FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "n Acetilcisteina em Insuficiencia Hepatica Aguda Nao Relacionada ao Uso de Paracetamol" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

25/10/2009

Artigos

N-acetilcisteína em insuficiência hepática aguda não relacionada ao uso de paracetamol

...nsaios clínicos de poucos anos de duração. Nestes casos, é importante considerar que talvez existam efeitos adversos em períodos mais longos de utilização da medicação. Isso não se aplica a este estudo, visto que a droga é utilizada somente por 72 horas 4. Quem patrocinou o estudo? – estudos patrocinados pela indústria farmacêutica são associados mais frequentemente a resultados positivos do ......

Ver Índice

17/11/2010

Casos Clínicos

Fibrose Intersticial Idiopática

...oral e causas mais frequentes Início dos sintomas Comentários Agudo (dias a semanas) Pneumonite de hipersensibilidade, pneumonia eosinofílica, pneumonia intersticial idiopática aguda e reações imunológicas (medicamentos, helmintos, fungos). Um grande diagnóstico diferencial é com pneumonia bacteriana de apresentação intersticial (Mycoplasma, Legionella, Chlamydia etc.) Sub......

Ver Índice

18/06/2014

Revisões Internacionais

Asma – Mitchell H. Grayson, Michael J. Holtzman

...ma. O uso regular de glicocorticoides inalatórios, ainda que em doses baixas, é comprovadamente efetivo na prevenção de uma proporção significativa dos casos de internação e morte por asma.72 Estes benefícios, contudo, somente são alcançados mediante a prescrição de doses adequadas, quando o paciente usa a medicação regularmente e com a aplicação da técnica de inalação correta.73 As vantagens part......

Ver Índice

29/06/2016

Revisões Internacionais

asma

...cessidade de 2 a 4 puffs a cada 6 horas, conforme a necessidade de 1 a 2 cápsulas a cada 6 horas conforme a necessidade 5.0 mg a cada 2 horas de 3 a 8 puffs q. 2 horas Não estudado nas exacerbações Os beta-2-agonistas inalatórios de curta duração são tratamentos de primeira linha conforme a necessidade; não há diferenças significantes na eficácia entre os beta-2 agonistas d......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...g/kg, por via intravenosa, diluída em 1,5 mL/kg de solução glicosada a 5%, infundida em 1 hora, durante 7 dias, combinada a artesunato de sódio 2,4 mg/kg, por via intravenosa, seguido de 1,2 mg/kg administrado após 12 e 24 horas. Depois, 1,2 mg/kg, a cada 24 horas, durante 6 dias. Assim que o paciente estiver em condições de deglutir, a dose diária pode ser administrada em comprimidos, por via ora......

Ver Índice

29/04/2016

Revisões

Intoxicação por opioides

...ambém têm maior susceptibilidade para os efeitos dos opioides e devem ser vigiados de perto. Uma condição coexistente (por exemplo, insuficiência renal, doença pulmonar crônica ou apneia do sono) pode exacerbar com os efeitos dos opioides sobre a respiração; mudanças fisiológicas relacionadas à idade, como alterações na composição corporal, podem causar intoxicações persistentes e com falha na rev......

Ver Índice

14/06/2017

Revisões

Hepatite Alcoólica

...do no México com 100 pacientes seguidos por 14 anos mostrou que a sobrevida com colchicina foi de 11 anos e com placebo 3,5 anos. O trabalho teve sérios problemas metodológicos sendo que 20% dos pacientes perderam o seguimento. O efeito benéfico só foi observado após 30 meses de tratamento. Outros estudos não demonstraram benefício, assim a medicação não é recomendada para esta situação. Hepat......

Ver Índice

25/05/2012

Revisões Internacionais

Abordagem dos envenenamentos e das dosagens excessivas de medicamentos

...o. O CA deve ser administrado para prevenir as convulsões. Usar CA simples. Não usar CA contendo sorbitol. (4) Náuseas e/ou êmese: se o paciente estiver vomitando ativamente a substância tóxica, aguardar até que nenhum fármaco mais esteja sendo expelido e, então, administrar o antiemético e, quando a náusea e a êmese estiverem controladas, administrar o CA. Se o paciente tiver náuseas ou estiver ......

Ver Índice

01/02/2010

Revisões

Icterícia

...mia hemolítica leve e contínua, pontuada por períodos de paroxismos com dor abdominal, icterícia e calafrios. Frequentemente é secundária a infecções virais (micoplasma) e doenças malignas, particularmente linfoma. III. Drogas e produtos químicos: algumas drogas podem causar hemólise e icterícia (Tabela 5). Tabela 5. Drogas que causam hemólise Mecanismo Formação de haptenos Imu......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal