FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Eletrocardiograma 54" obteve 286 resultados.

Página:  de 29

05/10/2008

Casos Clínicos

Eletrocardiograma 1

...sociação AV) ou ocorrer retrogradamente. Como Diferenciar: Taquicardia Ventricular X Taquicardia Supraventricular com Aberrância. Sinais indicativos de TV: 1- Batimentos de fusão ou captura; 2- Dissociação AV; 3- Desvio do QRS para esquerda; 4- Complexos QRS concordantes para cima ou para baixo de V1-V6; 5- Duração do QRS>140 ms; 6- QRS com morfologia de BR......

Ver Índice

21/10/2008

Casos Clínicos

Eletrocardiograma 2

...rção negativa da onda P em V1 > 0,04 s (índice de Morris), com amplitude de onda P em DII de 3 mm. 3- Intervalo PR 0,17 s, ondas P precedendo cada complexo QRS 4- Morfologia do QRS: eixo desviado para a direita (+93 graus), Padrão qR em V1; R ampla em V2-V3, duração de 93 ms 5- Segmento ST sem alterações 6- Alterações de repolarização ventricular (onda T) difusas 7- Int......

Ver Índice

24/11/2008

Casos Clínicos

Eletrocardiograma 3

...orfologia semelhante a conduzida em ritmo sinusal (onda delta e alteração da repolarização ventricular). Diagnóstico Taquicardia Atrioventricular com Circuito Antidrômico e Fibrilação Atrial. (Síndrome de Wolff-Parkinson-White) Comentários Na Síndrome de Wolff-Parkinson-White (WPW) ou pré-excitação ventricular, o ECG de repouso pode ser normal (WPW oculto), com PR......

Ver Índice

17/11/2008

Casos Clínicos

Eletrocardiograma 4

...A freqüência ventricular é frequentemente de 2:1 ou 4:1 e é, portanto, regular. Entretanto, pode ser irregular quando houver uma condução AV variável. Raramente, a condução AV pode ser até de 1:1. Essa última pode ser vista quando uma conexão AV acessória estiver operante. A condução AV pode ser intensificada durante o esforço, terapia com catecolaminas ou administração de simpaticomiméticos para ......

Ver Índice

19/04/2010

Casos Clínicos

Eletrocardiograma 6

... as complicações mais freqüentes são a freqüência cardíaca elevada e os fenômenos tromboembólicos. Seu tratamento baseia-se na reversão ao ritmo sinusal ou no controle da resposta ventricular. A falta de estudos prospectivos, contudo, impede que uma conduta definitiva seja estabelecida. Alguns autores têm focalizado a atenção na prevenção medicamentosa, particularmente a amiodarona, ou na utilizaç......

Ver Índice

29/07/2013

Artigos

Eletrocardiograma normal em pacientes com síncope

...esmo monitorados em alguns casos e sendo feita pesquisa de alterações estruturais do coração. Este estudo tentou descobrir qual o papel desta análise estrutural cardíaca em pacientes com síncope que apresentam eletrocardiogramas normais na entrada do pronto-socorro. O estudo Este foi um estudo retrospectivo feito com base em revisão de prontuários de 323 pacientes admitidos em uma unidade de ......

Ver Índice

05/05/2014

Casos Clínicos

Alteração de eletrocardiograma em intoxicação

...0; 38:275. Vucinic S, Joksovic D, Jovanovic D, et al. Factors influencing the degree and outcome of acute beta-blockers poisoning. Vojnosanit Pregl 2000; 57:619. Taboulet P, Cariou A, Berdeaux A, Bismuth C. Pathophysiology and management of self-poisoning with beta-blockers. J Toxicol Clin Toxicol 1993; 31:531. Bailey B. Glucagon in beta-blocker and calcium channel blocker overdoses: a systemat......

Ver Índice

12/05/2014

Casos Clínicos

Eletrocardiograma de um maratonista: qual o achado?

...rofissional, fez eletrocardiograma para check-up periódico. Qual o principal achado deste eletrocardiograma? Imagem 1 – Eletrocardiograma do maratonista Diagnóstico e Discussão Neste eletrocardiograma podemos observar de forma nítida na derivação D2 longa (parte inferior do ECG) a presença de um BLOQUEIO ATRIOVENTRICULAR DE 2o GRAU, do tipo MOBITZ I. Os bloqueios......

Ver Índice

20/06/2014

Casos Clínicos

Eletrocardiograma - Dispneia súbita durante esforço físico

...0,1 mV em duas derivações contíguas (válido para todas as derivações que não sejam V2-V3); - Para V2-V3, a elevação do ponto J deve ser = 0,2 mV em homens = 40 anos; = 0,25 mV em homens <40 anos; ou = 0,15 mV em mulheres. Quanto à avaliação de risco neste caso, pelo escore TIMI, que prediz mortalidade em 30 dias após IAM (Tabela 1), este paciente tem TIMI 6, o que confere uma mortal......

Ver Índice

19/04/2010

Casos Clínicos

Eletrocardiograma 5

...rilação ventricular. Características do eletrocardiograma na hipotermia Quando ocorre diminuição da temperatura corpórea, a níveis de cerca de 30º C, surgem alterações no ECG, algumas características: · bradicardia sinusal, · aumento de duração do intervalo QT · onda J de Osborn A característica principal no ECG com hipotermia – on......

Ver Índice

Página:  de 29

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal