FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "52 Antifungicos" obteve 98 resultados.

Página:  de 10

02/02/2010

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Antifúngicos

... emergência de resistência fúngica ao fármaco. Revisão sistemática208 de ensaios clínicos que avaliaram eficácia de antifúngicos em profilaxia e tratamento de infecções fúngicas em pacientes HIV positivos concluiu pela evidência de eficácia de fluconazol em profilaxia, por insuficientes dados com os outros agentes. Para tratamento, houve evidência de eficácia com nistatina, clotrimazol, fluconazol......

Ver Índice

02/02/2010

5 Antiinfectantes

Antifúngicos sistêmicos

...tos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.” O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente. Antifúngicos sistêmicos Antifúngicos sistêmicos 5.2.1 Antifúngicos sistêmicos 5.2 Antifúngic......

Ver Índice

02/02/2010

5 Antiinfectantes

Antifúngicos tópicos

...munodeprimidos. Nistatina é restrita a tratamento de infecções cutâneas e mucosas superficiais por Candida. Outros fungos causadores de micoses superficiais não respondem à nistatina, pois esta não penetra suficientemente na pele para atingir o foco de infecção. Miconazol é usado topicamente. Não tem emprego sistêmico devido à toxicidade. É ativo contra todos os fungos patogênicos e oportunistas,......

Ver Índice

11/11/2016

Revisões Internacionais

Infeccoes Micoticas em Hospedeiros Comprometidos

...ra geral, o início das infecções cutâneas ocorre dentro de alguns dias após o trauma inicial. A velocidade das enfermidades cutâneas varia: a necrose pode disseminar-se lentamente durante várias semanas, assemelhando-se a uma úlcera causada por insuficiência arterial, ou progredir rapidamente em alguns dias, assemelhando-se a uma gangrena sinergística. A disseminação cutânea secundária não é comum......

Ver Índice

16/09/2015

Biblioteca Livre

Sistêmicos

..., dependendo da infecção que está sendo tratada13, 14. O fármaco se liga intensamente às proteínas, com apenas 0,2% circulando como fração livre. A farmacocinética pode não ser linear por causa da saturação do metabolismo. A concentração de itraconazol na pele é usualmente mais elevada que a sua concentração plasmática, sendo extensivamente biotransformado pelo fígado15. De acordo com provas dispo......

Ver Índice

16/09/2015

Biblioteca Livre

Sistêmicos

...ças fúngicas são classificadas em 3 grupos: superficial, subcutânea e profunda ou sistêmica. As infecções superficiais estão confinadas a pele, cabelos, unhas ou membranas mucosas. As infecções subcutâneas estão restritas ao tecido subcutâneo podendo se espalhar-se para osso e pele adjacente. Infecções profundas ou sistêmicas podem envolver órgãos como pulmão, baço, ou cérebro, ou afetar todo o co......

Ver Índice

09/06/2009

Biblioteca Livre

Interações medicamentosas

...dade (não co-administrar). Cannabis (maconha): pode reduzir eficácia do IP (monitorar). Midazolam, triazolam: não coadministrar. Cisaprida: não co-administrar. Varfarina: aumento do efeito anticoagulante (monitorar e considerar redução de dose da varfarina). Citalopram: aumento dos níveis séricos (pode ser necessária redução da dose de citalopram). Codeína: possível ......

Ver Índice

02/02/2010

5 Antiinfectantes

Anfotericina B

...r com água bacteriostática. • A solução-mãe é estável à temperatura ambiente (25 oC) por 24 horas e sob refrigeração (+ 4 oC) por 2 dias. Deve ser protegida da luz. • O diluente padrão é solução de glicose a 5%. Diluir a dose em 250 a 500 mL. • Soluções diluídas não necessitam proteção contra iluminação típica de hospital se a administração ocorrer dentro das 24 horas após a prep......

Ver Índice

31/01/2014

Revisões

Alterações Dermatológicas e Aids

...as lesões cutâneas apresentam-se na forma de pápulas róseas ou violáceas que frequentemente se tornam ulceradas. Os linfomas B, não Hodgkin, são os mais comuns em pacientes com Aids e são frequentemente associados ao Epstein-Barr vírus. Em pacientes com Aids, a média de idade de apresentação da doença é inferior, além de ocorrer maior acometimento extranodal, como no SNC e na pele. O diagnóstico d......

Ver Índice

Página:  de 10

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal