FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Eletrocardiograma 43 Torsades de Pointes" obteve 16 resultados.

Página:  de 2

11/11/2015

Casos Clínicos

Palpitação em Etilista

...deos, psicotrópicos (haloperidol, e agentes pró-cinéticos (como cisaprida). Outras causas comuns envolvem os distúrbios eletrolíticos, como hipocalemia, hipocalcemia e hipomagnesemia, sendo esta última uma excelente hipótese para o paciente do caso, principalmente em se tratando de um etilista crônico. A conduta nesses casos na sala de emergência, caso o paciente esteja instável é desfibrilaçã......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...ecalciferol (calcitriol). t Apresenta início de ação lento e duração prolongada. t Início de resposta: 10 a 14 dias (deficiência de vitamina D). t Duração de ação: até 6 meses, após múltiplas doses. Vitamina D é armazenada no fígado e tecido adiposo, prolongando os efeitos hipercalcêmicos. t Meia-vida de eliminação: 19 a 48 horas. t Ver demais aspectos farmacocinético na monografia do carbona......

Ver Índice

11/06/2012

Casos Clínicos

Arritmia no consultório médico

...s longo-curto (extrassístole – batimento sinusal – extrassístole), e relaciona-se com a presença de QT longo, que pode ser congênito ou secundário a fármacos. No caso deste paciente, é possível ver todos os critérios, como mostra a Tabela 1. Tabela 1. QT longo Ciclo curto – longo QRS largo, polimórfico e girando em torno da linha de base Links complementar......

Ver Índice

12/03/2013

Casos Clínicos

Alteração no intervalo QT

...= QT / vRR Um QTc longo é definido por um valor QTc > 0,44 seg. A importância do QT longo se deve à evolução para torsades de pointes, uma taquicardia ventricular polimórfica de alto risco para morte súbita. Dentre as diversas causas de QT longo adquirido, podemos citar como mais importantes na prática clínica os distúrbios eletrolíticos (hipocalcemia, hipocalem......

Ver Índice

25/09/2012

Revisões Internacionais

Arritmias ventriculares – Christopher J.G. Gray, Lorne J. Gula, Andrew D. Krahn, Allan C. Skanes, Ra

...nd the prevention of sudden cardiac death: a report of the American College of Cardiology/American Heart Association Task Force and the European Society of Cardiology Committee for Practice Guidelines (Writing Committee to Develop Guidelines for Management of Patients with Ventricular Arrhythmias and the Prevention of Sudden Cardiac Death): developed in collaboration with the European Heart Rhythm......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

D

...rsiva, acne, eritema, escurecimento da pele, exantema. t Infecções. t Nefrotoxicidade, hepatotoxicidade. t Mialgia. t Hipopotassemia. t Anafilaxia. t Mielossupressão, neutropenia, trombocitopenia, anemia. Interações de medicamentos t Vacina rotavírus humano G1P1[8] (atenuada): aumento do risco de infecção pela vacina. O uso concomitante é contraindicado. t Vacinas com vírus vivos: au......

Ver Índice

11/04/2012

Casos Clínicos

Vômitos após reversão de fibrilação atrial

...arona é a droga de escolha (Tabela 1). Neste caso, o paciente recebeu amiodarona e digitálico (deslanosídeo) com reversão para o ritmo sinusal. Além disso, deve-se investigar e corrigir fatores precipitantes nesta fase de pós-operatório, como hipoxemia, distúrbios hidreletrolíticos (principalmente hipocalemia) e distúrbios do equilíbrio ácido-base. Tabela 1. Medicações para reversão de fibrila......

Ver Índice

26/03/2012

Revisões Internacionais

Fibrilação atrial – Gregory F. Michaud (MD) e Roy M. John (MD, PhD)

...Glicosídeo (digoxina) Melhor utilizado de forma adjuvante Toxicidade por digitálicos Disfunção renal, amiloidose cardíaca, interações farmacológicas IC = insuficiência cardíaca; VE = ventricular esquerda. Anticoagulação Os avanços recentes na prevenção do tromboembolismo ampliaram as opções de fármacos para anticoagulação aguda ou a longo prazo na FA. Até recentemente, a varfari......

Ver Índice

04/02/2015

Remédios

Quinidina

... leite. Não amamentar. Não usar o produto bloqueio atrioventricular completo ou distúrbio da condução dependente de marcapasso ou idioventricular ou juncional sem marcapasso (pode haver diminuição da condução AV e diminuição da automaticidade do marcapasso); história de púrpura trombocitopênica induzida por quinina ou quinidina; síndrome do QT longo anterior ou com o uso de antiarrítmico ou t......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

H

...de de 15 a 25 UI/kg/hora, ajustando de acordo com TTPA. Adultos Profilaxia de trombose venosa profunda t Esquema de minidoses: 5.000 UI, por via subcutânea profunda, 2 horas antes da cirurgia e, depois, a cada 8 ou 12 horas, por 7 dias, até que o paciente esteja deambulando. Tratamento de trombose venosa profunda e embolia pulmonar t Esquema de doses plenas: dose inicial de 5.000 a 10.0......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal