FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Febre Maculosa" obteve 22 resultados.

Página:  de 3

22/04/2016

Revisões

Febre maculosa

...is de lesão vascular mediada pela rickettsia. A baixa contagem de plaquetas pode ser acompanhada por uma concentração de fibrinogênio reduzida e elevados produtos de degradação da fibrina; no entanto, coagulação intravascular disseminada é rara. Outros achados que são comuns em casos avançados incluem hiponatremia, aumentos das transaminases séricas e bilirrubina, azotemia e prolongamento dos tem......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Maculosa Brasileira

...Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA Objetivos A vigilância da Febre Maculosa Brasileira compreende a vigilância epidemiológica e ambiental (vetores, reservatórios e hospedeiros) e tem como objetivos: detectar e tratar precocemente os casos suspeitos, visando à redução da letalidade; inves......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Maculosa Brasileira

...nonímia Pintada, febre que pinta, febre chitada. Agente Etiológico Rickettsia rickettsii, espiroqueta da família Ricketisiaceae, bactéria gram-negativa, parasita intracelular obrigatória. Reservatório No Brasil, o principal reservatório da Rickettsia rickettsii são os carrapatos do gênero Amblyomma (A. cajennense, A. cooperi ou dubitatum e A. aureolatum). A participação de equídeos no c......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Maculosa Brasileira

...em isopor com gelo Caso não seja possível, congelar em freezer a menos 70ºC ou em nitrogênio líquido. Após o congelamento, transportar em isopor com gelo seco Tecidos Pele Amostras de fígado, pulmão, pele, rim, baço (colhidas em necropsia)* Cultura (isolamento) Início do aparecimento da lesão de pele (exantema, petéquias), preferencialmente antes do início da antibioticot......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Doenças exantemáticas na infância

..., houve diminuição em 99% dos casos entre crianças e adolescentes. 4. Período de incubação: de 14 a 21 dias. 5. Manifestações clínicas: caracteriza-se por exantema maculopapular eritematoso generalizado, linfadenopatia (sobretudo suboccipital, cervical e pós-auricular) e febre baixa. Em crianças, raramente ocorre poliartralgia ou poliartrite. A síndrome da rubéola congênita caracteriza......

Ver Índice

25/04/2012

Revisões Internacionais

Manifestações cutâneas das doenças sistêmicas – Mark Lebwohl, MD

...idades eletrocardiográficas, arritmias cardíacas ou miocardite.11 Foi sugerido que uma toxina secretada por Staphylococcus aureus é responsável pela doença, contudo as evidências que comprovam sua causa precisa continuam sendo vagas.12 O diagnóstico é estabelecido com base em critérios clínicos, incluindo febre, conjuntivite, linfadenopatia e erupções cutâneas. Além das erupções cutâneas eritemato......

Ver Índice

06/01/2014

Revisões Internacionais

Doenças virais agudas do sistema nervoso central

... ‡Estes agentes mimetizam a meningite granulomatosa. HSV = vírus do herpes simples; PCR = reação em cadeia da polimerase. Um exame detalhado do líquido cerebrospinal (LCS) é a base do diagnóstico da meningite ou encefalite viral. De forma característica, o LCS é límpido e apresenta uma pleiocitose predominantemente mononuclear, além de um conteúdo de glicose normal. No início, a contagem de ......

Ver Índice

31/05/2009

Biblioteca Livre

Doença de Lyme

...l, focos já foram detectados em São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Norte e Amazonas. OBJETIVOS DA VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA Detecção e tratamento de focos através da investigação de casos suspeitos ou confirmados. NOTIFICAÇÃO Doença rara em território brasileiro, agravo inusitado, sendo portanto, de notificação compulsória. MEDIDAS DE CONTROLE DA DOENÇA DE LYME Investigação ep......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Purpúrica Brasileira (FPB)

... culturas negativas para meningococo e outras bactérias para as quais esses exames tenham sido realizados, e presença de H. Influenzae aegyptius em conjuntiva, ou dados epidemiológicos da área, como ocorrência de surtos de conjuntivite (município, escola, creches, grupamentos familiares) com identificação de H. aegyptius cepa invasora; · Critério clínico-epidemiológico: quadro agudo em cri......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Purpúrica Brasileira (FPB)

... acidose, faz parte da progressão da doença. Essa enfermidade, em geral, evolui de 1 a 3 dias, ou seja, é um grave quadro fulminante, com choque séptico e coagulação intravascular disseminada (CIVD), cuja letalidade varia de 40% a 90%. Quando o paciente sobrevive, pode vir a apresentar gangrenas, com ou sem mutilações. Acomete, principalmente, crianças na faixa etária entre 2 meses e 14 anos de id......

Ver Índice

Página:  de 3

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal