Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Manual de Implementação do Checklist Parte III - Antes do Paciente Sair da Sala Cirúrgica

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 17/07/2009

Comentários de assinantes: 0

            Esta fase deve ser realizada ao final do procedimento, mas antes do cirurgião deixar a sala. O próprio cirurgião pode solicitar que a checagem desta fase seja iniciada. Ela pode ser feita, por exemplo, durante o fechamento da ferida cirúrgica. Devem-se completar todos os itens antes de retirar o paciente da sala cirúrgica, até porque parte da função desta fase do checklist é garantir os cuidados no pós-operatório. Os detalhes de cada um dos itens desta fase do checklist são os seguintes:

 

1.     Confirmação do procedimento realizado

 

         O coordenador do checklist deve confirmar com o cirurgião o procedimento realizado, uma vez que não é incomum a ocorrência de mudanças.

 

2.     Contagem de instrumentos cirúrgicos, compressas e agulhas

 

         Apesar de não serem muito freqüentes, erros relacionados ao esquecimento desses itens dentro do paciente são eventos graves;

         A contagem correta deve ser confirmada em voz alta, com especial atenção para as cirurgias de cavidade aberta (abdômen, tórax);

         Caso esteja faltando algum item, o ideal é que exista uma seqüência de checagem a ser realizada: checar campos, ramper e cavidade cirúrgica, eventualmente acrescentando exames de imagem no pós-operatório.

 

3.     Identificação de biópsias

 

         A falta de identificação pode gerar sérios erros nos setores de análise e prejudicar muito o paciente por falta de diagnóstico ou troca de diagnósticos;

         Deve-se confirmar para toda biópsia, qual o material e se está identificado corretamente com o nome do paciente.

 

4.     Problemas com equipamentos

 

         É fundamental descrever possíveis falhas ou erros em equipamento para que os mesmos sejam corrigidos antes de serem utilizados em uma nova cirurgia.

 

5.     Cuidados no pós-operatório

 

         O cirurgião, o anestesista e o profissional de enfermagem devem rever todos os cuidados específicos que devem ser realizados no pós-operatório do paciente;

         Aqui devem ser incluídos itens como monitorização, reações adversas esperadas conforme os agentes anestésicos utilizados, cuidados com feridas operatórias, drenos e cateteres, itens de prescrição médica que devem ter atenção, etc.

 

COM A CONCLUSÃO DESTA ETAPA FINAL, O CHECKLIST DE SEGURANÇA PARA CIRURGIAS ESTÁ FINALIZADO.

ESTE MATERIAL PODE FICAR ANEXADO AO PRONTUÁRIO DO PACIENTE, OU SER UTILIZADO EM ANÁLISES DE CONTROLE DE QUALIDADE, CONFORME AS NECESSIDADES LOCAIS.

 

Link para o documento da OMS

 

OBS.: Seguimos no MedicinaNet as recomendações da própria OMS quanto à divulgação de qualquer material oriundo de seu website (http://www.who.int/about/copyright/en/), que permite a veiculação livre de seus materiais para fins educacionais.

 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal