Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Doenca Ulcerosa Peptica" obteve 16 resultados.

Página:  de 2

26/01/2012

Revisões Internacionais

Doença ulcerosa péptica

... usando clopidogrel isoladamente. Novo sangramento da úlcera durante o ano subsequente ocorreu em apenas 1% de pacientes tratados com aspirina e esomeprazol, comparado com uma taxa de 9% de novo sangramento da úlcera em pacientes mudados para clopidogrel, uma vez que a úlcera sangrante inicial tenha sido curada.40 Pacientes com úlceras sangrantes idiopáticas que curam com o uso de um medicamento ......

Ver Índice

06/12/2013

Revisões

Estômago: doença ulcerosa péptica – duodenal e gástrica

...ia ao tratamento clínico, mas, com as opções terapêuticas hoje disponíveis, a indicação cirúrgica tornou-se bem menos frequente. Controle de tratamento É importante ressaltar que as lesões gástricas necessitam de controle de cicatrização por meio de endoscopia. Após seis semanas de início do tratamento, deve-se realizar novamente a endoscopia para avaliar a cicatrização da úlcera e tomar deci......

Ver Índice

19/01/2009

Revisões

Dispepsia e Helycobacter pylori

...que levanta a hipótese de sua participação na dispepsia functional. Ainda devemos acrescentar que a infecção pelo Helycobacter pylori está invariavelmente associada a um quadro de gastrite. Vários estudos foram realizados para demonstrar esta associação, porém estes resultados ainda são conflitantes. Os estudos que avaliaram o papel da erradicação do H. pylori demonstraram benefício pequeno, mas a......

Ver Índice

19/06/2009

Casos Clínicos

Úlcera Péptica

...tético derivado da eritromicina. Possui mecanismo e espectro de ação semelhantes aos da eritromicina. Diferentemente, porém, sua atividade contra estreptococos (incluindo o pneumococo) e estafilococos é cerca de 4 vezes maior que a eritromicina. Também possui atividade contra Haemophilus influenzae, Haemophilus ducreyi, Mycobacterium leprae, Mycobacterium avium-intracellulare e Toxoplasma gondii. ......

Ver Índice

17/04/2013

Revisões

Dor abdominal

.... Barter C, Dunne L. Dor abdominal. In: South-Paul JE, Matheny SC, Lewis E, editors. Current Medicina de Família e Comunidade: diagnóstico e tratamento. 2. ed. Porto Alegre: AMGH; 2010. 12. Kozisek P. Dor abdominal. In: Paulman PM, Paulman AA, Harrison JD, editors. Manual de saúde da família. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2009. 13. Gask L, Usherwood T. ABC of psychological ......

Ver Índice

06/11/2012

Revisões Internacionais

Sangramento gastrintestinal – Elizabeth Rajan

...rior a 20 mmHg ou aumento da frequência cardíaca maior que 20 bpm), taquicardia (ou seja, frequência cardíaca maior que 100 bpm) ou uma queda de mais de 2 g/dL nos níveis de hemoglobina. Avaliações adicionais da palidez da pele, aspectos característicos de doença hepática ou hipertensão portal, e observação da cor das fezes como parte do exame retal também podem auxiliar o diagnóstico ou o tratame......

Ver Índice

07/08/2014

Revisões

Pancreatite aguda

... em pacientes com pontuação acima de seis a mortalidade se aproxima de 100%. O escore APACHE II mensura 12 parâmetros fisiológicos e inclui pontos adicionais para a idade e as condições médicas subjacentes. Os parâmetros utilizados incluem: temperatura retal, pressão arterial, frequência cardíaca, frequência respiratória, FiO2 , pH arterial m,sódio sérico, potássio sérico, creatinina, hematócrito......

Ver Índice

24/06/2014

Revisões Internacionais

Motilidade gastrintestinal e distúrbios funcionais

...tipação idiopática crônica. Diarreia funcional Os critérios Roma III classificam a diarreia funcional à parte da SII. Estes critérios definem a diarreia funcional pela presença de fezes soltas ou aquosas em pelo menos 75% dos episódios de evacuação fecal, por no mínimo 12 semanas ao longo dos últimos 6 meses.42 Entretanto, o diagnóstico depende da avaliação de outras causas em potencial. Por ......

Ver Índice

30/11/2008

Revisões

Halitose

...em uma causa oral e outra intestinal. O componente oral é constituído por thiol allyl mercaptanas e metilmercaptanas, que estão presentes no hálito logo após a ingestão do alimento e desaparecem ao redor de uma hora depois. Já o componente intestinal é mais duradouro, persistindo por cerca de 3 horas, sendo representado pela presença de allyl metilsulfeto na circulação sanguínea, o qual é liberado......

Ver Índice

30/11/2008

Revisões

Halitose

...patologia da halitose envolvem vários órgãos e mecanismos de produção de compostos voláteis com mau cheiro. A etiologia pode variar desde problemas orais e sinusais até algumas alterações metabólicas decorrentes de doenças hepáticas e renais. Serão discutidas em detalhes separadamente de acordo com o diagnóstico diferencial. ACHADOS CLÍNICOS A avaliação do paciente com halitose pode ser divi......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal