Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Ácido Salicílico

Última revisão: 19/12/2010

Comentários de assinantes: 0

Reproduzido de:

Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006 [Link Livre para o Documento Original]

Série B. Textos Básicos de Saúde

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos

Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos

Brasília / DF – 2008

 

Ácido Salicílico

 

Marcela de Andrade Conti

 

Na Rename 2006: item 18.4

 

APRESENTAÇÃO

      Pomada 5% (Formulário Nacional).

 

INDICAÇÕES1-6,8

      Hiperceratoses, como ictioses, ceratose plantar e das mãos.

      Psoríase.

      Dermatite seborréica.

      Verrugas e calosidades (empregam-se formulações contendo 5% a 40% de Ácido Salicílico).

 

CONTRA-INDICAÇÕES1-5

      Crianças com menos de 2 anos.

      Aplicação sobre feridas ou inflamações cutâneas.

      Hipersensibilidade.

 

PRECAUÇÕES1-6,8

      Evitar contato com o rosto, olhos, boca, mucosas e região anogenital.

      Evitar uso prolongado e aplicação em áreas extensas, para minimizar absorção e efeitos sistêmicos.

      Em crianças e indivíduos com disfunção hepática ou renal, o risco de salicilismo dever ser monitorado.

      Categoria de risco na gravidez (FDA): C (ver Apêndice A – Fármacos e Gravidez).

 

ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO1,4-6,8

Adultos

      Hiperceratoses, psoríase e dermatite seborréica: aplicar sobre a área limpa e seca, uma vez ao dia, preferencialmente à noite, mantendo-a sob oclusão.

      Verrugas e calosidades de mãos e pés (geralmente de 5 a 40%): aplicar 1 a 2 vezes ao dia, por até 12 semanas.

 

Crianças com mais de 2 Anos

      Psoríase: aplicar sobre a área limpa e seca, uma vez ao dia, considerando-se o risco aumentado de toxicidade devido à maior proporção da área tratada em relação à superfície corporal total.

 

ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES5,8

      Absorção sistêmica: aproximadamente 25%.

      Pode atravessar a barreira placentária.

      Eliminação urinária.

 

EFEITOS ADVERSOS1-6,8

      Irritação local, dermatite, ressecamento da pele.

      Salicilismo, geralmente após aplicação excessiva, particularmente em crianças.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS4,5,8

      Vacina contra varicela: evitar o uso da pomada durante as 6 semanas após a administração da vacina devido ao risco aumentado de desenvolvimento da síndrome de Reye.

      Efeito sinérgico com antifúngicos, pois facilita sua absorção pela redução da camada de ceratina.

 

ORIENTAÇÕES AOS PACIENTES1-6,8

      Orientar para evitar contato com o rosto, olhos, boca, mucosas, região anal ou genital.

      Orientar para evitar o uso de outros produtos tópicos ao mesmo tempo e no mesmo local.

 

ASPECTOS FARMACÊUTICOS4,6,8

      Conservar em temperaturas entre 15 e 30°C, em recipientes bem fechados.

 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO

Consta no documento:

“Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”

O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal