FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Epilepsia" obteve 188 resultados.

Página:  de 19

25/11/2016

Revisões Internacionais

Epilepsia e transtornos relacionados

...ecessidade. 5-10 (I) Administrar 100mg IV de tiamina, em 50mL de dextrose, a 50% se o paciente for hipoglicêmico. Administrar 4mg IV de lorazepam por 2min; repetir dentro de 5min se as convulsões persistirem. 10-20 (IIa) Administrar 20mg PE/kg IV de fosfenitoína a 150mg/min. 20-40 (IIIb) Transferir para tratamento intensivo. Administrar 20mg/kg IV de fenobarbital ......

Ver Índice

22/08/2009

Revisões

Crise Epiléptica

...o SNC); - distúrbios metabólicos: hipoglicemia, hiperglicemia, distúrbios eletrolíticos, hipóxia etc. - história de tentativa de suicídio com ingestão de tóxicos: pode indicar antidepressivos, isoniazida, lítio, teofilina, anticolinérgicos, organofosforados etc. - história de doença ou lesão neurológica prévia: acidente vascular cerebral isquêmico (AVCI) ou hemorrágico (AVCH), ne......

Ver Índice

10/03/2011

Revisões

Crise Convulsiva Febril

...veis efeitos deletérios de uma eventual convulsão complicada. Outros preconizam a quase completa abstenção terapêutica, levando em conta os possíveis efeitos colaterais dos anticonvulsivantes administrados a longo prazo em crianças nesta faixa etária. As convulsões febris sem a presença de fatores considerados complicantes, como duração maior que 15 minutos, crise parcial ou repetição em 24 hora......

Ver Índice

05/03/2014

Revisões

epilepsia

...os com alguns episódios em que a paciente pareceu “desligar”. Foi realizado, então, novo eletroencefalograma que evidenciou complexo multiespícula-onda, ponta-onda, com frequência de 3 Hz ou superior, generalizados e simétricos (Fig. 92.1), e iniciado tratamento com valproato de sódio, havendo resolução quase total das crises. Revisando a história médica familiar da paciente, não foram verificado......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...al, a cada 8 horas, ajustado de acordo com a resposta. Dose máxima diária: 75 mg. Adultos t Na crise, dose de 25 a 50 mg, por via intramuscular, a cada 6 a 8 horas. Dose de manutenção 75 a 300 mg/dia. Dose máxima diária: 1 g. Idosos t Em crise ou em manutenção, a dose deve ser a metade ou um terço da dose de adulto. Aspectos farmacocinéticos clinicamente relevantes t Boa absorção ......

Ver Índice

17/09/2015

Biblioteca Livre

anticonvulsivantes

...valo entre doses. Em casos de insucesso com monoterapia, mostra-se sinérgica com ácido valproico (ver monografia, página 441). Clonazepam é benzodiazepínico selecionado por ser tratamento na mioclônus e outras formas de epilepsia em crianças (ver monografia, página 497). Diazepam é benzodiazepínico considerado a primeira escolha no tratamento de emergência do estado de mal epiléptico. Sua admini......

Ver Índice

17/09/2015

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

anticonvulsivantes

...icas orientam racionalmente o tratamento. A maioria dos pacientes com epilepsia não obtém remissão espontânea de sinais e sintomas. Logo, os antiepilépticos são prescritos para prevenir a recorrência de crises. O propósito do tratamento é propiciar melhor qualidade de vida para o paciente, com melhor controle das crises e o mínimo de efeitos adversos. O momento para início do tratamento farmacoló......

Ver Índice

30/01/2015

Remédios

Oxcarbazepina

...uma dose de 1.200 mg por dia (a maioria dos pacientes responde a 900 mg por dia). epilepsia (tratamento adjunto em casos graves): dose inicial de 300 mg por dia, dividida em 2 tomadas. Aumentar gradativamente a dose, durante diversas semanas, até alcançar a dose ótima de manutenção (entre 900 e 3.000 mg por dia). Crianças de 4 a 16 anos de idade epilepsia (tratamento adjunto): iniciar com 8 a 1......

Ver Índice

19/09/2009

Revisões

Histeria: Somatização, Conversão e Dissociação

...endo aleatoriamente em relação ao tempo e à localização física. 2. Sintomas gastrintestinais autonômicos com náusea, diarreia, vômitos e intolerância alimentar. 3. Distúrbios sexuais e do sistema reprodutor com irregularidade menstrual, vaginismo, impotência e indiferença sexual. 4. Sinais e sintomas pseudoneurológicos que não dor, tais como fraqueza, paralisia, dificuldade na deglutiç......

Ver Índice

Página:  de 19

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal