.

      Reação no local da administração: dor, irritação cutânea, formação de abscesso e necrose (especialmente quando ocorre extravasamento).

      Vasodilatação periférica, hipotensão.

      A partir de 2 a 2,5 g de cálcio por dia aumentam as possibilidades de eventos adversos.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS4-6

      Aumento de efeito/toxicidade: digoxina.

 

ASPECTOS FARMACÊUTICOS1-6,8

      Armazenar a temperatura entre 15 e 30°C, ao abrigo da luz. Evitar o congelamento.

      A solução é estável por 24 horas à temperatura ambiente.

      Administrar somente soluções límpidas. Havendo cristais, re-solubilizar por aquecimento (30-40°C).

      A solução pode ser diluída com glicose 5% ou cloreto de sódio.

      10 mL da solução injetável a 10% ou 1 g de Gliconato de Cálcio correspondem a 2,25 mmol de cálcio.

 

ATENÇÃO:

Gliconato de Cálcio eleva a temperatura corporal momentaneamente após a administração.

Em caso de hipercalcemia, suspender a administração intravenosa de Gliconato de Cálcio, reidratar com solução de cloreto de sódio 0,9%, aumentar a diurese com furosemida, monitorar concentrações de potássio e magnésio e utilizar simpaticomiméticos alfa para minimizar problemas cardíacos.

 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO

Consta no documento:

“Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”

O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal