Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Cor pulmonale

Autor:

Rodrigo Antonio Brandão Neto

Médico Assistente da Disciplina de Emergências Clínicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Última revisão: 21/08/2012

Comentários de assinantes: 2

Quadro clínico

Paciente de 66 anos de idade, sexo masculino, com antecedente de tabagismo (80 maços/ano), apresenta quadro recorrente de episódios de dispneia e tosse há 4 dias, com piora que o trouxe ao serviço de emergência. Na ausculta respiratória, apresenta sibilância bilateral, SatO2 85% e edema de membros inferiores.

Foi realizado ECG (Figura 1), que mostra sobrecarga atrial e ventricular direita. Note-se como a onda p em V2 apresenta maior amplitude que o complexo QRS, indicando importante sobrecarga atrial direita.

 

Figura 1. ECG mostrando sobrecarga atrial e ventricular direita.

 

 

Diagnóstico

O diagnóstico é de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) já com hipertensão pulmonar e cor pulmonale. O paciente tem indicação de suplementação de oxigênio, que pode diminuir a hipertensão pulmonar. Diuréticos para tratar o edema periférico devem ser usados com cuidado, pois podem piorar a policitemia secundária. No mais, concentra-se o tratamento sobretudo na DPOC e nas complicações do cor pulmonale, como arritmias.

Comentários

Por: Atendimento MedicinaNET em 21/02/2013 às 11:09:26

"Olá, Pedro. A sobrecarga ventricular direita (SVD) associada a sobrecarga atrial direita (SAD) tem como principal causa o cor pulmonale. No entanto, outras situações como a estenose valvar pulmonar (sobretudo na infância em estenose de v.pulmonar - muito rara) pode cursar com os mesmos achados ao ECG. O tromboembolismo pulmonar (TEP) agudo pode cursar com SVD e SAD (rara), mas, na evolução para TEP crônico e hipertensão pulmonar, os dois achados são frequentes. Cordialmente, Conselho Editorial MedicinaNET"

Por: PEDRO MENDES FONTOURA JUNIOR em 20/02/2013 às 01:04:59

"Para o diagnóstico de sobrecarga atrial direita, podemos denotar o formato pontiagudo e elevada amplitude da onda P em DII, DII e aVF. Com relação à sobrecarga ventricular direita, o que chamame-unicamente atenção é o desvio do eixo para além de 110º, mais precisamente em 120º, o que confirma um desvio ventricular para a direita. Minha talvez "ingênua" dúvida é: sobrecarga atrial direita + ventricular direita = cor pulmonale sempre?"

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal