FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Massa Anexial" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

09/05/2010

Revisões

Cisto e Massa Anexial

... baixo primário ou mesmo uma doença ovariana que abaula ou invade secundariamente o reto. No entanto, o exame pélvico possui uma grande limitação para a avaliação do anexo mesmo em situação ideal. Tabela 1: Massa pélvica: dados de anamnese e exame físico Sugestivo de benignidade Sugestivo de malignidade Menacme Pós-menopausal Doloroso Geralmente indolor Sem pe......

Ver Índice

24/05/2016

Casos Clínicos

Cisto Anexial

...rio, mama e do trato gastrointestinal; e carcinomas nas trompas de falópio. As etiologias nãomalignas incluem: cistadenomas, leiomiomas, endometriomas e hidrossalpinge. A doença diverticular deve ser considerada na mulher mais velha que se apresenta com febre, dor pélvica do lado esquerdo e uma massa pélvica em exame pélvico ou ultrassom. Cistos simples não são incomuns na pós-menopausa. Eles pro......

Ver Índice

15/06/2015

Artigos

Significado de Massa Ovariana em Mulheres Pós-Menopausa

...o vale a pena repetir a imagem em cerca de sete meses de intervalo, e indicar cirurgia apenas se houver mudanças da conformação da massa. Além disso, parece não faz sentido continuar monitorando essas massas após este segundo ultrassom, dado que nos 24 meses de seguimento no estudo não se verificaram novos casos. Estas conclusões são fundamentais do ponto de vista econômico, pois poupam indicaçõe......

Ver Índice

04/09/2009

Revisões

Sangramento Genital Anormal

...g, hipermenorragia, metrorragia, sem alterações do exame ginecológico Suspensão da medicação e reavaliação do ciclo se possível Hemorragia uterina disfuncional Meno/metrorragia, sem alterações de exame físico geral ou ginecológico Exclusão de outras causas anatômicas de sangramento EXAMES COMPLEMENTARES Não existe uma bateria de testes diagnósticos que possam ser utilizados de f......

Ver Índice

20/03/2012

Artigos

Ultrassonografia para distinguir massas anexiais begninas e malignas

...ulticêntrico e prospectivo que procurou validar achados ultrassonográficos simples para distinguir entre massas anexiais benignas e malignas. Contexto clínico A estimativa do risco de malignidade de uma massa anexial é fundamental para decidir qual a melhor alternativa terapêutica e o planejamento cirúrgico. Lesões benignas podem ser tratadas de modo conservador ou mesmo operadas por via la......

Ver Índice

10/05/2018

Revisões

Doença Inflamatória Pélvica

...l (75% dos indivíduos), sangramento vaginal e pós-coito (mais de um terço dos pacientes), sintomas miccionais irritativos, febre, mal-estar, náuseas e vômitos. Os sintomas ocorrem mais comumente no início do ciclo menstrual ou no final da menstruação e são atribuídos a baixos níveis de progesterona e desgaste da barreira mucosa cervical. O exame físico pode mostrar hipersensibilidade em região ab......

Ver Índice

21/06/2018

Temas selecionados

Doença Inflamatória Pélvica

...r TC de abdome. Os achados na TC na DIP incluem o obscurecimento dos planos fasciais pélvicos, cervicite, ooforite, salpingite, espessamento dos ligamentos uterossacrais e a presença de coleções de líquido pélvico ou abscesso. A imagem de RNM é mais específica e precisa do que a USG para avaliar DIP, com sensibilidade de 95% e uma especificidade de 89%. Outras opções de exames diagnósticos inclue......

Ver Índice

03/03/2016

Revisões Internacionais

Doenças causadas pela família de chlamydiaceae

...carring in a cohort of Tanzanian children. Ophthalmic Epidemiol 2001;8:137. 61. Solomon AW, Holland MJ, Burton MJ, et al. Strategies for control of trachoma: observational study with quantitative PCR. Lancet 2003;362:198. 62. Bhosai SJ, Bailey RL, Gaynor BD, Lietman TM. Trachoma: an update on prevention, diagnosis, and treatment. Curr Opin Ophthalmol 2012;23:288. 63. ......

Ver Índice

20/06/2012

Revisões Internacionais

Doenças causadas por clamídia – Walter E. Stamm

...ativa multilocular e, às vezes, de uma proctite hemorrágica com linfadenite regional associada.48 A fase aguda da doença geralmente está associada à febre, leucocitose e, em alguns casos, proctite. As possíveis complicações tardias incluem elefantíase genital, estenoses retais e fístulas penianas, uretrais e retais. Epidemiologia. A LGV ocorre primariamente na segunda e terceira décadas da vida,......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal