Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Sulfato de Magnésio

SULFATO DE MAGNÉSIO (INJETÁVEL) (nome genérico) (substância ativa)

 

Uso injetável

Injetável (solução) 10%

 

Injetável (solução) 50%

 

Armazenagem antes de aberto

Temperatura ambiente (15-30°C). Não congelar.

 

O que é

Anticonvulsivante; repositor de eletrólito (magnésio).

 

Para que serve

Convulsão na toxemia gravídica (eclâmpsia e pré-eclâmpsia); hipomagnesemia.

 

Como age

Tem efeito depressor sobre o sistema nervoso central. Bloqueia a transmissão neuromuscular controlando assim as convulsões. Também utilizado para a reposição de magnésio.

 

Como se usa

USO INJETÁVEL

SULFATO DE MAGNÉSIO (solução) 50% – VIA INTRAMUSCULAR

ADMINISTRAÇÃO: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa.

 

SULFATO DE MAGNÉSIO (solução) 10% – VIA INTRAVENOSA DIRETA

VELOCIDADE DE INJEÇÃO: 150 mg/minuto.

 

SULFATO DE MAGNÉSIO (solução) 10% - INFUSÃO INTRAVENOSA (para convulsões associadas com eclâmpsia, usar 250 mL de Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%; para deficiência de magnésio, usar 1.000 mL de Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%).

DILUIÇÃO

Diluente: Glicose 5% ou Cloreto de Sódio 0,9%.

TEMPO DE INFUSÃO: 1 a 3 h.

 

USO INJETÁVEL – DOSES

     doses em termos de SULFATO DE MAGNÉSIO.

 

ADULTOS

Hipomagnesemia grave: 5 g, por infusão intravenosa, durante cerca de 3 horas; ou 250 mg por kg de peso, via intramuscular, divididos num período de 4 horas.

Hipomagnesemia leve: 1 g, via intramuscular, a cada 6 horas (fazer 4 doses).

Convulsão (na toxemia gravídica): 4 a 5 g, por infusão intravenosa durante 30 minutos. Aos mesmo tempo são dadas doses de até 10 g, por via intramuscular (5 g em cada glúteo).

Alimentação parenteral: 1 a 3 g por dia, por infusão intravenosa.

 

CRIANÇAS: alimentação parenteral: 0,25 a 1,25 g por dia, por infusão intravenosa.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

Classe A.

 

Amamentação

Eliminado no leite; concentração atinge 2 vezes a concentração sanguínea da mãe; não amamentar.

 

Não usar o produto

Depressão respiratória; eclâmpsia; insuficiência renal; paciente com bloqueio cardíaco; problema no miocárdio.

 

Avaliar riscos x benefícios

Doença respiratória; insuficiência renal; miastenia grave.

 

Reações mais comuns (sem incidência definida)

CARDIOVASCULAR: colapso circulatório; depressão da função cardíaca.

SISTEMA NERVOSO CENTRAL: depressão dos reflexos; diminuição da temperatura corporal; paralisia flácida; depressão do sistema nervoso.

OUTROS: suores.

DERMATOLÓGICO: vermelhidão na pele.

 

Atenção ao utilizar outros produtos

O SULFATO DE MAGNÉSIO:

 

     pode aumentar o risco de reações adversas graves com: depressor do sistema nervoso central; digitálico; bloqueador neuromuscular; nifedipina; anestésico.

     pode ter sua ação diminuída por: cálcio intravenoso.

     pode provocar piora de arritmias com: glicosídeo cardíaco.

     pode causar aumento de bloqueio neuromuscular com: bloqueador neuromuscular.

 

Outras considerações importantes

     descontinuar o uso se houver sinais de hipersensibilidade, anúria (parada total da secreção de urina), sintomas tóxicos, ou tão logo os efeitos desejados sejam alcançados.

     a concentração sérica de magnésio deve ser monitorada.

     o desaparecimento do reflexo patelar é um sinal clínico do início de intoxicação por magnésio.

REMÉDIOS COM SULFATO DE MAGNÉSIO EM SUA COMPOSIÇÃO

Alcafelol
Magnoston
Sal de Andrews

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal