Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Poliartralgia" obteve 12 resultados.

Página:  de 2

30/05/2010

Revisões

Artrites Infecciosas Agudas

...ans), bacilos Gram-negativos (11%-32%) e anaeróbios (2%) (tabela 2). Em crianças, as bactérias mais comuns, conforme a faixa etária são: · neonatos – Staphylococcus aureus, estreptococos, bacilos Gram-negativos; · < 2 anos – Haemophilus influenzae, Staphylococcus aureus; · 2-15 anos – Staphylococcus aureus, Streptococcus pyogenes. Alguns fatores p......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Artrites Infecciosas Agudas

...do processo: agudo ou crônico, como especificado na tabela 7. Tabela 7: Doenças que mais comumente se manifestam com sintomas poliarticulares agudos ou crônicos (persistentes por mais de 6 semanas) Agudos Infecciosas · Gonocócica · Meningocócica · Endocardite bacteriana · Febre reumática aguda · Viral: rubéola, hepatite B, parvovírus, ......

Ver Índice

03/06/2011

Casos Clínicos

Artrite gonocócica

...icas e agentes antipiréticos usados para reduzir a dor, o edema e melhorar a função em pacientes com as mais diferentes formas de artrite. No entanto, estas drogas nunca mostraram alterar a história natural de qualquer doença. Existem pelo menos 20 diferentes anti-inflamatórios disponíveis para o uso. Atualmente, os inibidores específicos da cicloxigenase-2 (COX-2) estão disponíveis com eficácia s......

Ver Índice

04/07/2010

Revisões

Artrite Reumatoide

...tidas (incluindo partes moles, ossos e cartilagens) e detectar erosões muito precocemente (até 3 anos antes das radiografias convencionais). Sugere-se que o padrão e o local da alteração observada possam ter implicação prognóstica. Entre as desvantagens, além do alto custo e do acesso ainda limitado a essa tecnologia, estão a falta de padronização do método e de determinação do ponto de corte pa......

Ver Índice

31/05/2009

Biblioteca Livre

Rubéola

...quisa de anticorpos IgM, pelo método ELISA, no caso de rubéola pós natal. A conduta para gestantes é diferenciada. TRATAMENTO DA RUBÉOLA De suporte. CARACTERÍSTICAS EPIDEMIOLÓGICAS DA RUBÉOLA Distribuição universal, com maior freqüência no final do inverno e início da primavera. Observa-se a ocorrência de epidemias cíclicas, a depender da existência de suscetíveis. Nas populações não imu......

Ver Índice

27/01/2014

Revisões

Artrite séptica

...as mais destrutivas de artrite aguda. A presença de pacientes com edema articular em emergências é frequente, e o diagnóstico diferencial é amplo e sempre um desafio. A demora para estabelecer o tratamento ou o tratamento inadequado podem causar destruição articular. É possível realizar a recuperação total da articulação; os piores resultados, porém,......

Ver Índice

22/09/2008

Revisões

Infecções Osteo-articulares Crônicas

... presume-se que a principal via de contágio seja respiratória, sendo extremamente freqüente em indivíduos que vivem em áreas endêmicas. Na maior parte das vezes, o quadro agudo simula simplesmente uma infecção viral de vias aéreas superiores, podendo ser acompanhado por artralgias, alterações cutâneas (como eritema nodoso) e sinovites de caráter reacional. A disseminação da doença ocorre em apenas......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...eríodo de Transmissibilidade De 5 a 7 dias antes do início do exantema é de 5 a 7 dias após. Diagnóstico Clínico, laboratorial e epidemiológico. O teste mais utilizado é o ensaio imunoenzimático (ELISA) para detecção de anticorpos específicos IgM e IgG e/ou pela identificação do vírus a partir de secreção nasofaríngea e urina, até o 7o dia do início do exantema. A coleta de sangue deve ser f......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

... suspeito de SRC IgM – Vacinar após o parto Entre 29 e 42 dias IgM + Acompanhar RN suspeito de SRC IgM – Realizar pesquisa de IgG Após 43 dias IgM + Acompanhar RN suspeito de SRC IgM – Realizar pesquisa de IgG IgG + Não se pode afirmar que houve infecção. Acompanhar RN suspeito de SRC IgG – Vacinar após o parto Não existem indica......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Doenças exantemáticas na infância

...s (exotoxinas). Os grupos C e G também podem causar escarlatina. 2. Sazonalidade: não há. 3. Epidemiologia: é frequentemente associada à faringite estreptocócica. A transmissão se dá desde o período prodrômico até 24 a 48 horas do início da terapêutica, por meio da projeção direta de partículas grandes da faringe ou transferência física de secreção contendo a bactéria. Incide em pré-es......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal