FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Enurese Noturna" obteve 11 resultados.

Página:  de 2

08/09/2014

Revisões

Urologia pediátrica

... já no paciente com epididimite com causa infecciosa, pode haver numerosos leucócitos. Nesses casos, um cultural também pode auxiliar. É muito importante esclarecer o fluxo testicular para se diferenciar entre torção testicular e epididimite. Existem dois exames capazes de aferir o fluxo testicular: a ecografia testicular com Doppler a cores e a cintilografia testicular. Ambos apresentam uma sens......

Ver Índice

27/12/2009

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Cloridrato de Amitriptilina

...r recidivas. • Na retirada gradual, diminui-se a dose em 25 mg a cada 2 ou 3 dias. Se os sintomas reaparecem, retomam-se os níveis iniciais. Profilaxia de Enxaqueca • De 10 a 25 mg, por via oral, ao deitar; dose usual: 75 mg por dia, durante 6 a 12 meses. Dor Crônica • Dar 25 mg ao deitar, por via oral; a dose pode ser aumentada até 100 mg por dia. Idosos Depressão ......

Ver Índice

26/04/2013

Revisões Internacionais

Distúrbios do sono – Sudhansu Chokroverty

...istúrbios reumáticos Distúrbios neurológicos AVC Distúrbios neurodegenerativos Tumores cerebrais Síndromes de cefaleia Distúrbios neuromusculares (p. ex., neuropatias periféricas dolorosas) Lesão cerebral traumática Insônia familiar fatal (uma rara doença por príon) Dor em qualquer parte do corpo Interrupções do sono-despertar Outros distúrb......

Ver Índice

10/02/2011

Revisões

Incontinência Urinária

...o de 3 a 4 horas. Eletroestimulação Acredita-se que, para hiperatividade, seu principal efeito seja o restabelecimento de mecanismos inibitórios com normalização de equilíbrio entre neurotransmissores adrenérgicos e colinérgicos. Normalmente são usados eletrodos vaginais com frequência de 5 a 20 Hz. Cinesioterapia Biofeedback Cones vaginais Pela teoria integral, alterações anatôm......

Ver Índice

22/08/2009

Revisões

Abordagem Ambulatorial Sumarizada do Paciente  com Diabetes Melito

...8 1 1, 2, 4 e 6 mg Amaryl, Bioglic, Glymepil, Azulix, Glimebipal Repaglinida 0,5 a 4 1 a 3 0, 5, 1 e 2 Novonorm, Prandin Nateglinida 60 a 120 1 a 3 60 e120 Starlix 1. Clorpropamida e glibenclamida: são metabolizadas no fígado e seus metabólitos têm efeito hipoglicemiante. Conferem grande risco de hipoglicemia devido às suas meias-vidas longas. Devem......

Ver Índice

04/12/2012

Revisões

Incontinência urinária no adulto

...os recursos disponíveis dentro da rede de cuidados.5 A bexiga hiperativa, a IU transitória decorrente de ITU ou doenças clínicas poderão ser tratadas inicialmente pelo médico de família.6 O referenciamento pode ser necessário quando a pessoa apresentar as seguintes condições (C): diagnóstico incerto; risco elevado no uso de medicamentos para o controle da IU; falha no tratamento; ITU de ......

Ver Índice

10/12/2010

Casos Clínicos

Diabetes Insipidus

... Estas alterações poderiam justificar, pelo menos parcialmente, o quaro confusional. A presença de poliúria com aumento de osmolaridade e urina hipotônica leva ao diagnóstico de diabetes insipidus (DI). A neuro-hipófise representa a continuação de axônios terminais de neurônios que secretam vasopressina e oxitocina. Nela fica depositada em grânulos uma grande quantidade de vasopressina, que é suf......

Ver Índice

08/08/2018

Revisões

Classificação, Diagnóstico e Etiologias do Diabetes Mellitus Tipo 2

...ste tipo de diabetes sofrem de cetoacidose e exibem episódios diferentes graus de deficiência de insulina entre os episódios. Esta forma de diabetes é fortemente hereditária, e não é associada ao HLA. Uma exigência absoluta para a terapia de reposição de insulina em pacientes afetados pode ser intermitente.A incidência e prevalência do diabetes tipo 1 está aumentando. Os pacientes com diabetes tip......

Ver Índice

25/11/2016

Revisões Internacionais

Epilepsia e transtornos relacionados

...s. O Quadro 1 apresenta, com mais detalhes, os tipos de convulsões epiléticas. Quadro 1 CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE CONVULSÕES EPILÉTICAS Convulsões parciais (focais ou locais) Convulsões parciais simples (sem alteração na consciência) · Sinais motores · Sintomas somatossensoriais ou sensoriais especiais · Sintomas ou sinais autonômicos · ......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.