FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Checklist Baseado Nas Recomendacoes da Oms Reduz a Morbidade e Mortalidade Pos Operatoria" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

21/01/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória

... para ser aplicável mundialmente e que pudesse reduzir as principais complicações cirúrgicas. Os autores avaliaram a incidência de complicações e de mortalidade pós-operatórias em oito cidades de diferentes países, sendo que 3733 pacientes consecutivos foram avaliados prospectivamente antes da introdução deste checklist e 3955 pacientes consecutivos foram avaliados após a introdução do checklist. ......

Ver Índice

21/01/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória

...s da equipe (no mínimo a enfermeira e o anestesista) confirmam oralmente que: 1. O paciente verificou a sua identidade, o sítio cirúrgico, o procedimento e deu o consentimento. 2. O sítio cirúrgico está marcado ou a marcação do sítio não é aplicável. 3. O oxímetro de pulso está ligado e funcionando. 4. Todos os membros da equipe estão cientes se o paciente tem alguma alergia co......

Ver Índice

08/06/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais

...de pontos-chave de segurança antes de fases específicas da assistência perioperatória. A primeira checagem é antes da indução da anestesia, a segunda antes da incisão na pele, e a terceira antes da equipe deixar a sala cirúrgica. Muitas das verificações já são rotina em algumas instituições, mas surpreendentemente, poucas equipes que operam realizam essas verificações em todas as cirurgias, princi......

Ver Índice

08/06/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais

...entações claras e políticas bem estabelecidas para direcionar o processo de segurança no perioperatório. Além disso, mesmo no mundo desenvolvido, existe variabilidade na aderência às práticas básicas de segurança em cirurgia. As orientações do Checklist podem ajudar diferentes países e hospitais a avaliar os seus próprios processos de prestação de cuidados cirúrgicos, e a implementar melhorias de ......

Ver Índice

31/05/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução à Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...ernação prolongada em 3 a 25% dos pacientes internados, dependendo da complexidade do procedimento cirúrgico e do tipo de hospital. Estas taxas significam que, anualmente, pelo menos 7 milhões de pacientes podem ter complicações pós-operatórias. 3. As taxas de mortalidade relatadas após grandes cirurgias são entre 0,4% e 10%, dependendo das circunstâncias. A estimativa do impacto destas t......

Ver Índice

31/05/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução à Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...ões para a segurança em cirurgias, e uma lista de verificação de segurança cirúrgica com normas aplicáveis para qualquer país ou realidade de saúde. Os resultados preliminares de uma avaliação em oito locais pilotos espalhados pelo mundo mostram que a lista quase duplicou a probabilidade de o paciente receber o tratamento cirúrgico com padrões de cuidado - como um antibiótico antes da incisão cirú......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...ico). É verdade também, que se isso era facilmente praticável até cerca de 20 anos atrás, é mais difícil para o médico hoje ter a completo conhecimento de 100% das inovações científicas e tecnológicas, mesmo dentro de uma única especialidade. É fundamental que um ponto de equilíbrio seja encontrado, onde a autonomia do médico ainda seja preservada, tendo em vista as próprias particularidades de c......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...as ou simples, dá margem ao médico para utilizar de seu raciocínio clínico e experiência com foco em situações mais complexas, cuja base de informações existentes não é tão fundamentada para permitir tomadas de decisão simples. Abordagem Baseada em Evidências A medicina baseada em evidências (MBE) pode ser resumida como o uso das melhores evidências científicas disponíveis para atingir os mel......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...to de interesses (como é nossa proposta no site MedicinaNET). É importante lembrar que mesmo uma ação baseada em evidência pode ser prejudicial a um paciente, principalmente quando o assunto for controverso ou os resultados divergem muito entre os estudos. Conclusões – Buscando o Equilíbrio Para engajar médicos nas práticas padronizadas e baseadas em evidências são necessários três pontos: ......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal