Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Rubeola Congenita" obteve 32 resultados.

Página:  de 4

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...rológico Quadro 26. Rubéola pós-natal (exceto gestante) Coleta da amostra Resultado Classificação do caso Até 28 dias IgM + Confirmar o caso IgM – Descartar o caso Após 28 dias IgM + Confirmar o caso IgM – Embora não se possa afirmar que não houve infecção recente, descartar o caso Quadro 27. Rubéola em gestante sintomática Coleta ......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...ância dos contatos deve perdurar por 7 a 18 dias. · Comunicantes – Gestantes expostas devem ser avaliadas sorologicamente, acompanhadas e orientadas, quando necessário (vide capitulo Síndrome da Rubéola Congênita). · Isolamento – Crianças e adultos com Rubéola pós-natal devem ser afastados de atividades habituais durante o periodo de transmissibilidade. Gestantes suscetíveis devem ser af......

Ver Índice

31/05/2009

Biblioteca Livre

Rubéola Congênita

... do recém-nascido não estiverem disponíveis e os dados clínicos forem insuficientes para classificar o caso como compatível. SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO Consta no documento: “Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.” O objetivo do site MedicinaNet e seus edito......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Síndrome da Rubéola Congênita

... rubéola confirmado, realizar vigilância ativa prospectiva nas maternidades, unidades neonatais e pediátricas, por um período de pelo menos 9 meses após o término do surto. Coleta e Remessa de Material para Exames • Logo após a suspeita de SRC, coletar sangue de todos os casos. • É da responsabilidade dos profissionais da vigilância epidemiológica e/ou dos laboratórios centrais ou ......

Ver Índice

08/03/2012

Revisões Internacionais

Sarampo, caxumba, rubéola, parvovírus, poxvírus – Martin S. Hirsch, MD

... O agente infeccioso é um vírus de RNA de fita única, que pertence à família Tongaviridae. Epidemiologia Os seres humanos são os únicos hospedeiros naturais conhecidos do vírus da rubéola, que parece se disseminar via gotículas respiratórias. O vírus é moderadamente contagioso, porém menos do que o vírus do sarampo. Antes da introdução de uma vacina contra a rubéola, em 1969, ocorriam epidem......

Ver Índice

01/06/2009

Biblioteca Livre

Documentação Fotográfica

...ódulo. Figura 7: Verrucosidade. Figura 8: Vegetação. Figura 9: Vesículas. Figura 10: Bolhas. Figura 11: Pústula. Figura 12: Escama. Figura 13: Erosão. Figura 14: Crosta. Figura 15: Úlcera. Figura 16: Fissura. Figura 17: Liquenificação. DOENÇAS Cancro Mole Figura 18: Cancro mole. F......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Doenças exantemáticas na infância

...entanto, estender-se até a forma de crostas. 4. Período de incubação: de 14 a 21 dias. 5. Manifestações clínicas: a infecção primária resulta na varicela; como o vírus permanece quiescente nos gânglios da raiz dorsal, pode haver reativação na forma de herpes zoster. A varicela caracteriza-se por exantema vesicular generalizado e pruriginoso (entre 250 a 500 lesões), acompanhada de febr......

Ver Índice

12/08/2009

Biblioteca Livre

Bibliografia Consultada

...; 1985. Ministério da Saúde. Guia para implantar/implementar as atividades de controle da hanseníase nos planos estaduais e municipais de saúde. Brasília: MS; 1999. Ministério da Saúde. Guia para o controle da hanseníase. Brasília: MS; 2002. Caderno de Atenção Básica nº 10. Ministério da Saúde. Informe técnico da Campanha Nacional do Idoso. Brasília: Ministério da Saúde; 2004. Ministério da Sa......

Ver Índice

31/05/2009

Biblioteca Livre

Rubéola

...ulsória e de investigação obrigatória. DEFINIÇÃO DE CASO DA RUBÉOLA Rubéola pós-natal. Suspeito Toda pessoa com febre, exantema máculopapular e linfoadenopatia retroauricular, occipital e cervical, que o profissional de saúde suspeite do diagnóstico de rubéola, independentemente da situação vacinal. Confirmado Por um dos seguintes critérios: 1) indivíduo com exame laboratorial posit......

Ver Índice

31/05/2009

Biblioteca Livre

Sífilis / Sífilis Congênita

...secundarismo podem ser numerosas e extensas, com fácil sangramento e tempo de cicatrização maior, sugerindo um quadro que ocorria no passado, denominado de sífilis maligna precoce. Os títulos sorológicos pelo VDRL podem ser mais elevados nos doentes coinfectados pelo HIV, dependendo do grau de imunossupressão é aconselhável que estes pacientes façam sorologia do líquor. CARACTERÍSTICAS EPIDEMI......

Ver Índice

Página:  de 4

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal