FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Check up" obteve 23 resultados.

Página:  de 3

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...lar que focam na minimização de riscos também são criação médica: exclusão de cloreto de potássio de enfermarias (por ser medicação de alto risco de lesão ao paciente), check-list para passagem segura de cateter venoso central em UTI´s, etc. não é surpresa que esse tipo de intervenção mostre benefício para os pacientes. O mais importante é envolver o médico na elaboração de guias, protocolos e pa......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

... verdade, que existem muitas variações no uso de intervenções diagnósticas e terapêuticas. Por outro lado, coisas muito simples como check-lists padronizados podem salvar vidas, como visto inclusive em recente estudo publicado na New England Journal of Medicine, onde um check-list em cirurgias diminuiu a mortalidade do grupo que recebeu a intervenção (checklist baseado nas recomendações da OMS red......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...ses desfechos. Os médicos precisam participar da elaboração e acreditar em protocolos como ferramenta fundamental para uma prática segura. 3. As evidências que devem ser usadas e a forma de criação de protocolos e padrões devem também ser criteriosas e constantemente melhoradas. Muitos são os interessados nos resultados da assistência médica: o paciente, o hospital, os convênios, o governo e o......

Ver Índice

29/08/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Metodologias Para a Melhoria de Qualidade

...executar o plano desenvolvido), CHECAR (verificar os dados pós-implementação do plano), AGIR (padronizar e concluir a ação tomada). Ø Diagrama de ISHIKAWA (“espinha de peixe”): após determinar o problema em questão, representar as causas ou fatores por setas que apontam para o efeito em estudo, para a seguir estabelecer planos de ação. Essas causas são divididas em 6 tipos: MÁQUINAS, MÉTODO, MÃO......

Ver Índice

29/08/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Metodologias Para a Melhoria de Qualidade

...o sejam identificadas falhas, faz-se um trabalho preventivo, identificando ativamente quais os desvios são passíveis de ocorrer no futuro, suas causas, soluções etc. Diagrama de Ishikawa Este método leva o nome de seu criador, Kaoru Ishikawa, que desenvolveu esta ferramenta na década de 40. É também conhecida como Diagrama de Espinha de Peixe. O método consiste em, ap......

Ver Índice

11/06/2012

Casos Clínicos

Arritmia no consultório médico

...é precedida por ciclos longo-curto (extrassístole – batimento sinusal – extrassístole), e relaciona-se com a presença de QT longo, que pode ser congênito ou secundário a fármacos. No caso deste paciente, é possível ver todos os critérios, como mostra a Tabela 1. Tabela 1. QT longo Ciclo curto – longo QRS largo, polimórfico e girando em torno da linha de base ......

Ver Índice

12/05/2014

Casos Clínicos

Eletrocardiograma de um maratonista: qual o achado?

...s bloqueios atrioventriculares (BAV) são definidos por um atraso ou interrupção na transmissão de um impulso, de forma transitória ou permanente, dos átrios para os ventrículos. Isso ocorre devido a uma deficiência anatômica ou funcional no sistema de condução. A condução é intermitente no caso do BAV de 2o grau, sendo que alguns impulsos atriais não atingem os ventrículos. W......

Ver Índice

29/03/2016

Casos Clínicos

Pólipo no cólon

... G, Sansbury LB, et al. Hyperplastic polyps and the risk of adenoma recurrence in the polyp prevention trial. Clin Gastroenterol Hepatol 2009; 7:192. Lieberman DA, Rex DK, Winawer SJ, et al. Guidelines for colonoscopy surveillance after screening and polypectomy: a consensus update by the US MultiSociety Task Force on Colorectal Cancer. Gastroenterology 2012; 143:844 Pólipo no cólon Lucas Sant......

Ver Índice

21/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS - APÊNDICE – TIPOS DE INCIDENTES

...to com Máquinas Trauma Térmico: Calor, Frio Ameaça à Respiração: Obstrução de Via Aérea, Confinamento, Afogamento Exposição Química: Envenenamento, Corrosão Outros Mecanismos de Dano: Eletricidade, Radiação, Vibração, Som, Pressão, Gravidade Exposição a Forças da Natureza: Desastres Naturais Quedas Tipo: Tropeção, Escorregão, Síncope, Perda de Equilíbri......

Ver Índice

08/03/2010

Artigos

Efeito da comunicação entre médicos de diferentes níveis de atenção

... a -0,09); e em 5 estudos randomizados de diabetes (tamanho do efeito = -0,64 IC95% -0,93 a -0,34). Estes achados permaneceram robustos após uma análise de sensibilidade. Meta-regressão indicou que estudos que incluíram intervenções para aumentar a qualidade da troca de informações entre o generalista e o especialista tiveram maiores efeitos sobre os desfechos dos pacientes que estudos sem tais in......

Ver Índice

Página:  de 3

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal