Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Checklist Baseado Nas Recomendacoes da Oms Reduz a Morbidade e Mortalidade Pos Operatoria" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

21/01/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória

...rentes países, sendo que 3733 pacientes consecutivos foram avaliados prospectivamente antes da introdução deste checklist e 3955 pacientes consecutivos foram avaliados após a introdução do checklist. A tabela 1 contém os principais elementos do checklist. Tabela 1: Checklist de segurança cirúrgico baseado nas recomendações da OMS Admissão (sign in): Antes da indução anes......

Ver Índice

21/01/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória

...ui o nome do paciente 18. Verificação de outros cuidados com o equipamento necessários 19. O cirurgião, a enfermeira e os anestesistas revisam oralmente as principais preocupações com o cuidado do paciente e com a sua recuperação Resultados A taxa de mortalidade foi de 1,5% antes da introdução do checklist e diminuiu para 0,8% após a introdução do checklist (p = 0,003). Compli......

Ver Índice

08/06/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais

... recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória). Com significância estatística, a utilização do checklist reduziu a taxa de mortes e de complicações em mais de um terço em todos os 8 hospitais-piloto. A taxa de complicações maiores caiu de 11% para 7%, e da mortalidade hospitalar após grandes operações caiu de 1,5% para 0,8%, após aplicação do checklist. Além disso, o efeito ......

Ver Índice

08/06/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS – Perguntas e Respostas Gerais

...pe, de cirurgiões a anestesistas e enfermeiros, de forma a estabelecer a verificação de pontos-chave de segurança antes de fases específicas da assistência perioperatória. A primeira checagem é antes da indução da anestesia, a segunda antes da incisão na pele, e a terceira antes da equipe deixar a sala cirúrgica. Muitas das verificações já são rotina em algumas instituições, mas surpreendentemente......

Ver Índice

31/05/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução à Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...ram feitas na administração de anestesia ao longo dos últimos 30 anos, mas não em todas as partes do mundo. Em algumas regiões, a mortalidade relacionada à anestesia é tão elevada quanto 1 em 150 pacientes que receberam anestesia geral. 8. Medidas de segurança são aplicadas de forma inconsistente em cirurgias, mesmo em locais de referência. Passos simples podem reduzir as taxas de complic......

Ver Índice

31/05/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução à Campanha “Cirurgia Segura Salva Vidas” da OMS

...ia Segura Salva Vidas” está colaborando com mais de 200 Ministérios de Saúde, sociedades médicas nacionais e internacionais e as organizações profissionais para reduzir a mortalidade e as complicações no tratamento cirúrgico. Desafios à Segurança em Cirurgias Existem pelo menos 4 grandes desafios quanto à segurança em cirurgias. O primeiro é assumirmos que o problema existe e de f......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...fícil explicar porque isso ocorre, já que os próprios médicos reconhecem a necessidade de sistemas mais seguros. Muitas devem ser as causas envolvidas: falta de atualização, sensação de estar ferindo sua autonomia ao seguir um protocolo, ou mesmo a não adoção de práticas ainda pouco estudadas e pouco fundamentadas. Outro ponto crítico é a independência do médico. Se por um lado isso é extremament......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...ue é divulgado diariamente. Sendo assim, protocolos institucionais poderiam dar margem ao médico em se informar sobre exatamente aquilo que não é passível de padronização, e que exige muita quantidade de informações para dar suporte a uma conduta, seja diagnóstica ou terapêutica. Obviamente é difícil dizer o que de fato é uma boa evidência científica. Aqui entra o papel das sociedades médicas qua......

Ver Índice

04/04/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Autonomia Médica x Uso de Padronização – Em busca do equilíbrio com foco na segurança do paciente

...ve em recente estudo publicado na New England Journal of Medicine, onde um check-list em cirurgias diminuiu a mortalidade do grupo que recebeu a intervenção (checklist baseado nas recomendações da OMS reduz a morbidade e mortalidade pós-operatória). Em dados publicados nos EUA, a maior parte dos médicos acredita que os hospitais devam redesenhar seus sistemas e processos para evitar erros médicos......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal