FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Check up" obteve 21 resultados.

Página:  de 3

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...of Medicine, 2000. [Link livre para o Livro Online] 2. A Surgical Safety Checklist to Reduce Morbidity and Mortality in a Global Population. N Engl J Med 2009;360:491-9. [Link Livre para o Artigo Original] 3. Improving Patient Care by Linking Evidence-Based Medicine and Evidence-Based Management. Shortell SM, Rundall TG, Hsu J. JAMA. 2007; 298 (6): 673-676. [Link para o Artigo]. Autonomia ......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...o de atitude. Eles precisam entender que muitos desfechos com pacientes são decorrentes do desenho de sistemas e processos de assistência, e que padronizar é uma estratégia efetiva para melhorar esses desfechos. Os médicos precisam participar da elaboração e acreditar em protocolos como ferramenta fundamental para uma prática segura. 3. As evidências que devem ser usadas e a forma de criação d......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

... de lesão ao paciente), check-list para passagem segura de cateter venoso central em UTI´s, etc. não é surpresa que esse tipo de intervenção mostre benefício para os pacientes. O mais importante é envolver o médico na elaboração de guias, protocolos e padronizações. A chance de um médico aderir a um protocolo que ele saiba como foi elaborado e cujas evidências dão base estruturada para pesar risc......

Ver Índice

29/08/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Metodologias Para a Melhoria de Qualidade

...o PDCA foi criado por Walter Shewhart, em meados da década de 1920 e disseminado para o mundo por Deming na década de 1950. Esta ferramenta (PDCA - em inglês Plan, Do, Check e Action) tem, assim como o modelo FADE, etapas a serem seguidas (Figura 2). Figura 2: Ciclo PDCA Planejar (PLAN) – identificar o problema >observar > analisar o processo > criar plano de ação Definir as meta......

Ver Índice

29/08/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Metodologias Para a Melhoria de Qualidade

...ados para se ter uma base da situação atual, identificar causas dos problemas e apontar possíveis soluções; · DEVELOP (Desenvolver): com base nos dados levantados desenvolver planos de ação para melhoria, incluindo sua implementação, a comunicação com os envolvidos, e as medidas de monitorização; · EXECUTE (Executar): implementar os planos de ação traçados com base no plano dese......

Ver Índice

11/06/2012

Casos Clínicos

Arritmia no consultório médico

... torsades de pointes pelas Diretrizes Brasileiras de Eletrocardiograma da Sociedade Brasileira de Cardiologia é: Trata-se de taquicardia com QRS largo, polimórfica, auto-limitada, com QRS “girando” em torno da linha de base. Geralmente, é precedida por ciclos longo-curto (extrassístole – batimento sinusal – extrassístole), e relaciona-se com a presença de QT longo, que pode ser congênito ou s......

Ver Índice

12/05/2014

Casos Clínicos

Eletrocardiograma de um maratonista: qual o achado?

...a ou funcional no sistema de condução. A condução é intermitente no caso do BAV de 2o grau, sendo que alguns impulsos atriais não atingem os ventrículos. Wenckebach descreveu um atraso progressivo entre as contrações atrial e ventricular, com a ocorrência de eventual falha de um batimento atrial para alcançar os ventrículos. Mobitz posteriormente dividiu os BAVs de 2o grau em......

Ver Índice

21/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS - APÊNDICE – TIPOS DE INCIDENTES

...Trauma Térmico: Calor, Frio Ameaça à Respiração: Obstrução de Via Aérea, Confinamento, Afogamento Exposição Química: Envenenamento, Corrosão Outros Mecanismos de Dano: Eletricidade, Radiação, Vibração, Som, Pressão, Gravidade Exposição a Forças da Natureza: Desastres Naturais Quedas Tipo: Tropeção, Escorregão, Síncope, Perda de Equilíbrio Envolvendo: Berç......

Ver Índice

08/03/2010

Artigos

Efeito da comunicação entre médicos de diferentes níveis de atenção

...sugerem um papel potencial da comunicação interativa para melhorar a efetividade da colaboração entre generalista-especialista. Aplicações para a Prática Clínica Este estudo corrobora uma idéia aparentemente lógica, a saber, a de que a melhora na comunicação entre médicos de diferentes níveis de atenção, cuidando de um mesmo paciente, se reverte em benefícios (melhora o prognóstic......

Ver Índice

15/11/2009

Artigos

Práticas na solicitação de papanicolau na atenção primária

...,457 Contexto Clínico Existem diretrizes bem definidas sobre o rastreamento de câncer de colo de útero que foram revisadas em 2002. O US Preventive Services Task Force (USPSTF) recomenda2 que o rastreamento do câncer de colo de útero seja realizado em todas as mulheres com vida sexual ativa e que tenham colo de útero. O USPSTF encontrou boas evidências provenientes de múltiplos es......

Ver Índice

Página:  de 3

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal