Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Checklist Baseado Nas Recomendacoes da Oms Reduz a Morbidade e Mortalidade Pos Operatoria" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

21/01/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória

...nar qual o impacto de cada uma das intervenções na diminuição das complicações e da mortalidade, sendo o mecanismo provavelmente multifatorial. No entanto, apesar destas limitações, o estudo mostrou um resultado muito robusto na diminuição de mortalidade e complicações, através de medidas que não oneram o sistema de saúde, além de ter sido baseado nas diretrizes da OMS e no conhecimen......

Ver Índice

21/01/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória

...o de mortes e condições debilitantes. Aplicações para a Prática Clínica O estudo avaliou a incidência de mortalidade e complicações pós-operatórias antes e após uma intervenção, e este tipo de estudo está sujeito a viés, que poderia ser menor em um ensaio clínico randomizado. Além disso, não é possível determinar qual o impacto de cada uma das intervenções na diminuição......

Ver Índice

08/06/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais

...te a veiculação livre de seus materiais para fins educacionais. Assim como este tópico, todos os outros conteúdos relacionados à segurança do paciente são livres para acesso por não assinantes. Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais Lucas Santos Zambon Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória Campanha “Cirurg......

Ver Índice

08/06/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais

... estimados das taxas de complicações graves e morte após cirurgia, mesmo usando estimativas conservadoras, são de que 7 milhões de pacientes sofrem complicações após a cirurgia, sendo que metade dessas complicações seria evitável. 2. Como foi desenvolvido o checklist de verificação? O Checklist da Campanha da OMS “Cirurgia Segura Salva Vidas” foi criado por um grup......

Ver Índice

31/05/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução à Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...ão são feitos no momento correto, são mantidos por tempo completamente inadequado e muitas vezes são escolhidos por “gosto pessoal” do cirurgião, sem nenhuma base científica. O quarto e último problema é obviamente a complexidade da segurança em cirurgias, levando em conta que mesmo no procedimento mais simples há diversas oportunidades para erros serem cometidos, desde o preparo cirúrgico até as ......

Ver Índice

31/05/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução à Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...m em diferentes países e realidades, as taxas de complicações pós-operatórias em países desenvolvidos variam de 3 a 16%, com uma mortalidade variando de 0,4 a 0,8%. Metade desses Eventos Adversos foi dada como evitável pelos estudos que levantaram essas estatísticas. Em países em desenvolvimento a mortalidade pós-operatória pode ser mais grave, variando de 5 a 10% em grandes cirurgias. ......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...tica segura. 3. As evidências que devem ser usadas e a forma de criação de protocolos e padrões devem também ser criteriosas e constantemente melhoradas. Muitos são os interessados nos resultados da assistência médica: o paciente, o hospital, os convênios, o governo e o próprio médico. Portanto todos esses envolvidos devem se engajar com as políticas de usar as práticas mais embasadas em ciênc......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

... seja pelo uso de guidelines ou protocolos. Entretanto, a figura central dessa ação, o médico, tem como um dos pilares centrais da sua atuação a necessidade de autonomia de decisões (que viria a ser a capacidade de controlar e monitorizar suas próprias ações de cunho técnico). É verdade também, que se isso era facilmente praticável até cerca de 20 anos atrás, é mais difícil para o médico hoje ter......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...al acharmos que todo médico consegue armazenar todo o volume novo de informações que é divulgado diariamente. Sendo assim, protocolos institucionais poderiam dar margem ao médico em se informar sobre exatamente aquilo que não é passível de padronização, e que exige muita quantidade de informações para dar suporte a uma conduta, seja diagnóstica ou terapêutica. Obviamente é difícil dizer o que de ......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal