Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Penicilina G Potássica

Última revisão: 02/08/2010

Comentários de assinantes: 0

Penicilina G Potássica (INJETÁVEL) (nome genérico) (substância ativa). Informações sobre formas de administração, posologia, indicações, contra-indicações, efeitos colaterais/adversos e interações medicamentosas.

 

REFERÊNCIA

BENZILPENICILINA POTÁSSICA (Eurofarma)

 

GENÉRICO

Não

 

SIMILAR

ARICILINA (Ariston); BENZILPEN (Cellofarm); CRISTALPEN (Biolab Sanus)

Benzilpenicilina potássica:

 

USO INJETÁVEL

Injetável 5.000.000 UI/frasco

BENZILPENICILINA POTÁSSICA (Eurofarma)

 

Armazenagem Antes de Aberto

Temperatura ambiente (15-30°C).

 

O QUE É

A Penicilina G Potássica é um antibacteriano [betalactâmico; benzilpenicilina potássica].

 

PARA QUE SERVE

Actinomicose; antraz; erisipela; gengivite ulcerativa necrotizante aguda (GUNA) (infecção de Vincent); infecção moderada; infecção grave; listeriose; meningite bacteriana; neurossífilis; pericardite bacteriana; endocardite erisipeloide; leptospirose; febre por mordida de rato; doença de Lyme.

 

COMO AGE

Inibe a síntese da membrana celular da bactéria; é bactericida. Biotransformação: no fígado (menos de 30%). Eliminação - principalmente urina; bile/fezes.

 

COMO SE USA

Uso Injetável

Via Intramuscular

Penicilina G Potássica 5.000.000 UI

RECONSTITUIÇÃO

Diluente: Água Estéril para Injeção.

Volume: consultar bula.

Estabilidade após reconstituição com Água Estéril para Injeção: temperatura ambiente (15-30°C): 24 horas. Refrigeração (2-8ºC): 7 dias.

 

ADMINISTRAÇÃO: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças pequenas, na face lateral da coxa.

 

Infusão Intravenosa

Penicilina G Potássica 5.000.000 UI

RECONSTITUIÇÃO

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%.

Volume: consultar bula.

Estabilidade após reconstituição com Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%: temperatura ambiente (15-30°C): 24 horas. Refrigeração (2-8°C): 7 dias.

 

DILUIÇÃO

Diluente: Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%.

Volume: 50-100 mL; 1000-2000 mL.

Estabilidade após diluição com Cloreto de Sódio 0,9% ou Glicose 5%: temperatura ambiente (15-30°C): 24 horas. Refrigeração (2-8°C): 7 dias.

 

TEMPO DE INFUSÃO: 1 a 2 horas (produto diluído em 50 – 100 mL)

24 horas (produto diluído em 1000 – 2000 mL)

15 – 30 minutos (crianças e neonatos)

 

USO INJETÁVEL – DOSES

Adultos

Via intramuscular ou intravenosa: 1.000.000 a 5.000.000 UI cada 4 a 6 horas.

 

Esquemas Especiais

      Actinomicose: via intramuscular ou intravenosa, 10.000.000 a 20.000.000 UI por dia, durante 2 a 6 semanas.

      Antrax: via intramuscular ou intravenosa, 2.000.000 UI a cada 6 horas.

      Infecção por Clostridium: via intramuscular ou intravenosa, 20.000.000 UI por dia.

      Erisipela: via intramuscular ou intravenosa, 600.000 a 2.000.000 UI a cada 6 horas.

      Endocardite erisipeloide: via intramuscular ou intravenosa, 12.000.000 a 20.000.000 UI por dia.

      Listeriose: via intramuscular ou intravenosa, 300.000 UI por kg de peso por dia.

      Meningite bacteriana: via intramuscular ou intravenosa, 50.000 UI por kg de peso a cada 4 horas; ou 24.000.000 UI por dia, divididos em doses a cada 2 a 4 horas.

      Neurossífilis: via intravenosa, 2.000.000 a 4.000.000 UI a cada 4 horas, durante 10 a 14 dias.

      Pericardite bacteriana: via intramuscular ou intravenosa, 20.000.000 a 30.000.000 UI por dia, durante 4 a 6 semanas.

      Leptospirose: via intramuscular ou intravenosa, 1.500.000 UI a cada 6 horas.

      Doença de Lyme: via intravenosa, 20.000.000 a 24.000.000 UI por dia, durante 2 a 3 semanas.

 

Limite de Dose para Adultos

80.000.000 UI por dia.

 

Idosos

Podem exigir doses menores em função da condição renal.

 

Crianças

Prematuros e Recém-natos a Termo

Via intramuscular ou intravenosa, 30.000 UI por kg de peso a cada 12 horas; lactentes e crianças: via intramuscular ou intravenosa, 50.000 a 100.000 UI por dia, divididos em doses a cada 4 ou 6 horas.

 

Esquemas Especiais

      Listeriose em recém-natos: via intramuscular ou intravenosa, 500.000 a 1.000.000 UI por dia.

      Sífilis congênita: via intramuscular ou intravenosa, 50.000 UI por kg de peso a cada 12 horas, durante a primeira semana de vida; após a primeira semana de vida: 50.000 UI por kg de peso a cada 8 horas, por 10 a 14 dias.

      Doença de Lyme: via intravenosa, 250.000 a 400.000 UI por kg de peso por dia, durante 2 a 3 semanas.

      Meningite bacteriana (via intramuscular ou intravenosa) - recém-natos com menos de 2 kg: 25.000 a 50.000 UI por kg de peso a cada 12 horas, durante a primeira semana de vida; após a primeira semana de vida: 50.000 UI por kg de peso cada 8 horas; recém-natos com 2 kg de peso ou mais: 50.000 UI por kg de peso a cada 8 horas, durante a primeira semana de vida; após a primeira semana de vida: 50.000 UI por kg de peso a cada 6 horas.

 

CUIDADOS ESPECIAIS

Risco na Gravidez

Classe B: Não há estudos adequados em mulheres (em experimentos animais não foram demonstrados riscos).

 

Amamentação

A Penicilina G Potássica é excretada no leite; não amamentar.

 

Não Usar o Produto

Alergia a penicilinas ou a cefalosporinas.

 

Avaliar Riscos X Benefícios

Diminuição da função renal (pode ser necessário diminuição das doses e/ou aumento do intervalo entre elas); história de doença gastrintestinal, particularmente colite associada com antibióticos (pode ocorrer colite pseudomembranosa).

 

Reações que Podem Ocorrer (sem incidência definida)

HIPERSENSIBILIDADE: erupção na pele, urticária.

LOCAL: reações no local da aplicação.

 

Atenção ao Utilizar Outros Produtos

A Penicilina G Potássica:

 

      pode ser inativada por e também pode inativar: aminoglicosídeo (se necessário usar, aplicar em locais diferentes com pelo menos 1 hora de intervalo entre eles).

      pode ter sua ação prejudicada por: cloranfenicol; eritromicina; sulfonamida; tetraciclina.

      pode aumentar a toxicidade de: metotrexato.

      pode ter sua ação aumentada por: probenecida.

      pode diminuir a ação de: anticoncepcional oral.

      pode aumentar o potássio no sangue com: inibidores da ECA (enzima conversora da angiotensina); diuréticos poupadores de potássio; outros medicamentos contendo potássio; suplementos de potássio.

      pode aumentar o risco de alteração da agregação plaquetária e dos testes de coagulação com: anticoagulantes orais.

      pode ter sua concentração diminuída por: colestipol (se necessário administrar a Penicilina G Potássica 1 hora antes ou 4 horas depois do colestipol).

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal