FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Estenose de Anastomose Colorretal

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 13/01/2017

Comentários de assinantes: 0

 

Quadro Clínico

         Paciente do sexo feminino, com 76 anos de idade, passou por colectomia parcial, com reconstrução posterior e anastomose colorretal, no contexto de tratamento de um câncer de cólon. Ao retornar ao hospital, é internada com quadro sugestivo de suboclusão. Após apresentar, por meio de exames de imagem, considerável dilatação de alças, a paciente realiza colonoscopia (Imagem 1).

 

Imagem 1 – Colonoscopia.

 

 

Discussão

Esta paciente apresenta estenose de anastomose colorretal, conforme ilustra a Imagem 1. As cirurgias colorretais não são isentas de risco. A morbidade chega a 35% e a mortalidade, em 30 dias, varia de 2 a 9%, de acordo com estudos observacionais.

Dentre os fatores de risco independentes para complicação da doença, estão:

               idade superior a 70 anos;

               ASA III ou IV;

               cirurgia de emergência;

               comorbidade neurológica presente;

               comorbidade cardiorrespiratória presente;

               hipoalbuminemia;

               duração prolongada do procedimento cirúrgico;

               contaminação peritoneal;

               excisão retal.

Complicações de anastomose intestinal estão associadas a um aumento da mortalidade e da morbidade dos pacientes, incluindo a eventual necessidade de reoperação de emergência e hospitalização prolongada. As mais comuns incluem: hemorragia, deiscência, fístula e estenose. As estenoses sintomáticas têm incidência de até 10%. Entre as opções terapêuticas, é indicada a dilatação endoscópica, bem como a cirurgia em casos refratários ou de recidiva tumoral.

 

Bibliografia

1.             Prystowsky JB, Bordage G, Feinglass JM. Patient outcomes for segmental colon resection according to surgeon's training, certification, and experience. Surgery 2002; 132:663.

2.             Alves A, Panis Y, Mathieu P, et al. Postoperative mortality and morbidity in French patients undergoing colorectal surgery: results of a prospective multicenter study. Arch Surg 2005; 140:278.

Dietz, DW, Bailey, HR. Postoperative complications. In: ASCRS Textbook of Colon and Rectal Surgery, Church, JM, Beck, DE, Wolff, BG, Fleshman, JW, Pemberton, JH, (Eds), Springer-Verlag New York, LLC, New York 2006. p.141.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal