FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Esquistossomose Mansonica" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Esquistossomose Mansônica

...e do Mediterrâneo, América do Sul e Caribe. No Brasil, é considerada uma endemia, que atinge 18 estados e Distrito Federal. Os estados das regiões Nordeste, Sudeste e Centro-oeste são os mais afetados. Atualmente, a doença é detectada em todas as regiões do país. As áreas endêmicas e focais abrangem 18 unidades federadas e o Distrito federal, atingindo os estados: Alagoas, Bahia, Pernambuco, Rio G......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Esquistossomose Mansônica

...a. Esses sintomas podem ser acompanhados de diarreia, náuseas, vômitos ou tosse seca, ocorrendo hepatomegalia. após seis meses de infecção, há risco do quadro clínico evoluir para a fase crônica, cujas formas clínicas são: · Hepatointestinal – Caracteriza-se pela presença de diarreias e epigastralgia. Ao exame físico, o paciente apresenta fígado palpável, com nodulações que, nas fases mais......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Esquistossomose Mansônica

...do Kato-Katz. Este método permite a visualização e contagem dos ovos por grama de fezes, fornecendo um indicador seguro para se avaliar a intensidade da infecção e a eficácia do tratamento. O teste da reação em cadeia da polimerase (PCRPolymerase Chain Reaction) e os testes sorológicos possuem sensibilidade ou especificidade suficiente e seriam úteis principalmente em áreas de baixa prevalência da......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

... > 2,4 e < 4,4 estão classificados como de transmissão moderada; e municípios com média de casos > 4,4 estão classificados como de transmissão intensa. Os municípios com transmissão de leishmaniose visceral terão uma das classificações acima referidas, porém os municípios de médio e grande porte, utilizando o mesmo indicador acima referido, poderão estratificar subáreas ou setores dentro......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Tifóide

...ara. Drogas de Segunda Escolha · Ampicilina - Dose. - Adultos: 1.000 a 1.500 mg/dose, via oral, em 4 tomadas (6/6 horas), até dose máxima de 6 g/dia. - Crianças: 100 mg/Kg/dia, via oral, dividida em 4 tomadas (6/6 horas). A administração oral é preferível a parenteral. A duração do tratamento é de 14 dias. · Sulfametoxazol + Trimetoprim - Dose. - Adultos: 800......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Tifóide

... quanto ao risco que ele representa para os seus comunicantes íntimos é para a comunidade em geral. O tempo ideal de tratamento para portadores crônicos ainda não esta bem definido. Características Epidemiológicas A Febre Tifoide não apresenta sazonalidade ou outras alterações cíclicas, assim como distribuição geográfica, que tenham importância pratica. A sua ocorrência está diretamente relac......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Doença de Chagas

... transmissão acidental: ate aproximadamente 20 dias. Período de Transmissibilidade O paciente chagásico pode albergar o T. cruzi no sangue e/ou tecidos por toda a vida, sendo assim reservatório para os vetores com os quais tiver contato. No entanto, os principais reservatórios são os outros mamíferos já citados. Diagnóstico Fase Aguda Determinada pela presença de parasitos circulantes e......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Doença de Chagas

...a e, nos tecidos, como amastigota. Vetores Triatomíneos hematófagos que, dependendo da espécie, podem viver em meio silvestre, no peridomicílio ou no intradomicílio. São também conhecidos como “barbeiros” ou “chupões”. No Brasil, há uma diversidade de espécies que foram encontradas infectadas. A mais importante era o Triatoma infestans que recentemente foi eliminado do Brasil. Os T. brasilien......

Ver Índice

12/08/2009

Biblioteca Livre

Bibliografia Consultada

...re Vranjac. Normas e instruções: coqueluche. São Paulo: Centro de Vigilância Epidemiológica Professor Alexandre Vranjac; 2001. Seminário sobre usos y perspectivas de la epidemiologia; 1983 nov. 7-10; Buenos Aires, Argentina. Washington: OPS; 1984. Shaw JJ. Taxonomia do gênese Leishmania: conceito tradicionalista x conceito moderno. An Bras Dermat 1985;60(2):67-72. Sheffer AL, Pennoyer DS. Manag......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.