FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Criptococose Livre" obteve 14 resultados.

Página:  de 2

19/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

criptococose

... febre, fraqueza, dor no peito, rigidez de nuca, dor de cabeça, náusea e vômito, sudorese noturna, confusão mental e alterações de visão. Pode haver comprometimento ocular, pulmonar, ósseo e, as vezes, da próstata. Sinonímia Torulose, blastomicose europeia. Agente Etiológico Um fungo, o Cryptococcus neoformans, nas variedades neoformans (sorotipo A e D) e gatti (sorotipo B e C). O C. ne......

Ver Índice

19/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

criptococose

...das de controle disponíveis. MEDIDAS DE CONTROLE Até o momento, não existem medidas preventivas específicas, a não ser atividades educativas com relação ao risco de infecção. Medidas de controle de proliferação de pombos devem ser implementadas. Assim, nas áreas com grande numero de pombos, deve-se diminuir a disponibilidade de alimento, agua e, principalmente, abrigos, visando reduzir a popu......

Ver Índice

18/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

AIDS

...os 1 doença indicativa de Aids de caráter moderado a grave e/ou Contagem de linfócitos T CD4 + menor que o esperado para a idade atual ou Critério excepcional óbito Menção de Aids/sida (ou termos equivalentes) em algum campo da Declaração de Óbito + Investigação epidemiológica inconclusiva ou Menção de infecção pelo HIV (ou termos equivalentes) em algum......

Ver Índice

05/06/2009

Biblioteca Livre

Co-morbidades e Co-infecções no paciente com HIV

... Cancer 2004;101:317-324. 4. American Cancer Society. Cancer Facts and Figures 2007. Atlanta, Ga: American Cancer Society; 2007. 5. Macroft A, Youle M, Gazzard B, Marcinet J, Halai R, Phillips AN. Anti herpes virus treatment and risk of Sarcomas Kaposis in HIV infection. AIDS 1996, 10, 1101-1105. 6. Engels EA, Pfeiffer RM, Goedert JJ, et al. Trends in cancer risk among people with AIDS......

Ver Índice

02/02/2010

5 Antiinfectantes

Anfotericina B

...5 a 10 mg por dia. • A dose máxima diária não deve exceder 0.5 a 1 mg/kg, que deve ser administrada em dias alternados. • Dose total acumulada de 1 a 3 g. Crianças Infecções Fúngicas Sistêmicas • Teste inicial: 0,1 mg/kg/dose, por infusão intravenosa durante 20 a 30 minutos, 30 a 60 minutos antes da administração da dose plena. • De 0,25 a 1,0 mg/kg/dia, em infusão int......

Ver Índice

02/02/2010

5 Antiinfectantes

Fluconazol

...anas, a administração é a cada 72 horas; em neonatos entre 2 a 4 semanas de vida, administra-se a cada 48 horas. Adultos Tratamento de Candidíases • Candidíase vaginal: dose única de 150 mg, por via oral. • Candidíase vaginal recorrente: 100 mg, em dose única semanal, por 6 meses. • Candidíase mucosa (exceto vaginal): 50 mg, uma vez ao dia, por 7 a 14 dias. • Candidías......

Ver Índice

31/01/2013

Revisões Internacionais

Doenças inflamatórias intestinais – Stephen B. Hanauer

...rdagens heterogêneas. Além disso, há o potencial de interações farmacológicas e outras toxicidades, tornando necessária a obtenção de uma história detalhada, que inclua uma revisão das vitaminas tomadas sem prescrição, alimentos saudáveis, agentes homeopáticos ou plantas medicinais. Esta história pode identificar os fatores que contribuem para as alterações dos hábitos intestinais ou interações fa......

Ver Índice

24/09/2014

Revisões Internacionais

HIV e SIDA - Christopher J. Hoffmann, Joel E. Gallant

...fecção por HIV. Estas informações serão importantes para o tratamento a longo prazo. História inicial A história inicial deve incluir a data do primeiro teste positivo para HIV e também informações que possam ajudar a estimar o momento em que a infecção ocorreu. É preciso perguntar aos pacientes sobre a manifestação de sintomas relacionados à infecção pelo HIV e infecções oportunistas, be......

Ver Índice

01/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Aids

...ia no parto – informar sobre o uso da profilaxia no pré-natal, condições clínicas da gestante no momento do parto, uso da profilaxia no parto e início da profilaxia na criança. Avaliação do protocolo da profilaxia na criança e acompanhamento – anotar os dados de identificação da criança (nome, data de nascimento e sexo), a exposição ao aleitamento materno ou cruzado e a conclusão ou não da profil......

Ver Índice

05/06/2009

Biblioteca Livre

Profilaxia de Infecções Oportunistas no Paciente com HIV

...uem o fluconazol VO 200-400mg ao dia ou a anfotericina B. A profilaxia secundária pode ser interrompida se houver aumento sustentado da contagem de linfócitos T-CD4+ (acima de 200 células/mm³) por, pelo menos, seis meses apos o início de TARV. Não é indicado realizar profilaxia primária. CITOMEGALOVIROSE A mais efetiva estratégia de prevenção da doença CMV é a restauração da função imunoló......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal