FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Checklist Baseado Nas Recomendacoes da Oms Reduz a Morbidade e Mortalidade Pos Operatoria" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

21/01/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória

...liados e o equipamento apropriado e assistência estão disponíveis. 6. Se houver risco de perda sanguínea de pelo menos 500 ml (ou 7 ml/kg em crianças) é necessário acesso venoso apropriado e fluidos de reposição disponíveis. Pausa antes do início (time out) Antes da incisão, toda a equipe (enfermeiras, cirurgiões, anestesistas e outros participantes no cuidado do paciente) verificam ora......

Ver Índice

21/01/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória

...s da introdução do checklist e diminuiu para 0,8% após a introdução do checklist (p = 0,003). Complicações pós-operatórias ocorreram em 11% dos pacientes previamente à introdução do checklist e esta taxa caiu para 7% após a introdução (p<0,001). Os autores concluem que este checklist, se aplicado em uma escala global, teria o potencial de prevenir um grande número de mortes e condições debilita......

Ver Índice

08/06/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais

...otina em algumas instituições, mas surpreendentemente, poucas equipes que operam realizam essas verificações em todas as cirurgias, principalmente em cirurgias mais avançadas. Espera-se poder mostrar melhorias, tanto no processo como nos resultados dos cuidados cirúrgicos, através de hospitais piloto ligados à OMS para avaliar a Checklist. 4. Hospitais já não usam checklists? ......

Ver Índice

08/06/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais

...a a identidade do paciente, o procedimento, e o local de operação. A expansão dessas checagens de forma mais elaborada e sistematizada, entretanto, foi o que a campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” fez. 5. Como saber se o checklist funciona? Entre outubro de 2007 e Setembro de 2008, foram estudados os efeitos do checklist em oito hospitais em oito cidades (Toronto......

Ver Índice

31/05/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução à Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...to correto, são mantidos por tempo completamente inadequado e muitas vezes são escolhidos por “gosto pessoal” do cirurgião, sem nenhuma base científica. O quarto e último problema é obviamente a complexidade da segurança em cirurgias, levando em conta que mesmo no procedimento mais simples há diversas oportunidades para erros serem cometidos, desde o preparo cirúrgico até as recomendações do pós-o......

Ver Índice

31/05/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução à Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...axas é que pelo menos 1 milhão de pacientes morre por ano, durante ou após uma cirurgia. 4. Informações relativas aos cuidados cirúrgicos foram padronizadas ou sistematicamente recolhidas apenas em alguns estudos de investigação a nível mundial. Sendo assim, a maior parte das intervenções cirúrgicas no mundo não são registradas. É essencial medir os cuidados cirúrgicos em uma estimativa g......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...para evitar esse erro. Um deles é a criação de padrões e situações “à prova de erro”, seja pelo uso de guidelines ou protocolos. Entretanto, a figura central dessa ação, o médico, tem como um dos pilares centrais da sua atuação a necessidade de autonomia de decisões (que viria a ser a capacidade de controlar e monitorizar suas próprias ações de cunho técnico). É verdade também, que se isso era fa......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...Isso ocorre principalmente quando muitos fatores estão envolvidos no processo de tomada de decisão, e uma equipe torna maior a possibilidade de se tomar o caminho “mais sábio”. Isso pode ser aplicável de forma simples inclusive, escutando a enfermagem, um residente e mesmo o paciente, antes de tomar uma conduta diante de uma situação complicada. É importante ressaltar que os médicos são a classe ......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...sas e constantemente melhoradas. Muitos são os interessados nos resultados da assistência médica: o paciente, o hospital, os convênios, o governo e o próprio médico. Portanto todos esses envolvidos devem se engajar com as políticas de usar as práticas mais embasadas em ciência em busca dos melhores resultados. De forma alguma queremos criar uma polêmica quanto à autonomia do médico. É indubitá......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal