FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Interrupcao do Beta Bloqueador na Insuficiencia Cardiaca Descompensada" obteve 5 resultados.

Página:  de 1

19/09/2009

Artigos

Interrupção do beta-bloqueador na insuficiência cardíaca descompensada

.... O Estudo Trata-se de um ensaio clínico randomizado, aberto (open-label), de não inferioridade (veja Dicas de Epidemiologia e Medicina baseada em Evidências) que comparou a continuação com a interrupção do beta-bloqueador em pacientes com fração de ejeção menor que 40% e uma descompensação aguda de insuficiência cardíaca recebendo terapêutica estável com beta-bloqueadores ambula......

Ver Índice

04/06/2013

Revisões Internacionais

Angina estável crônica – Richard A. Lange – L. David Hillis

...oronária esquerda).12 Hubbard et al. desenvolveram um algoritmo simplificado para previsão da probabilidade de DAC severa, baseado em 6 variáveis: idade, sexo, existência de angina típica, existência de diabetes melito, uso de insulina e IM anterior (revelado pela história ou ECG) [Figura 3].20 Figura 3. Nomograma mostrando a probabilidade de doença arterial coronariana (DAC) severa (i......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...escontinuar um ou ambos os fármacos. t Carbonato de magnésio: risco de hipermagnesemia. A administração concomitante de calcitriol e antiácidos contendo magnésio não é recomendada. Observar o paciente quanto a intoxicação por magnésio (letargia, fraqueza, hiporreflexia e hipertensão). Orientações aos pacientes t Orientar para administrar junto das refeições para redução dos efeitos gastrinte......

Ver Índice

11/01/2013

Revisões

Insuficiência cardíaca congestiva

...to. Sintomas de insuficiência cardíaca ou da síndrome anginosa podem estar presentes mesmo em repouso. Se qualquer atividade física é realizada, o desconforto aumenta. Sintomas presentes aos mínimos esforços ou ao repouso. Fonte: The Criteria Committee of the New York Heart Association.15 Tratamento Não farmacológico Fora das descompensações, o repouso absoluto não é recomendado......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

S

... manutenção 200 a 400 mg, por via oral, a cada 24 horas. Lúpus eritematoso t Dose inicial 400 mg, por via oral, a cada 12 ou 24 horas, até remissão. t Dose de manutenção 200 a 400 mg, por via oral, a cada 24 horas. Aspectos farmacocinéticos clinicamente relevantes 2, 4, 8, 14 t A biodisponibilidade oral é de aproximadamente 74%. t Pico de concentração plasmática: 3,6 horas. ......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal