FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Rubeola e Sindrome da Rubeola Congenita" obteve 36 resultados.

Página:  de 4

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...a condição clínica grave. A infeccao da placenta e viremia fetal ocorrem em cerca de 40 a 60% das mulheres gravidas infectadas com o vírus da Rubéola, principalmente durante as primeiras semanas de gestação (primeiras nove semanas). Esse vírus tem tropismo por células em formação (embriogênese) e quanto mais precoce a idade gestacional, mais elevadas são as taxas de malformações congênitas: estima......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

... os anos de 1992 a 2000. Entre o periodo de 2006 e 2007, foram confirmados 20 casos de SRC, em decorrência de surtos de Rubéola ocorridos no país. Com o objetivo de eliminar a ocorrência desta síndrome no país, foi realizada, em 2008, campanha de vacinação em massa (vacina dupla viral - VD), para a faixa etária de 12 a 39 anos de idade. Vigilância Epidemiológica Objetivos Conhecer a magnitud......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Síndrome da Rubéola Congênita

...uta Logo após o nascimento ou quando da suspeita de SRC IgM Positivo Confirmar o caso Negativo Realizar pesquisa de IgG com o mesmo soro IgG Positivo Coletar 2ª amostra após 3 meses Negativo Descartar o caso Após 3 meses da 1ª coleta (realizar testes pareados) IgG Se o IgG mantiver o título anterior ou for maior Confirmar o caso Se houver......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

V

...teter de demora, anemia, doença cerebrovascular, doença coronária grave, hipertensão grave, câncer (aumento de risco hemorrágico). – doenças infecciosas ou distúrbios da flora intestinal (podem aumentar a resposta à varfarina). – durante e após procedimentos cirúrgicos odontológicos (risco de hemorragia localizada; avisar o dentista antes da cirurgia). – deficiência de proteín......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Doenças exantemáticas na infância

...o. 2. Sazonalidade: em países de clima temperado, final de inverno e primavera. 3. Epidemiologia: a DK é uma vasculite aguda exantemática, característica da infância, autolimitada, de etiologia desconhecida, endêmica sazonal, com discreta predominância em meninos (1,5:1) e em menores de 5 anos. Descrita por Tomisaku Kawasaki em 1967, foi inicialmente designada como síndrome linfonodomu......

Ver Índice

01/02/2010

Revisões

Icterícia

...te de tumores, tatuagens, tratamento dentário, entre outros. · Pródromos de hepatite: queixas de náusea, anorexia e aversão ao cigarro, precedendo o aparecimento de icterícia, sugerem hepatite viral. · Uso de medicamentos e exposição a tóxicos: uso ou exposição crônica, recente ou esporádica. Lembrar de chás ou medicamentos feitos a partir de plantas ou ervas, pois podem produzir lesão......

Ver Índice

08/03/2012

Revisões Internacionais

Sarampo, caxumba, rubéola, parvovírus, poxvírus – Martin S. Hirsch, MD

...alite por corpúsculo de inclusão.16,17 Nos Estados Unidos, os esforços para erradicação do sarampo baseiam-se na identificação e na imunização de crianças, adolescentes e adultos suscetíveis; no cumprimento rígido de exigências de imunização escolar mais abrangentes e no fortalecimento das medidas de vigilância e controle de surtos. Caxumba O vírus da caxumba é um paramixovírus com RNA de ......

Ver Índice

04/10/2016

Revisões Internacionais

Distúrbios Leucocitários Não Malignos

...nças. Essas infecções incluem sarampo e outros exantemas virais, mononucleose infecciosa, hepatite e infecção por HIV. Os mecanismos são diversos. Por exemplo, na infecção por HIV os mecanismos possíveis incluem infecção de células hematopoiéticas precursoras e/ou de células estromais medulares, diminuindo a produção; indução de autoanticorpos, que aceleram a renovação de neutrófilos maduros; e a......

Ver Índice

31/05/2009

Biblioteca Livre

Rubéola

... pós-auricular e cervical posterior, geralmente precedendo o exantema, em 5 a 10 dias. Adolescentes e adultos podem apresentar poliartralgia, poliartrite, conjuntivite, coriza e tosse. Figura 1: Rubéola. SINONÍMIA Sarampo alemão. ETIOLOGIA DA RUBÉOLA Vírus RNA, gênero Rubivírus, família Togaviridae. RESERVATÓRIO O homem. MODO DE TRANSMISSÃO DA RUBÉOLA Direto, através do......

Ver Índice

30/10/2012

Revisões

toxoplasmose

... ao brincarem em caixas de areia, onde os gatos comumente defecam. A doença não é transmitida de forma interpessoal, exceto nos casos de doação de órgão. Outra forma de transmissão da toxoplasmose é a congênita. Para que ocorra a transmissão fetal de toxoplasmose, a mãe precisa adquirir a infecção durante a gestação, acometendo 40% dos recém-natos nesses casos. Assim, a infecção congênita não ocor......

Ver Índice

Página:  de 4

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal